Publicidade

Opinião

17/03/2017

Mal sem remédio

Cesar Vanucci*
Email
A-   A+
"... Daí ser a venda de remédios um negócio de primeira ordem." (Antônio Callado, em 'Quarup') Tadinho do consumidor de remédio! Não passa de vítima indefesa de implacável engrenagem mercadológica. E não adianta chiar. Ninguém por ele. Os problemas de sua maltratada rotina de comprador, de tantos impactos na economia doméstica, passa ao largo das preocupações das...

Exclusivo para assinantes.


Para ler esta e outras matárias, cadastre-se gratuitamente ou assine.

Ler 5 matérias por mês

     

Receber nossas newsletters



Assinar
Cadastrar

Ou faça login

Leia também

24/03/2017
Editorial
Velhos problemas e velhas soluções
24/03/2017
O emprego está voltando
A melhor notícia que um governante pode transmitir, sejam quais forem as circunstâncias que envolvem o momento de sua administração, é a geração de...
24/03/2017
Omissão inexplicável
Durante o governo Lula, o Brasil contemplou vários países da África e América Latina com empréstimos e outras benesses que lhe rendessem apoio junto a ONU, na...
24/03/2017
O poder da natureza ? II
Os ganhos da pesquisa e desenvolvimento no correr de séculos e que devem passar também pelos domínios da agricultura, pecuária, do setor de base florestal, dos sistemas...
24/03/2017
A evolução da gestão de resíduos
A gestão de resíduos no Brasil passou e ainda passa por diversas mudanças, isso porque atender a legislação ainda é, pelo ponto de vista econômico,...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.