Publicidade
21/11/2017
Login
Entrar

Economia

18/08/2017

Exportações das cidades-polo estão em alta

Entre as regiões analisadas, somente Santa Rita do Sapucaí registra queda nos embarques neste ano
Leonardo Francia
Email
A-   A+
Santa Rita: embarques somaram US$ 4,9 mi/Sanzio Mello/Divulgação
A balança comercial de importantes cidades-polo do Estado fechou o período entre janeiro e julho positiva em relação aos mesmos meses de 2016. A exceção foi Santa Rita do Sapucaí (Sul de Minas), conhecida como o Vale da Eletrônica, que apresentou déficit devido à elevada importação de componentes usados para a fabricação de produtos eletrônicos.

Os embarques em Santa Rita do Sapucaí somaram US$ 4,9 milhões entre janeiro e julho e caíram 20% na comparação com o mesmo período de 2016 (US$ 6,1 milhões). Entre os itens exportados estão aparelhos elétricos usados para a telefonia e radiodifusão. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic).

Por outro lado, as importações no polo eletrônico totalizaram US$ 64,6 milhões, com queda de 24% em igual confronto. Com isso, o saldo da balança comercial do município foi deficitário em US$ 59,7 milhões. Os produtos mais importados foram circuitos integrados e máquinas automáticas de processamento de dados.

Em Nova Lima, importante município minerador localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), a balança comercial refletiu a melhora nos preços do minério de ferro neste ano, principal item da pauta de embarques da cidade, com participação de praticamente 79%.

Os embarques nova-limenses no acumulado até julho somaram US$ 1,371 bilhão, 38,4% de crescimento frente aos mesmos meses de 2016 (US$ 990,1 milhões). Apesar de ter exportado menos quantidade de minério, o faturamento com as remessas da commodity foi maior em 2017 por conta de uma elevação de 39,1% no preço médio do insumo comparando os dois períodos. As importações de Nova Lima chegaram a apenas US$ 32,8 milhões e, com isso, o saldo do período foi superavitário em US$ 1,338 bilhão.

Como reflexo o desempenho do agronegócio mineiro, a balança de Guaxupé (Sul de Minas), sede da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), fechou positiva em US$ 385,1 milhões entre janeiro e julho deste ano. As exportações, praticamente dominadas pelo café, aumentaram 11,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Já as importações caíram 28,2% na mesma comparação.

Em Nova Serrana, importante polo calçadista na região Centro-Oeste de Minas, a balança também foi positiva para o acumulado deste ano até julho. No período, as exportações, dominadas por diferentes tipos de calçados, somaram US$ 5,5 milhões contra US$ 1,1 milhão em importações, majoritariamente de partes de calçados. O saldo ficou positivo em US$ 4,4 milhões.

Leia também:
Camex desonera produtos de informática e bens
Índice da indústria tem queda no 2º trimestre

Setor automotivo -
Em Betim, na RMBH, onde estão localizadas a planta da Fiat Chrysler Automóveis (FCA) e um elevado número de fornecedores do setor e fabricantes de autopeças, a balança também foi positiva entre janeiro e julho, com saldo de US$ 316 milhões. As exportações, alavancadas pelo aumento das remessas de carros da Fiat para o mercado latino-americano, cresceram 7% na comparação com os mesmos meses de 2016 e somaram US$ 729,1 milhões contra importações da ordem de US$ 413,1 milhões.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/11/2017
Petrobras anuncia novo corte em gasolina; preço cai 2,6% a partir de quarta-feira
SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO - A Petrobras reduzirá os preços da gasolina em 2,6 por cento nas refinarias a partir de quarta-feira, no terceiro corte consecutivo para o...
21/11/2017
Vendas por consórcio batem recorde em setembro e somam mais de R$ 73 bi no ano
As vendas de bens e serviços por meio de consórcios foram recorde em setembro, com o escoamento de 230 mil cotas. O resultado ficou 9% acima do registrado no mesmo mês do ano...
21/11/2017
Minas tem saldo positivo de 4,5 mil vagas
Em outubro o Estado apurou 132,9 mil admissões, principalmente nos setores de comércio e serviços
21/11/2017
Relator do Orçamento aumenta projeção para o PIB
Perspectiva no relatório apresentado ontem é de crescimento de 2,5%
21/11/2017
Meirelles não confirma troca no comando do BNDES
Salvador - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse não saber se haverá troca no comando do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O atual...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.