20/06/2018
Login
Entrar

DC Auto

28/07/2017

Ford EcoSport quer recuperar terreno

Com nova geração, objetivo da montadora é figurar entre os líderes do segmento que ajudou a criar
José Oswaldo Costa, de Recife (PE)*
Email
A-   A+
O segmento de utilitários esportivos compactos é o que mais cresce no Brasil. Em 2003, quando a Ford inaugurou este nicho no País com o EcoSport, a participação no mercado total de veículos vendidos era de apenas 2%.

Em 2015, passados 12 anos, pulou para 5%. E agora, a previsão é de que, encerrado o ano, ele seja responsável por nada menos que 13% do mercado. Um grande salto.

O EcoSport reinou absoluto por doze anos. Tanto que, em 2009, chegou à marca de 500 mil unidades vendidas. Porém, a concorrência se mexeu e Honda HR-V e Jeep Renegade se tornaram os “xodós” do consumidor brasileiro.

Disposta a recuperar o terreno perdido, a Ford acaba de apresentar a nova geração do EcoSport. Modelo mundial, que chegará a mais de 140 países, tem o Brasil como seu mercado de estreia.

A aposta no modelo é grande. Tanto que a diretoria da empresa informou, na apresentação do modelo à imprensa especializada, que “com o novo EcoSport vamos voltar para as cabeças, vamos voltar a figurar entre os líderes de vendas”. Aposta alta em um segmento tão concorrido.

Leia também
Interior renovado e requintado se destaca

Novo motor
– Para tanto, além das profundas mudanças realizadas na dianteira e no interior, sobre as quais falaremos posteriormente, a montadora aposta na utilização de um outro lançamento mundial: o motor 1.5 de 3 cilindros, aspirado, que equipará algumas versões do SUV.

Ele é capaz de render 130/137 cv (gasolina/etanol) e conta com torque de 153/158 Nm (gasolina/etanol). De acordo com a Ford, é o motor naturalmente aspirado com a maior potência específica do mercado: 91,5 cv por litro.

Ainda segundo a montadora, na versão manual, faz 8,3 km/l (etanol) e 11,6 km/l (gasolina) no trânsito urbano. Em rodovias, 9,0 km/l (etanol) e 13,1 km/l (gasolina). Na versão automática, os números são os seguintes: 7,1 km/l (etanol) e 10,4 km/l (gasolina) na cidade e 8,9 km/l (etanol) e 12,8 km/l (gasolina) na estrada.

Falando em câmbio, outra novidade. A transmissão automatizada Powershift dá lugar a uma automática de 6 marchas. Com esse câmbio, a montadora passa a oferecer paddle shifts (borboletas) no volante para trocas manuais. A outra opção é o câmbio manual de 5 marchas.

O modelo continua sendo equipado, em sua versão topo de linha (Titanium) com um motor 2.0. É o mesmo utilizado no Focus e apresenta duplo comando de válvulas variável e direção direta de combustível.

Ele é capaz de render 170/176 cv (gasolina/etanol) e apresenta torque de 202/221 Nm (gasolina/etanol). A Ford informa que, como ele, o EcoSport leva 9,5 segundos para sair da imobilidade e atingir os 100 km/h. Já o consumo informado é de 6,1 km/l (etanol) e 8,8 km/l (gasolina) na cidade. Nas estradas, 8,3 km/l e 12,0 km/l, etanol e gasolina, respectivamente.

* O jornalista viajou a convite da Ford

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

15/06/2018
CBR 1000 RR Fireblade 2018 é lançada
Nova geração do modelo da Honda está 15 kg mais leve, 11 cv mais potente e recheada de eletrônicos
08/06/2018
Fiat Cronos se destaca pelo acabamento
Versão Precision, topo de linha do sedan-compacto, ainda conta com bom pacote de equipamentos
25/05/2018
Novo Mini Cooper hatch chega em junho
Modelo foi apresentado em janeiro deste ano no Salão de Detroit (EUA) e ganhou visual renovado
25/05/2018
Itens e preços de cada versão do compacto
Mini Cooper Exclusive - 3 portas – (R$ 119,99 mil): A versão oferece, entre os itens de série, assentos dianteiros esportivos com ajuste de altura; alarme; ar-condicionado;...
18/05/2018
City 2018 recebeu pequenas mudanças
Sedan compacto da Honda teve algumas alterações no design e conta com novo sistema multimídia
› últimas notícias
Novo cenário econômico impacta a construção civil
MRS firma parcerias para avançar
Camex susta antidumping a produtos de China e México
Compras das siderúrgicas retraem 3%
Anfavea e Finep estudam construção de centro de testes automobilísticos
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


20 de junho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.