Publicidade
20/11/2017
Login
Entrar

FEDERAMINAS - Negócios em Foco

09/06/2017

Federaminas lança o projeto Pró-Município, idealizado para o desenvolvimento local

Assessoria de Comunicação da Federaminas
Email
A-   A+
Autoridades estaduais e municipais e lideranças das principais entidades empresariais mineiras participaram, na sede da Federaminas, do café de lançamento do Pró-Município, projeto idealizado pela entidade e executado em parceria com a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), objetivando o desenvolvimento econômico e social dos municípios pela integração das entidades empresariais, sociedade civil e poder público locais. A iniciativa será implantada em 26 cidades de diferentes regiões do Estado, e inspira-se em experiências bem-sucedidas realizadas em Medelín, na Colômbia; e Essen, na Alemanha.

No evento, em 5 de junho, o presidente da Federaminas, Emílio Parolini, disse que o Pró-Município é um projeto revolucionário e que, no período de um ano, deverá apresentar abrangente diagnóstico das potencialidades e demandas necessárias ao desenvolvimento das diversas regiões mineiras.

Ele salientou que o projeto não é da Federaminas ou da associação comercial do município, mas de toda a comunidade, e deverá contribuir para o empoderamento da sociedade como um todo. Afirmou que o momento de crise econômica, social e política no País induz à busca do desenvolvimento das cidades pela integração dos entes sociais, públicos, privados e da sociedade civil, sendo esse o motivo que levou a entidade a propor à Codemig a realização do projeto.

Fundamentado em experiências de sucesso em cidades que se organizaram e se integraram em planos de desenvolvimentos locais, como Medelín, na Colômbia; e Essen, na Alemanha. O foco do trabalho será estruturar um conselho de desenvolvimento, constituído pelas diversas entidades da sociedade civil, entidades empresariais e do poder público municipal, construindo, de forma objetiva e factível, um plano de gestão municipal, além de estruturar processos de acompanhamento e cobrança de resultados, com a participação desses mesmos agentes, de maneira a responder aos anseios e necessidades da comunidade, gerando desenvolvimento socioeconômico municipal.

O consultor Clóvis Consoli, com iniciativa semelhante desenvolvida em Santa Catarina, afirmou que o grande objetivo do Pró-Município é deixar um legado para as cidades. Disse que o projeto busca o desenvolvimento sustentável com inclusão social nos municípios, com base em modelo de gestão municipal com processos estruturados, utilizando metodologia alemã já testada com sucesso no Brasil e que ouve cerca de 80 pessoas formadoras de opinião nas comunidades a respeito de sua visão sobre o futuro da cidade dentro de 20 anos.

Repercussão - Presente ao evento, o presidente da Federação da Agricultura do Estado de Minas Gerais (Faemg), Roberto Simões, relatou experiências bem-sucedidas de desenvolvimento local que conheceu em países europeus e que tiveram como pilar parceria entre os setores público e privado. Por isso, sustentou que o Pró-Município está no caminho certo e alcançará sucesso.

A gestora de Relacionamento e Negócios do DIÁRIO DO COMÉRCIO, Adriana Muls, ao considerar que o momento nacional convida à construção de um projeto de nação, afirmou que o Pró-Município, por corresponder ao interesse das comunidades, é iniciativa merecedora de elogios. Assim, colocou o DC – que realiza o Minas 2032 – alinhado com o projeto da Federaminas.

Mardem Magalhães, diretor de Operações do Sebrae-MG, também ressaltou a importância do Pró-Município, dizendo que ele preenche lacuna de metodologia e experiência de implantação de projeto dessa natureza em Minas.

Também Fernando Passálio, superintendente do Fórum Permanente Mineiro de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Fopemimpe), destacou o projeto e mostrou sua expectativa de que ele produza programas importantes e mais consistentes para o desenvolvimento dos municípios.

O Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea-MG) manifestou apoio à iniciativa através do seu gerente das câmaras temáticas. Oswaldo Dehon afirmou que o Pró-Município se adéqua a projetos do órgão voltados para melhorar o IDH de áreas do Vale do Jequitinhonha.

Estão incluídas no Pró-Município as cidades de Barão de Cocais, João Monlevade, Belo Oriente, Governador Valadares, Conceição do Mato Dentro, Ouro Preto, São João del-Rei, Além Paraíba, Santa Vitória, Unaí, João Pinheiro, Carmo do Cajuru, Arcos, Piumhi, São Roque de Minas, Muzambinho, Campos Gerais, Elói Mendes, Diamantina, Angelândia, Capelinha, Minas Novas, Turmalina, Janaúba, Porteirinha e Paraopeba (em parceria com a Faemg).

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

11/11/2017
Federaminas realiza em Araxá o I Encontro Conexão Startups
Com o objetivo de oferecer a empreendedores oportunidade de se conectarem a potenciais clientes, parceiros, investidores e apoiadores de seus negócios atuais ou futuros, a Federaminas,...
11/11/2017
São Roque de Minas aprova o conselho para o Pró-Município
A Câmara Municipal de São Roque de Minas aprovou em 26 de outubro projeto de lei criando o Conselho de Desenvolvimento Econômico (Desenvolve), uma das etapas da...
11/11/2017
Evento em Lagoa Santa avalia desenvolvimento no vetor norte
“Cenário do desenvolvimento econômico e social no vetor norte e em Minas Gerais” é o tema em debate em café empresarial que a Associação...
28/10/2017
Projeto Pró-Município define prioridades para Belo Oriente
Educação profissionalizante, competitividade empresarial, segurança pública e cidadania – desenvolvimento social são as áreas prioritárias...
28/10/2017
Ponte Nova aborda problemas criados por comércio irregular
Diante de problemas decorrentes do crescimento do comércio irregular na cidade, a Associação Comercial de Ponte Nova criou uma comissão destinada a avaliar a...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.