Publicidade
20/02/2018
Login
Entrar

DC Inovação

07/04/2017

Maior fundo de fomento à inovação do País anuncia sua primeira investida

Email
A-   A+
Porto Alegre - Criado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e gerido pela INSEED Investimentos, o Fundo Criatec 3 acaba de anunciar a startup Chip Inside como a primeira empresa a receber aporte do maior fundo de apoio ao empreendedorismo e inovação para o desenvolvimento de empresas early stage no Brasil. O Criatec 3 foi lançado no ano passado e tem R$ 230 milhões sob gestão.

Localizada em Santa Maria, Rio Grande do Sul, a Chip Inside nasceu em 2010 dentro da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). É especializada no monitoramento em tempo real e com alta precisão do comportamento e do ciclo reprodutivo do gado de leite. Seu principal diferencial está na solução do seu produto voltado para a coleta de dados que permite a detecção dos níveis de ruminação, atividade e ociosidade do animal.

Para o diretor da INSEED Investimentos, gestora do Criatec 3, a escolha da Chip Inside se deve a sua solução tecnológica inovadora e seu posicionamento estratégico dentro da pecuária brasileira. “A verdade é que este é um mercado carente em tecnologia e de grande potencial comercial. A pecuária oferece grandes oportunidades de escalabilidade para soluções com resultado. E a Chip Inside propõe um novo e disruptivo conceito de negócio”.

O diretor lembra que atualmente o Brasil possui mais de 200 milhões de bovinos, o que o torna um dos principais países em volume de produção de leite e carne do mundo. São 33 bilhões de litros de leite ao ano. Com estes números, o Brasil é o maior rebanho comercial do mundo no que diz respeito à pecuária leiteira e o quinto país que mais produz leite.

“Deste modo, a tecnologia e a automação tornam-se ferramentas necessárias para o crescimento da cadeia do leite no Brasil e é neste movimento que o negócio da Chip Inside encaixa-se perfeitamente. Através da solução, eles conseguem oferecer gestão e tecnologia que atendem as necessidades do produtor e o auxiliam a crescer”.

Para ele, o fundo irá agregará muito ao processo de alavancagem da startup. “Hoje a empresa monitora cerca de 1.500 animais. Com o aporte, a expectativa é que a empresa chegue 8.000 animais em 2017. Nosso objetivo é que até 2021 a empresa chegue a 100.000 animais monitorados. Além disso, acredito que outros benefícios também estão inerentes neste processo de aceleração, como é o caso do desenvolvimento de uma virtuosa rede de contatos e o acesso a profissionais com conhecimento e experiência de negócio”, explica.

Para os CEOs da Chip Inside, Leonardo Guedes e Thiago Martins, a entrada do Criatec irá contribuir para grande alavancada da empresa. “Somos os únicos que ofertamos esta solução no mercado. Por isso precisamos desta alavancagem rápida, que o aporte permitirá, para angariar o mercado e ganhar participação. “Temos certeza que em pouco tempo seremos líder do segmento e, por isso, precisamos de todo este suporte que está atrelado a entrada do Fundo.

Monitoramento - A Chip Inside desenvolveu um sistema de monitoramento de saúde e reprodução de bovinos através do acompanhamento constante de parâmetros comportamentais. Seu sistema é formado por uma coleira que é colocada no animal e é capaz de monitorar 24 horas por dia o nível de ruminação, atividade e ócio. Além das coleiras, o sistema possui um conjunto de antenas e um software de gestão, monitoramento e diagnóstico. Através dele o produtor consegue monitorar o status de saúde dos seus animais, recebendo no seu celular diariamente se existe algum animal alterado que deve ser observado ou examinado.

É possível ainda efetuar o diagnóstico precoce de doenças que estão em estágio incipiente e começam a se manifestar sem sinais perceptíveis ou até mesmo animais que estão em risco de desenvolver doenças devido à queda de imunidade causada por problemas na dieta, no manejo e no bem-estar animal. “O sistema monitora cada um dos animais do produtor e o avisa precocemente dos riscos e doenças, permitindo que seja realizado o tratamento preventivo nestes animais. Outro benefício é o monitoramento e detecção do comportamento de cio dos animais, permitindo que o produtor insemine os animais no momento certo, melhorando seus índices reprodutivos”, explica um dos sócios da Chip Inside, Thiago Martins.

O mercado-alvo é composto por propriedades de produção intensiva com um rebanho em lactação de 30 a 400 animais. “Nossa solução não é apenas um pacote tecnológico de serviços e produtos, mas sim, uma equipe inteira de profissionais capacitados que entram na propriedade e trabalham diariamente para o produtor. As necessidades das propriedades são as nossas necessidades e atuamos como um “funcionário a mais” dedicado 24 horas por dia, 365 dias ao ano para solucionar os problemas do negócio e entregar o resultado desejado”, afirma Martins.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

17/02/2018
Holobox prospecta US$ 1 milhão
Recurso será aplicado na produção e venda de 400 projetores de holoboxes
17/02/2018
Inovativa está com inscrições abertas até 5 de março
O programa de aceleração de startups Inovativa Brasil está com inscrições abertas para empresas de base tecnológica ou com modelo de negócios...
17/02/2018
Forge quer popularizar impressão 3D
Criar um mundo 3D, que tenha não apenas as três dimensões, mas que também seja desmaterializado, desmonetizado e democratizado. Essa é a missão da Forge,...
08/02/2018
Smarkets abre escritório na Capital
Investimento na filial está estimado entre 8% e 10% do faturamento mensal
08/02/2018
Uberhub ganha mais uma iniciativa de fomento
Conhecido como “Uberhub”, o ecossistema de inovação de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, acaba de ganhar mais uma iniciativa de fomento. O sta-R - Startraction...
› últimas notícias
Mudanças legislativas geram divergências
Geração de eólicas cresce 26,5% no País
Tarifa sobre o aço nos EUA deve afetar o setor no Brasil
Petrobras passa a divulgar preços médios nas refinarias
Electric Ink investe R$ 12 mi em Uberaba
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Sondagem revela retomada do otimismo na construção civil
Ibovespa mantém trajetória ascendente
Sebrae pretende atender 69,6 mil MPEs
Colégio Pitágoras Cidade Jardim vai oferecer ensino bilíngue para crianças
Tiradentes e Camanducaia no topo do turismo
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


20 de fevereiro de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.