Publicidade
23/10/2017
Login
Entrar

Agronegócio

21/04/2017

Feragro deve gerar R$ 5 milhões em negócios no Vale do Jequitinhonha

Feira em Capelinha acontece em maio
Michelle Valverde
Email
A-   A+
Organizadores estimam que o evento em Capelinha vai receber 4 mil visitantes durante os dois dias/Multideias/Divulgação
Nos dias 4 e 5 de maio, a cidade de Capelinha, no Vale do Jequitinhonha, recebe a Feira Regional de Máquinas, Equipamentos e Insumos Agropecuários (Feragro). Com 40 estandes e expectativa de receber 4 mil visitantes, o evento movimentará, pelo menos, R$ 5 milhões em negócios diretos. Durante a feira, os produtores poderão participar de palestras, workshops e investir em novas tecnologias. A novidade desta edição é a realização da Feira do Programa Pró-Genética, que disponibiliza bovinos de alto padrão genético a preços acessíveis para os pecuaristas.

A Feragro é realizada pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), Associação Comercial, Industrial, de Agronegócios e Serviços de Capelinha (Aciac) e Prefeitura Municipal de Capelinha.

De acordo com o gerente regional da Emater-MG em Capelinha, Valmar Gonçalves, a Feragro, além de reunir empresas fornecedoras de insumos e máquinas para a produção agrícola e pecuária, é uma oportunidade de divulgar o potencial e a variedade de culturas desenvolvidas na região do Vale do Jequitinhonha.

“A Feragro é uma feira de negócios que foi idealizada pela Emater e pela Aciac. O objetivo é apresentar aos agricultores familiares da região os empresários da área de produtos agropecuários e estimular os negócios. No espaço serão apresentadas as tecnologias desenvolvidas para o campo. Vale ressaltar que a região de Jequitinhonha tem uma produção variada, incluindo o café, a madeira, o mel, o leite, a piscicultura, o artesanato e as hortaliças. E a feira vem para apresentar os produtos da região. Nosso objetivo é valorizar a produção regional”, explicou Gonçalves.

Capacitação - Nos dias 4 e 5 de maio, serão realizadas palestras e workshops com temas diversificados e voltados para a capacitação dos produtores. Entre os temas estão a importância da melhoria genética dos bovinos, a produção de cafés sustentáveis, a produção e o mercado para a madeira tratada, ações para o fortalecimento da apicultura e derivados, conservação do solo e da água, entre outros.

Nesta edição, serão 40 estandes reunindo empresas de variados segmentos como máquinas, equipamentos, insumos e entidades financeiras. Também haverá uma área para a demonstração dos implementos e feira da agricultura familiar.

Genética - Pela primeira vez, a Feragro contará com a feira de reprodutores e matrizes do Programa Pró-Genética. É a oportunidade para que os pecuaristas invistam em animais de genética superior, ideais para o melhoramento da qualidade do rebanho comercial de corte e de leite.

O presidente da Aciac, Maurício Teixeira, destaca que as expectativas em relação à Feragro são as melhores pela diversidade produtiva, com destaque para a cafeicultura, o eucalipto e também a fruticultura, que está em fase inicial e já apresenta resultados promissores. A região também produz tomate e outras hortaliças.

“O País passa por turbulências políticas e socioeconômicas e, por ser muito privilegiada, a região ainda não foi afetada. Como nós não temos grandes empresas, ainda é o agronegócio o carro-chefe. O Jequitinhonha é muito promissor e com muitas oportunidades a serem exploradas por vários segmentos. A feira do ano passado foi um sucesso e, com certeza, este ano vai ser muito melhor. Todos os expositores do ano passado confirmaram presença novamente por terem feito muitos negócios na edição anterior”, explicou Teixeira.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/10/2017
Receita da agropecuária deve cair 8,6%
Estimativa é de que o setor apure R$ 53,99 bi neste ano em Minas Gerais, sendo R$ 34,38 bi da agricultura
21/10/2017
Cafés do Sul e Matas de Minas têm mais amostras no Coffee of the Year
Os 150 melhores cafés do Brasil já estão classificados para o Coffee of the Year 2017. Ao todo, foram avaliadas 239 amostras das doze principais regiões do País,...
21/10/2017
Preços podem estimular cultivo de tangerinas Murcott e Rio no Estado
O fim da safra da tangerina Ponkan somado à tendência de mercado apresentada em 2016 deve estimular a produção de tangerinas Murcott e Rio no último trimestre do...
21/10/2017
Previsão para pecuária é de queda de 0,3%
Com base nos dados de setembro, o VBP da pecuária de Minas Gerais, para 2017 foi estimado em R$ 19,6 bilhões, queda de 0,3%. A retração foi influenciada pelos resultados...
20/10/2017
União lança linha premium BonQ
Estratégia é oferecer queijos de qualidade diferenciada com preços mais acessíveis
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.