Publicidade
17/10/2017
Login
Entrar

Opinião

17/03/2017

Mal sem remédio

Cesar Vanucci*
Email
A-   A+
"... Daí ser a venda de remédios um negócio de primeira ordem." (Antônio Callado, em 'Quarup') Tadinho do consumidor de remédio! Não passa de vítima indefesa de implacável engrenagem mercadológica. E não adianta chiar. Ninguém por ele. Os problemas de sua maltratada rotina de comprador, de tantos impactos na economia doméstica, passa ao largo das preocupações das...

Exclusivo para assinantes.


Para ler esta e outras matérias, cadastre-se gratuitamente ou assine.

Ler 5 matérias por mês

     

Receber nossas newsletters



Assinar
Cadastrar

Ou faça login

Leia também

17/10/2017
Editorial
Com as mãos nas feridas
17/10/2017
Do mercado brasileiro
Há alguns anos, em uma palestra na Escola Técnica de Formação Gerencial - ETFG, do Sebrae Minas, a uma pergunta sobre quantos alunos estiveram em Miami e quantos no...
17/10/2017
Desfile de horrores
“... a Terra não é o inferno dos demais planetas?” (Aldoux Huxley) É de Aldous Huxley a fulminante indagação: “Como sabes que a terra...
17/10/2017
Vitória da Constituição
O Supremo Tribunal Federal decidiu no dia 11 de outubro, em uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), que o Poder Judiciário não pode afastar de suas...
14/10/2017
Editorial
Mineiros em segundo plano
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.