Publicidade
12/12/2017
Login
Entrar

Opinião

17/11/2017

Equilíbrio fiscal e aposentadorias dignas

Fernando Valente Pimentel*
Email
A-   A+
Considerando que o crescente déficit da Previdência é uma das principais causas do rombo fiscal do setor público e que este desequilíbrio é um dos desencadeadores da grave crise econômica que assolou o Brasil, é imperioso e premente avançarmos na reforma previdenciária. Trata-se de um fator condicionante à recuperação nacional, pois ninguém investirá de modo seguro no contexto de um ambiente...

Exclusivo para assinantes.


Para ler esta e outras matérias, cadastre-se gratuitamente ou assine.

Ler 5 matérias por mês

     

Receber nossas newsletters



Assinar
Cadastrar

Ou faça login

Leia também

12/12/2017
Augusto Cesar e a liberdade de crença
"Ele apresentava acentuada preocupação por temática brasileira na programação." (Artur da Távola) É provável que, neste...
12/12/2017
Editorial
Sem mudanças, sem horizontes
12/12/2017
Das reformas e esperanças
A reforma da Previdência está ocupando todo o debate político e econômico nos últimos tempos. O governo está colocando a sua tropa de choque, a...
12/12/2017
A bilionária reforma da Previdência
Desinformação e desqualificação. Essas foram afirmações da juíza substituta Rosimayre Gonçalves de Carvalho, da 14ª Vara Federal de...
08/12/2017
Editorial
Pisando no acelerador
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.