16/08/2018
Login
Entrar

Economia

17/05/2018

Eletrobras tem queda de 96% no lucro trimestral

Reuters/AE
Email
A-   A+
São Paulo/Rio de Janeiro - A Eletrobras registrou lucro líquido de R$ 56 milhões no primeiro trimestre, resultado 96% inferior ao lucro de R$ 1,378 bilhão obtido no mesmo período do ano passado, em meio a perdas bilionárias no segmento de distribuição de energia e maiores provisões, segundo balanço divulgado no final da noite de terça-feira (15).

A companhia, que pretende vender suas seis distribuidoras de energia até o final de julho, em um leilão de privatização ainda não agendado, reportou um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de R$ 1,244 bilhão no trimestre, recuo de 70% na base anual.

Só o segmento de distribuição teve um resultado líquido negativo de R$ 1,91 bilhão no período, com destaque para o prejuízo da controlada que responde pelo fornecimento no Amazonas, com perdas de R$ 1,339 bilhão, de acordo com a estatal.

A Eletrobras registrou R$ 272 milhões em provisão e despesas com seu Plano de Demissão Consensual (PDC) e R$ 512 milhões em provisões para contingências, além de R$ 174 milhões em provisões de impairment e uma provisão de R$ 150 milhões associada a uma taxa de fiscalização de recursos hídricos (taxa Pará).

No total do trimestre, as provisões operacionais somaram R$ 1,08 bilhão, contra R$ 600 milhões no mesmo período do ano anterior.

A receita operacional líquida da companhia somou R$ 8,59 bilhões, recuo de 3% ante o primeiro trimestre de 2017. A receita bruta foi de R$ 10,67 bilhões, contra R$ 10,8 bilhões no ano anterior.

A maior elétrica da América Latina reportou ainda investimentos de R$ 873 milhões no trimestre, com recuo de 27% na comparação anual. Para o ano, a companhia prevê aportes de R$ 6,2 bilhões.

A dívida líquida da Eletrobras fechou março deste ano em R$ 18,6 bilhões, contra R$ 20,3 bilhões no final de 2017.

PDC - O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Jr., admitiu ontem que a adesão ao Programa de Demissão Consensual (PDC) no primeiro trimestre do ano ficou abaixo do esperado, o que fará a estatal abrir um segundo PDC até julho deste ano.

Segundo ele, houve a percepção, por alguns empregados, de que a privatização da Eletrobras poderia não acontecer, o que foi descartado pelo executivo. O PDC teve adesão de 735 empregados de janeiro a março de 2018, que demandaram R$ 272 milhões da companhia.

“Uma parte da não adesão são pessoas que perceberam a possibilidade de não se fazer a privatização, mas estamos bastante otimistas, (a privatização) vai à frente”, afirmou, durante teleconferência para comentar o resultado financeiro da companhia no 1º trimestre de 2018. 

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

15/08/2018
BH Airport amplia espaço para cargas
De janeiro a julho, o volume para embarques e importações aumentou 32%
15/08/2018
Brasil tem recursos para financiamento, diz Oliveira
São Paulo - O Brasil não tem restrições para financiar infraestrutura do ponto de vista de fontes de recursos, informou na terça-feira (14) para uma plateia de...
15/08/2018
Lucro líquido da Locamerica avança 196%
Valor salta de R$ 25,1 milhões, no 1º semestre de 2016, para R$ 74,3 milhões, no mesmo período deste ano
15/08/2018
Atividade do setor de serviços em Minas sinaliza retomada, com alta de 9,8%
Segmento recuperou perdas ante maio
15/08/2018
1ª parcela do 13º será paga em agosto e setembro
Brasília - Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começam a receber, ainda neste mês, a antecipação da primeira parcela do...
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


15 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.