Publicidade
12/12/2017
Login
Entrar

Economia

17/11/2017

Embalagens M2B prevê avanço de 60%

Diretor da empresa de Ibirité explica que resultados são reflexo de política comercial agressiva
Gabriela Pedroso
Email
A-   A+
Proprietário da M2B, Marcos Alexandre de Paula conta que procurou ampliar a sua carteira de clientes e diversificar os segmentos de atuação/PAULO CUNHA/DIVULGAÇÃO
Nos últimos três anos, enquanto a crise econômica levou várias empresas do País a reduzir custos e, em alguns casos, até mesmo fechar as portas, a Embalagens M2B resolveu arriscar. A empresa especializada na fabricação de caixas de papelão ondulado optou pelo investimento e agora, por mais um ano, colherá os resultados. A companhia prevê encerrar 2017 com uma produção mensal de 400 toneladas, ou seja, um crescimento de cerca de 60% em relação a 2016, mesmo percentual estimado para o faturamento. O ano passado já havia sido de alta de 31% frente a 2015.

O proprietário e diretor da Embalagens M2B, Marcos Alexandre de Paula, explica que o avanço é reflexo de uma política comercial agressiva adotada pela empresa. Mesmo com a economia fragilizada pela recessão, a fábrica sediada em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), buscou ampliar a sua carteira de clientes e diversificar ainda mais os segmentos de atuação.

“O mercado não cresceu tudo isso e nem vai. O nosso crescimento vem de atitudes internas diferenciadas adotadas pela empresa. Além disso, prospectamos novos clientes, aumentando a nossa fatia no mercado. Atuamos de forma igualitária em todos os segmentos”, afirma Marcos Alexandre.

A Embalagens M2B produz caixas para acondicionar verduras e frutas e destinadas a atender o comércio, drogarias, e-commerce, indústria pesada, cosmética, alimentícia, moveleira, entre outros. Em 2017, a companhia entrou no mercado das pizzarias, com a produção de caixas de papelão impermeabilizado para acomodar o alimento. Para o próximo ano, a novidade é a fabricação de caixas para sapatos.

Por questões estratégicas, o mercado de atuação da empresa se concentra em Minas Gerais. Marcos Alexandre destaca que o seu produto ocupa um grande volume e possui baixo valor agregado, o que traria um impacto importante no custo do frete em vendas para fora do Estado. Isso, no entanto, não atrapalha o crescimento da empresa, que possui mais de 5.000 clientes cadastrados, sendo uma média de 250 atendidos mensalmente.

Aportes - Com o objetivo de atender à demanda, em 2017 a Embalagens M2B apostou não só na contratação de funcionários, como também na compra de equipamentos. “Este ano, recebemos uma máquina automática, que foi uma aquisição feita no fim de 2015, admitimos mais funcionários e temos investido bastante em capacitação da equipe. Estamos com investimento em curso em processos e gestão de pessoas, mas acho que para 2018 vamos ter ainda mais novidades”, revela o proprietário da empresa.

Para o próximo ano, a companhia projeta um incremento no faturamento em torno de 50%. Em fevereiro, a Embalagens M2B receberá outra nova máquina e, além disso, planeja investir em sistematização e automação de processos para dar continuidade à expansão. Atualmente, a empresa, que conta com uma área industrial de 5.500 metros quadrados, dispõe de nove máquinas nacionais, com tecnologia estrangeira, e 80 funcionários.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

12/12/2017
Samarco dá passo para retomar operações
Pedidos de licença prévia e de licença de instalação para uso da cava Alegria do Sul são aprovados
12/12/2017
Lojistas dos shoppings de BH apostam em bons resultados
Otimista, setor adota estratégias para atender incremento da demanda
12/12/2017
Quantidade de devedores se mantém estável no País
O número de devedores no Brasil ficou estável em novembro em relação a outubro, com uma variação de 0,15%. Em comparação com o mesmo...
12/12/2017
Entidades vão à Justiça contra grandes voos no Aeroporto da Pampulha
Associações de moradores da região e a AV Norte contestam portaria do Ministério dos Transportes
12/12/2017
Audiência pública aborda abertura de capital da Codemig nesta terça-feira
Deputados querem entender a meta real da proposta
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.