16/08/2018
Login
Entrar

FEDERAMINAS - Negócios em Foco

26/01/2018

Empreender Competitivo aplica R$ 3,7 milhões em ACEs de Minas

Assessoria de Comunicação da Federaminas
Email
A-   A+
Recursos da ordem de R$ 3,7 milhões vão ser aplicados em associações comerciais (ACEs) do Sistema Federaminas pelo Empreender Competitivo, programa destinado a apoiar núcleos de microempresas e empresas de pequeno porte de diversas áreas filiadas a essas entidades. O objetivo é melhorar a competitividade nesses segmentos.

O Empreender Competitivo é desenvolvido pela Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), em parceria com o Sebrae nacional. Direcionado ao crescimento dos núcleos setoriais formados nas ACEs há pelo menos 18 meses, o programa disponibiliza R$ 13,3 milhões para os projetos, desta vez, com valor de cerca de R$ 190 mil individualmente. Nas edições anteriores, o projeto aplicou recursos de mais de R$ 30 milhões, beneficiando milhares de empresas em todas as regiões do Brasil.



Conforme o presidente da Federaminas, Emílio Parolini, nesta edição Minas Gerais se destaca alcançando a segunda posição entre todos os estados do País, tendo conseguido a aprovação de 12 projetos entre as 63 propostas de ações para execução até 2019 que submeteu ao programa. No total, foram aprovados 59 dos 245 projetos recebidos pela CACB, que realizou a sua avaliação em parceria com o Sebrae.

Núcleos setoriais – Entre as ações a serem realizadas pelos núcleos em nível nacional, destacam-se as relacionadas à consultoria para a melhoria dos processos, capacitação dos presidentes e funcionários, participação de visitas técnicas, certificações, participação em missões, marketing, estudo de mercado, e outras.

Os projetos de associações comerciais do Sistema Federaminas aprovados pelo Empreender Competitivo beneficiam núcleos setoriais de empreendedorismo, tecnologia e inovação (Araxá); produtores de tomate (Carmópolis de Minas); salões de beleza (Carmópolis de Minas); confecções (nível estadual); jovem empresário (nível estadual); turismo (nível estadual); fruticultura (João Pinheiro); gastronomia (Juruaia); bares e restaurantes (Patrocínio); informática (Patrocínio); vestuário (São João del-Rei); e supermercados (Uberlândia).

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

11/08/2018
Federaminas intensifica apoio a MPEs através de capacitação
Dentro de um cenário persistente de desaquecimento dos negócios, a Federaminas coloca à disposição dos empresários mineiros, sobretudo de micro e pequenas...
27/07/2018
Criada a filial de Minas do Observatório Social do Brasil
Federaminas é pioneira no País em apoio à campanha contra corrupção lançada pela Transparência Internacional Em evento que reuniu no Sebrae-MG...
27/07/2018
Mais de 40% da população estão inadimplentes, informa a Serasa
Levantamento feito pela Serasa Experian indica que 40,3% da população adulta (61,8 milhões) encontravam-se inadimplentes em junho no País, mês em que o...
27/07/2018
Federaminas inicia palestras do Associa-Minas em Itabira
Com expectativa de capacitar em torno de 10 mil pessoas nas diversas regiões do Estado, a Federaminas iniciou em Itabira , em 19 de julho, a série de palestras do programa...
17/07/2018
Entidades querem que sejam feitas mudanças no contencioso tributário do Estado de Minas Gerais
Documento com diversas propostas objetivando modificar o Processo Tributário Administrativo do Estado (PTA), que dispõe sobre normas para julgamento de recursos contra...
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


15 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.