Publicidade
19/02/2018
Login
Entrar

Economia

18/08/2017

Exportações das cidades-polo estão em alta

Entre as regiões analisadas, somente Santa Rita do Sapucaí registra queda nos embarques neste ano
Leonardo Francia
Email
A-   A+
Santa Rita: embarques somaram US$ 4,9 mi/Sanzio Mello/Divulgação
A balança comercial de importantes cidades-polo do Estado fechou o período entre janeiro e julho positiva em relação aos mesmos meses de 2016. A exceção foi Santa Rita do Sapucaí (Sul de Minas), conhecida como o Vale da Eletrônica, que apresentou déficit devido à elevada importação de componentes usados para a fabricação de produtos eletrônicos.

Os embarques em Santa Rita do Sapucaí somaram US$ 4,9 milhões entre janeiro e julho e caíram 20% na comparação com o mesmo período de 2016 (US$ 6,1 milhões). Entre os itens exportados estão aparelhos elétricos usados para a telefonia e radiodifusão. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic).

Por outro lado, as importações no polo eletrônico totalizaram US$ 64,6 milhões, com queda de 24% em igual confronto. Com isso, o saldo da balança comercial do município foi deficitário em US$ 59,7 milhões. Os produtos mais importados foram circuitos integrados e máquinas automáticas de processamento de dados.

Em Nova Lima, importante município minerador localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), a balança comercial refletiu a melhora nos preços do minério de ferro neste ano, principal item da pauta de embarques da cidade, com participação de praticamente 79%.

Os embarques nova-limenses no acumulado até julho somaram US$ 1,371 bilhão, 38,4% de crescimento frente aos mesmos meses de 2016 (US$ 990,1 milhões). Apesar de ter exportado menos quantidade de minério, o faturamento com as remessas da commodity foi maior em 2017 por conta de uma elevação de 39,1% no preço médio do insumo comparando os dois períodos. As importações de Nova Lima chegaram a apenas US$ 32,8 milhões e, com isso, o saldo do período foi superavitário em US$ 1,338 bilhão.

Como reflexo o desempenho do agronegócio mineiro, a balança de Guaxupé (Sul de Minas), sede da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), fechou positiva em US$ 385,1 milhões entre janeiro e julho deste ano. As exportações, praticamente dominadas pelo café, aumentaram 11,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Já as importações caíram 28,2% na mesma comparação.

Em Nova Serrana, importante polo calçadista na região Centro-Oeste de Minas, a balança também foi positiva para o acumulado deste ano até julho. No período, as exportações, dominadas por diferentes tipos de calçados, somaram US$ 5,5 milhões contra US$ 1,1 milhão em importações, majoritariamente de partes de calçados. O saldo ficou positivo em US$ 4,4 milhões.

Leia também:
Camex desonera produtos de informática e bens
Índice da indústria tem queda no 2º trimestre

Setor automotivo -
Em Betim, na RMBH, onde estão localizadas a planta da Fiat Chrysler Automóveis (FCA) e um elevado número de fornecedores do setor e fabricantes de autopeças, a balança também foi positiva entre janeiro e julho, com saldo de US$ 316 milhões. As exportações, alavancadas pelo aumento das remessas de carros da Fiat para o mercado latino-americano, cresceram 7% na comparação com os mesmos meses de 2016 e somaram US$ 729,1 milhões contra importações da ordem de US$ 413,1 milhões.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

17/02/2018
Sondagem revela retomada do otimismo
Apurado pela Fiemg, indicador supera os 50 pontos pela primeira vez desde março de 2014
17/02/2018
Valor liberado para médios e grandes produtores na safra 2017/18 é de R$ 85 bilhões
São Paulo - O montante de crédito rural oficial liberado para médios e grandes produtores no acumulado da safra 2017/18, entre julho do ano passado e janeiro, aumentou 14%...
17/02/2018
Justiça decide que elétricas não poderão ter cobrança retroativa de débitos de R$ 6 bilhões
São Paulo - A Justiça no Distrito Federal reviu na sexta-feira (16) um posicionamento da semana passada, e agora um grupo de elétricas que tinha perdido uma...
17/02/2018
Sebrae pretende atender 69,6 mil MPEs
Projeto da entidade compreende visitas de equipes da entidade nos empreendimentos em Minas Gerais
17/02/2018
Nível de atividade do varejo no Brasil aumenta 1,3% em janeiro, aponta a Cielo
São Paulo - O nível de atividade do varejo brasileiro teve alta de 1,3% em janeiro ante o mesmo período de 2017, descontada a inflação do período,...
› últimas notícias
Sondagem revela retomada do otimismo
Valor liberado para médios e grandes produtores na safra 2017/18 é de R$ 85 bilhões
Justiça decide que elétricas não poderão ter cobrança retroativa de débitos de R$ 6 bilhões
Sebrae pretende atender 69,6 mil MPEs
Nível de atividade do varejo no Brasil aumenta 1,3% em janeiro, aponta a Cielo
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Começam as obras do Aeródromo Inhotim
Folia supera expectativas em Belo Horizonte
Mobiliata une empreendedorismo e impacto social
Carnaval aqueceu setor de brindes na Capital
Fiat Argo Drive tem bom desempenho
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


17 de fevereiro de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.