19/07/2018
Login
Entrar




Agronegócio

12/07/2018

Exportações brasileiras de suco de laranja cresceram 29% na safra 2017-2018

Reuters
Email
A-   A+
As vendas aumentaram 30% em receita, puxadas pelos EUA/Divulgação
São Paulo - As exportações brasileiras de suco de laranja cresceram 29% na safra 2017/18, entre julho do ano passado e junho último, em meio a uma forte demanda dos Estados Unidos, informou ontem a CitrusBR.

Segundo a associação que representa o setor no maior exportador global da commodity, os embarques totalizaram 1,15 milhão de toneladas de suco de laranja concentrado, congelado equivalente a 66 graus brix (FCOJ equivalente), ante 894,67 mil em 2016/17.

Em receita, as vendas aumentaram em 30%, para US$ 2,1 bilhões. “A conjuntura ajudou o setor, mas o aumento dos embarques para os EUA é um destaque”, resumiu o diretor-executivo da CitrusBR, Ibiapaba Netto, em nota.

Citando dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), a associação disse que os embarques aos EUA em 2017/18 atingiram um volume recorde de 315,49 mil toneladas de FCOJ equivalente, avanço de 83% em relação à temporada anterior. O faturamento com esse país foi de US$ 561,7 milhões, alta de 77%.

De acordo com Netto, dois fatores foram determinantes para esse resultado. “O primeiro deles é que o mercado americano sofreu com os efeitos do furacão Irma, que prejudicou a produção local. O segundo é que na safra anterior o Brasil exportou menos em função da restrição de oferta ocasionada pela safra 2016/17, que foi muito pequena.”

Os embarques para a União Europeia, principal mercado para as exportações de suco de laranja brasileiro, foram de 675,07 mil toneladas (alta de 16%), gerando receita 18% maior, com US$ 1,23 bilhão.

Por fim, para o Japão, principal destino na Ásia, foram 54,63 mil toneladas em embarques, alta de 33% na comparação com a safra anterior. A receita neste caso avançou 52%, para US$ 105,7 milhões.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

19/07/2018
Receita da agropecuária deve diminuir 1,26% em Minas
Valor estimado é de R$ 56,8 bi em 2018, com recuo de 7,5% na pecuária e alta de 2,5% na agricultura
19/07/2018
Sistema de controle de resíduos de agrotóxicos será implantado em agosto
Um novo sistema de rastreabilidade para auxiliar o monitoramento e o controle de resíduos de agrotóxicos na cadeia produtiva de vegetais frescos destinados à...
18/07/2018
Ceasa Minas apura queda na oferta e preços têm ligeira alta no mês de junho
Hortaliças mantiveram estabilidade, mas valores de frutas subiram
18/07/2018
Novas safras mantém custos estabilizados no País
As principais hortaliças comercializadas no atacado ficaram mais baratas no último mês. O bom resultado ao consumidor é reflexo do restabelecimento da oferta dos...
18/07/2018
Valor bruto da produção agropecuária brasileira é estimado em R$ 562,4 bi
O valor bruto da produção agropecuária (VBP) de 2018 está sendo impulsionado principalmente por algodão, soja, café, tomate e trigo, que respondem por...
› últimas notícias
Indústria pode recorrer à Justiça por repasse de verbas
Antecipação do abono anima CDL-BH
Em Minas, setor automotivo espera impulso com o Rota 2030
PBH cumpre 1ª etapa de auditoria
Demanda por cães de guarda cresce em BH
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.