20/07/2018
Login
Entrar




Economia

17/02/2017

Intenção de Consumo das Famílias sobe 1,2% em fevereiro, mas fica aquém do apurado em 2016

Email
A-   A+
Rio de Janeiro - Os brasileiros ficaram mais propensos às compras em fevereiro, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) alcançou 77,1 pontos, o que corresponde a um aumento de 1,2% em relação a janeiro.

No entanto, o resultado permanece abaixo dos 100 pontos, o que indica uma percepção de insatisfação com as condições correntes. O indicador está 2,1% abaixo do patamar registrado em fevereiro de 2016.

Segundo a CNC, o custo elevado do crédito, o alto desemprego e a queda da renda ainda impedem resultados melhores da pesquisa. Mas os cortes recentes na taxa básica de juros, aliados ao processo de redução da inflação, devem promover um maior incentivo à recuperação do comércio e à confiança do consumidor.

“Mas é válido ressaltar que o ritmo de melhora das vendas e da atividade do setor ainda vai depender da velocidade de redução do endividamento das famílias, das empresas e da retomada do mercado de trabalho”, ponderou Juliana Serapio, assessora econômica da CNC, em nota oficial.

Em fevereiro, os dois componentes ligados ao emprego registraram pontuação acima da zona da indiferença. A avaliação sobre o Emprego Atual atingiu 106,4 pontos, alta de 0,7% em relação a janeiro e elevação de 0,1% na comparação com fevereiro de 2016. Já a Perspectiva Profissional atingiu 101,8 pontos, aumento de 1,9% ante janeiro, mas 1,4% menor do que em fevereiro do ano passado.

Emprego - O porcentual de famílias que se sentem mais seguras em relação ao emprego atual subiu para 31,5% em fevereiro, ante 31,3% em janeiro.

Por outro lado, o subitem Nível de Consumo Atual teve a menor pontuação mensal, 52,3 pontos, queda de 0,4% ante janeiro e recuo de 6,1% na comparação com o mesmo período do ano anterior. A maioria das famílias (60,6%) declarou estar com o nível de consumo menor do que no ano passado. (AE)

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

20/07/2018
Microsoft encerra trimestre com lucro de US$ 8,87 bi
São Paulo - A Microsoft apresentou lucro líquido de US$ 8,87 bilhões no quarto trimestre fiscal, o equivalente a US$ 1,14 por ação, apresentando...
20/07/2018
Confiança do empresário caiu 4,3% em julho, o nível mais baixo desde agosto de 2017
Rio de Janeiro - O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) caiu 4,3% em julho ante junho, para 103,9 pontos, informou ontem a Confederação...
20/07/2018
Inadimplência cresceu 1,98% em junho, alcançando 61,8 milhões de brasileiros
São Paulo - O índice de inadimplência do consumidor cresceu 1,98% em junho na comparação com o mesmo mês de 2017, informa a Serasa Experian. O...
20/07/2018
Superávit da balança comercial é de US$ 5,8 bilhões
Rio de Janeiro – A balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 5,8 bilhões em junho. O resultado levou a um saldo de US$ 30 bilhões no...
20/07/2018
Varejo: previsão de fechar o ano com vendas 3,6% maiores
As vendas do varejo brasileiro devem fechar 2018 com o segundo crescimento consecutivo, podendo atingir 3,6%, estima a Associação Comercial de São Paulo (ACSP). A...
› últimas notícias
A precificação de carbono
Câmbio automático para Polo e Virtus 1.6
AGENDA TRIBUTÁRIA ESTADUAL
CURTAS | DC Mais 20/05
AGENDA CULTURAL 20/07
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


20 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.