Publicidade
26/04/2018
Login
Entrar

Agronegócio

13/04/2018

Exportações de suco de laranja do País devem subir mais de 20%

Reuters
Email
A-   A+
Condições climáticas mais favoráveis à plantação da fruta vêm contribuindo para a alta/CHARLES SILVA DUARTE/ARQUIVO DC
São Paulo - As exportações de suco de laranja do Brasil, o maior exportador da commodity, deverão crescer mais de 20% na temporada 2017/18 (julho/junho), na comparação com a safra anterior, fortemente afetada por problemas climáticos nos laranjais, previu ontem a CitrusBR, associação que reúne os exportadores.

No acumulado da temporada 2017/18 até março, as exportações estão em ritmo forte, totalizando 855,8 mil toneladas de suco de laranja concentrado, congelado equivalente a 66 graus brix (FCOJ equivalente), desempenho 29% acima do registrado no mesmo período do ano passado.

“Levando em consideração os nove primeiros meses de exportação, tudo indica que o fechamento deve ser bastante positivo em relação ao ano anterior, em que a restrição na oferta de fruta foi determinante para o fraco desempenho”, disse o diretor-executivo da CitrusBR, Ibiapaba Netto, à Reuters.

“Não é possível fazer uma estimativa precisa, mas algo acima de 1,1 milhão de toneladas parece bastante plausível”, acrescentou ele sobre o desempenho esperado para o ciclo fechado. A exportação da temporada passada foi a mais baixa da série histórica, somando menos de 900 mil toneladas.

Faturamento - Nos nove primeiros meses da safra, o valor das exportações brasileiras apresenta alta de cerca de 30%, para US$1,556 bilhão, segundo dados do governo compilados pela associação.

Principal mercado para as exportações do suco de laranja brasileiro, a União Europeia demandou até agora, no ano comercial, 512,9 mil toneladas, alta de 20% ante o mesmo período de 2016/17.

Com oferta reduzida por conta do furacão Irma, que afetou fortemente a produção da Flórida, os Estados Unidos seguem a puxar a expansão com 226,6 mil toneladas de suco na safra corrente, um crescimento de 62% na mesma comparação. “É inegável que o efeito do Furacão Irma sobre a produção da Flórida favoreceu a exportação brasileira”, ressaltou Netto.

Para o Japão, principal destino da Ásia, o crescimento nos embarques chegou a 82%, para 37,7 mil toneladas.

De acordo com o diretor-executivo da CitrusBR, a melhora das exportações representa a volta de uma relativa normalidade, após um ano muito difícil. “A safra passada, a 2016/17, uma das menores da história, produziu uma quantidade muito pequena de suco, o que afetou a oferta, então a comparação com o período anterior pode apresentar algumas distorções”, disse.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

26/04/2018
Projeto fomenta desenvolvimento da agricultura em regiões mineiras
Iniciativa da Epamig já teve 1º passo dado
26/04/2018
Vacinação contra aftosa tem início em maio
Começa na próxima terça-feira, 1º de maio, a primeira etapa anual de vacinação contra a febre aftosa em Minas Gerais. Produtores rurais terão...
26/04/2018
Brasil vai negociar material genético e animais em feira
O Departamento de Saúde Animal (DSA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Agência Brasileira de Promoção de...
25/04/2018
Levantamento aponta recuo de 3,6% na safra de cana-de-açúcar
Ainda segundo dados da Conab, produção do etanol se manteve estável e a do açúcar caiu na temporada 17/18
25/04/2018
3corações investe em novos produtos para expandir mercado pelo País
São Paulo - O grupo 3corações, líder brasileiro no segmento de café torrado e moído, buscará ampliar suas vendas de cafés especiais com...
› últimas notícias
Taxa de juros do cheque especial sobe para 324,7% ao ano
Incertezas do Brasil e juros dos EUA levam o dólar a subir
Porto de Santos atinge nível recorde no movimento de cargas em março
Confiança do consumidor sobe só 0,3%
Caixa retoma 1.089 imóveis em Minas
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


27 de abril de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.