19/07/2018
Login
Entrar




Negócios

17/05/2018

Fórmula Pizzaria planeja atingir 30 unidades ainda neste ano

Juliana Baeta
Email
A-   A+
Henrique Mol explica que o interesse é atuar em outras praças do mercado brasileiro/Divulgação
Atualmente com 17 unidades no Brasil, sendo oito só em Belo Horizonte, a Fórmula Pizzaria pretende fechar o ano com 30 operações e a previsão de faturar R$ 5 milhões até lá, o  dobro do faturamento atual. E ao que as estatísticas indicam, o mercado está para pizza. Segundo a Associação Pizzarias Unidas (Apuesp), diariamente no País são consumidas 1 milhão de pizzas. Além disso, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), as franquias de alimentos correspondem à maior parte do faturamento do franchising brasileiro. Só de 2016 a 2017 houve um crescimento de 6% no setor.

Acompanhando este crescimento, a Fórmula Pizzaria, que contava com apenas quatro unidades no início de 2017, expandiu a marca em tempo recorde, indo de encontro às previsões do empresário Henrique Mol para a franquia. Dando prosseguimento ao plano de expansão que pretende fechar 2018 com 30 lojas, Mol conta que a implantação de novas unidades em Minas e também em São Paulo, Santa Catarina, Pernambuco e Rio de Janeiro, já está em processo.

“O centro principal de operações é BH, o que é natural, já que a marca nasceu e cresceu aqui. Hoje, BH não tem mais possibilidade de novas unidades, mas em outras cidades de Minas sim, como já vem acontecendo, e por isso o interesse da marca agora é ir para outras praças no mercado brasileiro”, explica o empresário.

A franquia funciona principalmente no modelo delivery, mas algumas unidades adotam também o atendimento de mesa no sistema fast food e em praças de alimentação.
Simplicidade - De acordo com o responsável pela Fórmula Pizzaria, Henrique Mol, o que atrai novos franqueados é a simplicidade do negócio. “Quando se fala em atuar no setor alimentício, de forma geral, você tem uma complexidade maior. Mas a pizza, nem tanto, principalmente para o modelo de negócio que adotamos, que é muito simples: padronização.

Centralizamos toda a operação para gerenciar melhor e também temos uma indústria própria de insumos que entregamos ao franqueado. Tudo isso faz com que o tempo de preparo seja menor, em torno de sete minutos para montar e a assar, e também o número de funcionários reduzido, uma média de três por unidade”, conta.

Os benefícios do processo otimizado e da alta padronização do negócio também atingem os clientes, que podem escolher entre 44 opções de sabores e receber a refeição em tempo recorde no delivery. Conforme Mol, 85% dos pedidos são entregues em menos de 35 minutos.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

19/07/2018
Demanda por cães de guarda cresce em BH
Algumas empresas apontam aumento no número de clientes, apesar de a crise ter impactado os negócios
19/07/2018
Brasil é o 2º país mais complexo da América Latina
Ranking foi elaborado pela IMF
19/07/2018
Google é multada em US$ 5 bilhões na Europa
Autoridades decidiram aplicar a penalidade por conta do uso do sistema Android para tirar rivais do mercado
19/07/2018
Domo Invest vai gerir fundo do BNDES para startups
Após processo de seleção envolvendo 14 concorrentes, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) definiu a Domo Invest como gestora do Fundo de...
19/07/2018
Ânima anuncia a compra de faculdade no Sul
São Paulo - A Ânima Educação anunciou ontem acordo para aquisição da Faculdade Jangada, em Jaraguá do Sul (SC), pelo valor de R$ 7,6...
› últimas notícias
Indústria pode recorrer à Justiça por repasse de verbas
Antecipação do abono anima CDL-BH
Em Minas, setor automotivo espera impulso com o Rota 2030
PBH cumpre 1ª etapa de auditoria
Demanda por cães de guarda cresce em BH
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.