Publicidade
21/05/2018
Login
Entrar

Internacional

11/05/2018

Frango: UE volta atrás, e retoma discussões sobre embargo ao País

AE
Email
A-   A+
São Paulo - A União Europeia (UE) “abriu uma janela de negociação” em relação ao embargo dos 20 frigoríficos brasileiros exportadores de carne de frango ao bloco, informou ontem o secretário executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Eumar Novacki, em São Paulo.

“Quando deixamos claro que iríamos retaliar, com a possibilidade, por exemplo, de abrir um painel na Organização Mundial do Comércio (OMC), o embaixador da UE nos chamou para conversar”, disse Novacki, acrescentando que recebeu o representante do bloco, João Gomes Cravinho, na segunda-feira (7).

Na mesa de negociações, comentou, entrou não só a questão do frango, mas toda a balança comercial entre o Brasil e o bloco europeu. “É uma balança muito equilibrada, com US$ 35 bilhões exportados pra lá e US$ 33 bilhões importados do bloco”, informou o secretário executivo.

“Quando eles viram que tínhamos munição, resolveram sentar para negociar”, disse Novacki. “É interessante para ambas as partes manter um bom nível de entendimento”, acrescentou. Novacki comentou, ainda, que o embaixador argumentou que “faltou um diálogo maior” entre ambas as partes e que se comprometeu a ajudar, junto ao bloco, nas negociações daqui para frente.

Como mostra de boa vontade por parte do Brasil, Novacki relatou que o Ministério da Agricultura levantou o autoembargo às exportações brasileiras de pescados para o bloco europeu, suspenso desde o fim do ano passado.

“Liberamos esta semana a exportação de pele de tilápia”, comentou. “Já informamos isso ao embaixador e à União Europeia. Vamos ver como eles reagem a isso”, disse o secretário executivo, sem definir quando seria uma próxima reunião com representantes do bloco para tratar da questão específica do frango.

Plano Agrícola e Pecuário - Novacki participou ontem de uma reunião na Federação da Agricultura e Pecuária de São Paulo (Faesp), em São Paulo, para receber as propostas do setor agropecuário paulista para o Plano Agrícola e Pecuário 2018/19, que entra em vigor em 1º de julho deste ano.

O secretário executivo deu o prazo de 15 dias para responder às considerações da entidade.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

19/05/2018
OMS alerta Brasil sobre surtos de doenças
Diretor-geral de entidade diz que País corre grande risco com alto fluxo de pessoas que circulam nas fronteiras
19/05/2018
Programa de resgate vai focar em redução da dívida pública da Argentina
Washington - A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, afirmou, na sexta-feira (18), que o objetivo do programa de resgate à Argentina...
18/05/2018
Tensões começam a afetar comércio
Segundo entidade internacional, protecionismo pode prejudicar avanço do setor no mundo
18/05/2018
Detalhes de apoio do FMI já estão em discussão
Washington - O Fundo Monetário Internacional (FMI) espera fornecer à Argentina um programa de apoio de alto acesso, mas detalhes precisos sobre o que ele irá abranger ainda...
18/05/2018
Norte exige concessões do Sul para seguir conversas
Seul - A Coreia do Norte criticou ontem a Coreia do Sul, advertindo que encerraria definitivamente as conversas intercoreanas, a menos que Seul fizesse concessões em relação...
› últimas notícias
Minas Gerais cria 23.563 vagas em abril
Two-Flex Aviação transporta cargas entre Varginha e BH
Governo fala que estuda redução de impostos
Caminhoneiros anunciam greve contra preço do diesel
Sigma aporta R$ 230 mi na produção de lítio
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de maio de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.