20/06/2018
Login
Entrar

DC Inovação

08/02/2018

Klabin compra 12,5% de startup voltada à celulose nanocristalina

AE
Email
A-   A+
Klabin vai usar CNC na criação de papéis e embalagens/Divulgação
São Paulo - A Klabin anunciou ontem a aquisição de 12,5% da startup israelense Melodea Bio Based Solutions, de tecnologia de extração de celulose nanocristalina (CNC), produzida 100% a partir de fontes renováveis, por US$ 2,5 milhões. Segundo a companhia, a compra fortalece a frente de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P&D+I) da Klabin, que está focada na construção de soluções que visam o uso responsável, eficiente e sustentável dos recursos naturais.

A Klabin diz que seu objetivo é fazer uso da celulose nanocristalina (CNC) na criação de papéis e embalagens ainda mais resistentes, 100% recicláveis, além de potencializar oportunidades para novos negócios em produtos de base florestal.

“A capacidade de adoção da base tecnológica de CNC da Melodea é altíssima, com aplicações potenciais em diversos setores. A CNC, em uma combinação de propriedades como alta cristalinidade, capacidade de formar filmes e estruturas densas e de alta coesão, é uma rota inovadora para o desenvolvimento de barreiras renováveis e sustentáveis em papéis e embalagens, proporcionando mais resistência em relação à penetração de ar, água, vapores e óleos, entre outros; é uma tecnologia com menor impacto ambiental”, afirma o diretor de Tecnologia e Unidade de Celulose da Klabin, Francisco Razzolini.

“Temos uma notável sinergia com os compromissos de inovação e desenvolvimento sustentável da Klabin e nossa tecnologia contribuirá para incrementar a sua liderança de mercado, com o lançamento de uma nova geração de produtos industriais íntegros e renováveis, baseados em CNC”, acrescenta o CEO da Melodea, Shaul Lapidot.

A Klabin informa que, nos últimos três anos, aportou R$ 70 milhões para completar a integração das frentes de pesquisa e desenvolvimento das áreas florestal e industrial. “Em junho de 2017, a Klabin inaugurou um Centro de Tecnologia, em Telêmaco Borba (PR), que busca antecipar tendências e criar novas tecnologias e aplicações sustentáveis com laboratórios capazes de produzir uma gama diversa de produtos de base florestal e realizar simulações das linhas de produção das fábricas, o Centro busca antecipar tendências e criar novas tecnologias e aplicações sustentáveis”, diz a empresa em nota.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

16/03/2018
Americana Airfox investe US$11,5 mi na expansão para o País
Negócio promete crédito sem burocracia às classes D e E
16/03/2018
Anjos do Brasil fecha acordo com o WBAF
Receber investimento anjo no Brasil é a aspiração de quase todas as startups. Mas receber aporte de um investidor no exterior, que traz consigo know how para a...
16/03/2018
BeeCâmbio negocia 22 moedas on-line
Comprar moeda estrangeira em Belo Horizonte ficou mais fácil com a chegada da startup paulista BeeTech à Capital. Por meio do seu produto BeeCâmbio, a empresa oferece a compra e...
21/02/2018
Empresas tradicionais se rendem à cultura das startups
Desejo de mudança acontece quando elas se sentem ameaçadas
21/02/2018
Seed impacta economia gerando emprego e negócios
Considerado um dos maiores projetos públicos de aceleração de startups da América Latina, o Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development (Seed) deve abrir, nas...
› últimas notícias
Novo cenário econômico impacta a construção civil
MRS firma parcerias para avançar
Camex susta antidumping a produtos de China e México
Compras das siderúrgicas retraem 3%
Anfavea e Finep estudam construção de centro de testes automobilísticos
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


20 de junho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.