17/07/2018
Login
Entrar




Agronegócio

17/04/2018

Expectativa de chuvas para 2ª metade de abril diminui preocupação na produção do safrinha

Reuters
Email
A-   A+
São Paulo - Chuvas previstas ao longo da segunda quinzena deste mês em partes do Brasil devem aliviar os temores quanto ao desenvolvimento da segunda safra de milho 2017/18, mas as condições climáticas seguirão como um alerta para os produtores pelo menos até julho, quando a colheita engrena, de acordo com especialistas.

A segunda safra responde pela maior parte da produção brasileira do cereal. Para o ciclo vigente, o 2017/18, a expectativa é de que 71% da colheita total, prevista em 88,6 milhões de toneladas pelo governo, seja proveniente do também chamado milho safrinha.

Alerta - Na última semana, surgiram preocupações quanto à falta de chuvas nas lavouras do Centro-Sul do País. Como a segunda safra foi plantada fora da janela ideal devido ao atraso na colheita de soja, qualquer problema climático a partir de agora pode comprometer sensivelmente o potencial produtivo da cultura.

Mas conforme o Agriculture Weather Dashboard, do terminal Eikon da Thomson Reuters, deve chover acima da média em importantes regiões produtoras de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, com acumulados entre 60 e 80 milímetros na média, com algumas áreas superando os 100 milímetros na segunda quinzena do mês.

No oeste e noroeste do Paraná, a previsão também aponta para precipitações ligeiramente acima do normal, chegando a 94 milímetros em certas localidades. Em outras áreas do Paraná, segundo maior produtor depois de Mato Grosso, as chuvas deverão ser mais escassas, mas não a ponto de preocupar por ora.

“Choveu bem no fim de março e início de abril no Paraná e em São Paulo, então ainda tem reserva (umidade no solo). Até agora, as condições nas lavouras são normais. Em Mato Grosso e Goiás estão praticamente perfeitas”, disse o analista de mercado Paulo Molinari, da Safras & Mercado.

Geadas - Ele ponderou, entretanto, que ainda há riscos ao milho safrinha, principalmente no Paraná, devido à possibilidade de geadas no outono. “A princípio não tem previsão de geada, mas esse risco existe, pois é fim de La Niña. Sempre há a possibilidade de vir uma geada por causa disso”, afirmou.

O La Niña é um fenômeno climático caracterizado pelo resfriamento atípico das águas superficiais do oceano Pacífico, resultando em temperaturas mais baixas no Sul do Brasil. Espera-se que tal padrão desapareça até maio.

No início de abril, o Departamento de Economia Rural (Deral) já havia alertado que, neste ano, as lavouras de milho segunda safra no Paraná estão mais suscetíveis a eventuais geadas precoces. Avaliação semelhante foi compartilhada pela INTL FCStone.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

17/07/2018
Produtores devem renegociar dívidas
Após revogação do Refis, pelo governo, indicação é de que procurem instituições financeiras
17/07/2018
Tempo seco e quente ameça a safra de trigo no Paraná
São Paulo - A previsão de tempo seco e temperaturas acima da média pelas próximas duas semanas acende o sinal de alerta para a safra de trigo do Paraná, o...
17/07/2018
China vai impor tarifas extras sobre importações de açúcar
Pequim - A China irá impor tarifas extras sobre importações de açúcar fora de cotas, o que será válido para produtos de qualquer origem a partir...
17/07/2018
Com bloqueio nas estradas e embargo da Rússia, exportações recuaram 18,9%
São Paulo - As exportações d e carne suína do Brasil no primeiro semestre de 2018 totalizaram 278,3 mil toneladas, uma queda de 18,9% ante as 343,3 mil toneladas de...
14/07/2018
Faturamento com produtos mineiros cai 5,9%
No primeiro semestre, os negócios movimentaram R$ 3,72 bilhões, com recuo de 11,6% no preço médio
› últimas notícias
Prado Shopping não deve ser inaugurado até 2020
MPF pede cassação de fase 3 do Minas-Rio
Arrecadação estadual registra redução de 13,4%
Produção de minério de ferro da Vale recua em Minas Gerais
Vale D'ouro investe R$ 15 mi para atender mercado externo
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


17 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.