22/06/2018
Login
Entrar

Finanças

13/06/2018

Ibovespa se recupera após série de quedas

Reuters
Email
A-   A+
São Paulo - O Ibovespa fechou no azul ontem, quebrando uma série de cinco pregões em queda, apoiado principalmente na alta dos papéis da Vale e da B3, mas os receios com o cenário político-eleitoral e a economia no Brasil mantiveram o clima de cautela.

O principal índice do mercado acionário doméstico subiu 0,62%, a 72.754 pontos. Na máxima da sessão, a alta chegou a 1,4%. O giro financeiro somou R$ 9,7 bilhões. O alívio ocorreu após o Ibovespa acumular, nos últimos cinco pregões, queda de 8%. Das 67 ações que fazem parte da carteira, 31 papéis ainda encerraram o pregão no vermelho.

Na visão do analista Leandro Martins, da Modalmais, o mercado encontrou alguns pontos de suporte, mas ainda não tem força para retomar níveis anteriores à greve dos caminhoneiros, dada a deterioração de fundamentos econômicos, saída de estrangeiros e cenário eleitoral incerto.

“O mercado está em compasso de espera”, disse. Segundo ele, há oportunidades na bolsa após as fortes quedas recentes, mas o cenário ainda muito volátil justifica a cautela do investidor.

Câmbio - Após mais duas atuações de surpresa do Banco Central (BC), o dólar terminou ontem em queda e no patamar de R$ 3,70, afastando-se da tendência de valorização no exterior em meio à expectativa sobre o desfecho do encontro de política monetária do Federal Reserve, banco central norte-americano, hoje.

O dólar recuou 0,52%, a R$ 3,7075 na venda, depois de subir 0,54% na véspera. Na mínima do dia, o dólar chegou a R$ 3,6680, logo após o BC chamar mais um leilão de novos swaps cambiais tradicionais com oferta de até 30 mil, vendidos integralmente.

“O mercado está cauteloso em função da reunião do Fed e questões internas, mas ele se mantém amortecido com o BC agindo”, afirmou o operador de câmbio da corretora Spinelli José Carlos Amado.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

22/06/2018
Ibovespa cai 2,84%, puxado pela Petrobras
São Paulo - O principal índice acionário da B3 fechou em queda ontem, pressionado pela volta da aversão a risco no exterior, em sessão que teve ainda as...
22/06/2018
Oferta da PagSeguro compromete viabilidade de IPO do AgiBank
São Paulo - A oferta subsequente de ações anunciada nesta semana pela empresa de meios de pagamentos PagSeguro comprometeu a viabilidade da oferta inicial de...
22/06/2018
Diretor vê maior chance de teto dos gastos e regra de ouro serem descumpridos
Rio de Janeiro - Aumentaram as chances de o próximo governo, a ser eleito no pleito de outubro, ver o teto constitucional para os gastos públicos ser rompido e a regra de ouro,...
22/06/2018
BC entra em cena e dólar fecha com queda
São Paulo - O dólar terminou ontem em queda ante o real, após duas atuações do Banco Central (BC) no mercado de câmbio e ainda sob influência do...
21/06/2018
Banco Central mantém Selic a 6,5% e cita recuperação "mais gradual"
Para especialistas, decisão indica que banco não deve mexer tão cedo na taxa
› últimas notícias
Minas apura alta de 1,4% no primeiro trimestre
Operação financeira depende do Judiciário
Lucro das cinco maiores cresce 44,8% frente a 2017
Ocupação frequente do Expominas beneficia hotéis do Oeste de BH
União programa realizar em novembro megaleilão de áreas para exploração do pré-sal
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


22 de junho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.