Publicidade
21/11/2017
Login
Entrar

DC RH

24/08/2017

Jovens querem mudar processos das empresas

Da Redação
Email
A-   A+
É comum as pessoas terem visões diferentes e modos variados de agir diante das situações. Por isso, em muitas ocasiões, as críticas à gestão aparecem. Uma pesquisa do Nube – Núcleo Brasileiro de Estágios fez o seguinte questionamento a jovens entre 15 e 26 anos: “Se pudesse ser presidente da sua empresa, o que você faria?”. O resultado mostrou como a arte de apontar os erros não é suficiente para levar um empreendimento ao sucesso.

O estudo foi realizado de 24 de julho a 4 de agosto e contou com a participação de 31.063 jovens do país. Para a maioria absoluta – 86,51% (26.874 pessoas) –, a primeira atitude seria “mudar vários processos”. De acordo com Greici Daniel, analista de treinamento do Nube, essa é, claramente, uma característica da geração Y. “Eles são criativos, inovadores e imediatistas, além de muito mais antenados e globalizados. Com isso, são impacientes, desejam retorno rápido e têm uma certa dificuldade para se adaptar principalmente aos processos mais burocráticos”, explica. Logo, fica clara a insatisfação e vontade de propor mudanças e melhorias. “Todavia, é necessário antes de reclamar ou pontuar falhas, conhecer a corporação, entender o motivo de suas decisões e por que os processos foram implantados”, recomenda.

Para 7,35% (2.284), a medida seria “aumentar o salário dos meus amigos”, “deixar todos trabalharem de casa” foi apontado por 2,77% (860 pesquisados), para os mais liberais, “ninguém teria horário e nem regras para trabalhar (2,20% dos votos ou 684 jovens) e por fim, 1,16% (361) “demitiria muitas pessoas”. Entretanto, essa deve ser a última ação de um líder. [

“Diversos fatores são levados em consideração antes do desligamento. É papel do gerente orientar e desenvolver seus colaboradores, oferecer feedback e ter clareza com relação aos seus pontos positivos e quais merecem mais atenção”, orienta a especialista. O corte só é considerado quando todas as tentativas forem esgotadas.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

01/09/2017
Coaching é estratégico na recolocação
Adentrar em uma nova área significa começar a construir uma nova carreira praticamente do zero
01/09/2017
Cargos estão congelados em 2017, aponta pesquisa
Não é novidade que o brasileiro tem enfrentado desafios com o cenário político e macroeconômico. Nos últimos anos, o profissional viu redução...
01/09/2017
Terceirização inteligente traz benefícios
São Paulo - A terceirização inteligente pode trazer benefícios para as empresas e para o mercado. Segundo Diego Montenegro Beaujean, diretor da BK Outsourcing, uma das...
01/09/2017
Nova forma de aprendizado e qualificação
Há gerações seguimos a conhecida fórmula de crescimento profissional: formar na escola, entrar na universidade, concluir a graduação e emendar pós,...
24/08/2017
Selpe investe R$ 2 milhões em inovação
Recursos também foram direcionados para a expansão com a abertura de uma unidade em São Paulo
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.