20/07/2018
Login
Entrar




Internacional

10/10/2017

GM almeja liderar mercado de veículos elétricos no Cone Sul das Américas

Email
A-   A+
São Paulo - O presidente da General Motors para o Mercosul, Carlos Zarlenga, afirmou ontem que a montadora norte-americana quer liderar o mercado de veículos elétricos no bloco econômico nos próximos anos.

Falando durante o Congresso Autodata Perspectivas 2018, o executivo afirmou que a GM tem como meta lançar 20 produtos elétricos no mundo nos próximos cinco anos.
“Se somos líderes no Mercosul (em vendas), temos que liderar em eletrificação”, falou o executivo. “Para liderarmos no Mercosul, vamos ter que trabalhar isso no Brasil também”, acrescentou Zarlenga, sem dar mais detalhes.

O executivo comentou que a venda de um veículo na região gera uma média de “US$ 25 mil a US$ 30 mil, incluindo pós-venda, mas se você pensar nos ganhos que tecnologias como veículos autônomos poderão gerar, isso sobe para US$ 500 mil ao longo da vida útil do veículo”, ponderou Zarlenga.

O executivo comentou à Reuters que o mercado brasileiro deverá passar por uma “evolução muito rápida” nos próximos anos.

Ele acrescentou que a GM deve anunciar novos investimentos no Brasil em breve. A empresa já anunciou investimentos de R$ 4,5 bilhões entre este ano e 2020, dentro de um pacote de R$ 13 bilhões que vem sendo aplicado desde 2014.

“Não acabamos com anúncios de investimento e vamos ter mais um proximamente”, afirmou o executivo na apresentação durante o congresso.

Lançamentos - Questionado pela Reuters sobre o foco da GM nos próximos investimentos, Zarlenga comentou que a montadora pretende ter lançamentos “em segmentos novos em que ainda não participamos”. Um exemplo é o utilitário esportivo Equinox, que teve vendas no País anunciadas pela montadora neste ano.

A categoria de SUVs foi uma das poucas a apresentar crescimento durante a crise do mercado nacional e tem continuado a atrair interesse, com novas entrantes no País, como a sul-coreana Ssangyong, que pretende voltar a exportar seus modelos de SUV e picapes para o Brasil a partir de 2018.

“Temos uma expectativa muito forte sobre a Equinox, segmento em que não estamos”, revelou Zarlenga, que espera um crescimento do mercado brasileiro de veículos em 2018 de 7% a 16%, para algo entre 2,4 milhões e 2,6 milhões de unidades.

Mais cedo, em apresentação gravada para o congresso, o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Antonio Megale, afirmou que a entidade prevê que as vendas de veículos no País cresçam dois dígitos no próximo ano, ante uma expansão projetada para 2017 de 7,3%.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

20/07/2018
UE alerta que tarifas dos EUA sobre carros serão um desastre
Vendas do setor do bloco ao país americano superam 50 bi de euros por ano
20/07/2018
Trump critica altas de juros pelo Fed
São Paulo - O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, criticou o movimento de aperto monetário do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) e disse que...
19/07/2018
UE anuncia medidas de proteção contra importações de produtos de aço
Salvaguardas entram em vigor hoje
19/07/2018
Pompeo afirma que acordo de desnuclearização com Coreia do Norte pode demorar
Washington - Fechar um acordo de desnuclearização com a Coreia do Norte “pode levar algum tempo”, disse o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo,...
19/07/2018
Trump diz que "resultados virão", após encontro com Putin
São Paulo - O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump , disse ontem que se deu bem com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, na cúpula realizada pelos dois...
› últimas notícias
Responsabilidade é decisiva para novos consumidores
Lojistas de BH apostam nos shopping
Setor de fundição avança 3,5% em Minas no 1º semestre
Indústria e comércio foram os mais afetados com a greve dos caminhoneiros
Produção da Anglo em complexo recua 64% no 1º semestre
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


20 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.