Publicidade
21/11/2017
Login
Entrar

DC Auto

12/05/2017

Ford apresenta inédito motor 1.5 de três cilindros e 137 cv

Da Redação
Email
A-   A+
A Ford apresentou um novo motor 1.5 Flex de três cilindros em um evento em São Paulo (SP) com a presença do ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira. O novo motor, que vai estrear mundialmente no Brasil, traz tecnologias inéditas e segue a tendência conhecida como “downsizing”, de diminuição da cilindrada e aumento da potência específica, com menor consumo de combustível e emissões.

O ministro destacou a Ford por atender as metas do Inovar-Auto. Ele também falou sobre a nova proposta do programa industrial para o setor automobilístico, conhecido como Rota 2030, para incentivar o desenvolvimento da tecnologia e inovação. “Esse programa será uma das bases para o aumento da competitividade do setor automotivo nacional”, disse Marcos Pereira.

A Ford tem uma longa tradição no desenvolvimento de motores. “O Brasil será o primeiro mercado a lançar o novo 1.5 de três cilindros, que traz soluções avançadas para oferecer benefícios reais aos consumidores”, disse Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul.
O propulsor 1.5 tem uma potência de 137,2 cv e torque de 158,5 Nm com etanol, um desempenho que supera inclusive motores de quatro cilindros com maior cilindrada e conta com a classificação A de eficiência energética do Inmetro/Conpet.

O primeiro modelo da montadora a utilizar o novo motor deverá ser o EcoSport, que passará por renovação nos próximos meses. Futuramente, o propulsor 1.5 de três cilindros ganhará uma versão com turbo e passará a integrar a família Ecoboost.

O projeto de três cilindros permite tamanho e peso compactos, qualidades que são reforçadas pelo uso de bloco de alumínio. Suas soluções técnicas incluem coletor de escape integrado, eixo balanceiro com mancais hidrodinâmicos, bomba de óleo variável, correia imersa em óleo e duplo comando variável e independente de válvulas (tecnologia TiVCT).

Tem ainda bobinas de ignição individuais para cada cilindro, velas de ignição centralizadas na câmara de combustão, tuchos hidráulicos com balancins roletados, virabrequim deslocado da linha de centro e sistema de partida a frio eletrônica Easy Start.

Os motores de três cilindros já demonstraram a sua eficiência e foram bem recebidos pelos consumidores, tanto que equipam hoje os veículos mais vendidos do mercado. As opções atualmente disponíveis com essa configuração, porém, estão limitadas a propulsores de 1 litro.

A Ford é a primeira a desenvolver um motor de três cilindros com 1,5 litro, ampliando o seu potencial de aplicação em veículos que vão além do segmento de entrada.

No Brasil, o primeiro três cilindros da Ford foi o 1.0 TiVCT 12V Flex. Lançado com o novo Ka, ele combina alta potência (85/80 cv) com economia e é um dos pilares do sucesso da linha.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

17/11/2017
Chevrolet apresenta a S10 100 Years
Versão limitada a 450 unidades, numeradas, utiliza motor 2.8 Turbo Diesel e câmbio de 6 marchas
17/11/2017
Jaguar XE 2018 chega ao mercado nacional com novas opções de motores e duas versões
O Jaguar XE chega ao modelo 2018 com a nova linha de motores Ingenium, totalmente desenvolvida pela Jaguar Land Rover. Os novos propulsores Ingenium são bastante leves e compactos,...
10/11/2017
Subaru Forester ganha nova versão de entrada
Linha do utilitário passa a contar com 3 opções
10/11/2017
Continental investe em segurança digital automotiva
A conectividade dos veículos já é uma realidade e novos sistemas estão sendo desenvolvidos para tornar os carros cada vez mais eficientes, autônomos e seguros....
10/11/2017
Motor Boxer 2.0, aspirado, rende 150 cv
O Forester L está equipado com o mesmo conjunto mecânico da versão intermediária da gama (Sport): motor Boxer 2.0 litros aspirado, com 150 cv de potência e torque...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.