22/07/2018
Login
Entrar




Agronegócio

10/07/2018

Mapa pretende racionalizar análises da rede oficial

Email
A-   A+
A Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) quer racionalizar as análises da sua rede oficial de laboratórios - os Lanagros – estruturando-os para o atendimento dos pedidos do ministério pelos próximos 20 anos. Em seis meses, as ações estarão em funcionamento. Para tanto, foi lançado no dia 4 o projeto “Estudo de demandas por análises laboratoriais para os programas e controles oficiais do Mapa”. O trabalho será conduzido pela Coordenação Geral de Laboratórios Agropecuários (CGAL) do ministério.

O ex-ministro do Planejamento, Paulo Haddad, participou do lançamento. Haddad é diretor da consultoria Phorum que vai assessorar o projeto junto com a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Fepe), da Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com a participação do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O estudo fará um levantamento das análises laboratoriais feitas pelas diversas áreas do ministério, para tornar mais ágil o atendimento destas demandas.

Segundo o coordenador geral da CGAL, Rodrigo Nazareno, “o projeto atende aos objetivos da defesa agropecuária de assegurar a sanidade vegetal e animal, a idoneidade dos insumos e dos serviços utilizados na agropecuária, além da identidade e segurança higiênico-sanitária dos produtos agropecuários finais destinados aos consumidores”. A estruturação dos Lanagros faz parte da estratégia de fortalecimento da defesa agropecuária brasileira, que será consolidada em dez anos.

Nas últimas décadas, o Brasil passou de importador a um dos maiores exportadores de alimentos do mundo, equilibrando a balança comercial e garantindo milhões de empregos. A população mundial, que saltará de 6,8 bilhões (dado de 2010) para 9,3 bilhões em 2050, combinada com o aumento da renda da população, pressionará a demanda por alimentos em várias partes do planeta. No mesmo período a população brasileira deverá aumentar de 203 milhões para 215,3 milhões. Esses dados indicam que as oportunidades de crescimento da agropecuária brasileira estão vinculadas à expansão da exportação.

A atividade agropecuária no Brasil representa mais de 22% do Produto Interno Bruto (PIB) com mais de 30% de participação nas exportações nacionais, gerando emprego para, pelo menos, 24% da população economicamente ativa, segundo dados da Confederação Nacional da Agricultura (CNA). O Brasil se destaca também na produção de bens necessários à população mundial, como as fibras e a energia renovável. A indústria brasileira é reconhecida internacionalmente como uma das mais eficientes geradoras de agroenergia, tanto em termos tecnológicos como em gestão de negócios, com destaque para o etanol – fonte energética compatível com os Mecanismos de Desenvolvimento Limpo (MDL). (Com informações do Mapa)

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/07/2018
Exportações de soja devem ser recorde no próximo ano
São Paulo - As exportações brasileiras de soja devem crescer no próximo ano para um novo recorde, de 75 milhões de toneladas, projetou na sexta-feira (20) a...
21/07/2018
Com demanda em alta, produção de etanol cresce 74% em Minas Gerais
Fabricação de açúcar tem queda de 17%
21/07/2018
AGROTÓXICOS | Pesquisa aponta riscos para a população que vive perto de áreas pulverizadas
São Paulo - Moradores de comunidades rurais, indígenas e quilombolas são vítimas de intoxicação por agrotóxicos, aponta relatório da...
20/07/2018
Minas Gerais debate flexibilização na lei de agrotóxicos
Para a Faemg, mudanças não diminuirão controle; para deputado Doutor Jean Freire, população será afetada
20/07/2018
Subsídios da Índia e Paquistão afetam mercado de açúcar
A Global Sugar Alliance (GSA), associação que congrega entidades de países produtores de açúcar, entre eles os responsáveis por mais de 80% das...
› últimas notícias
Exportações de soja devem ser recorde no próximo ano
Renovação da concessão da EFVM pode ser resolvida na Justiça
Pessimismo aumenta na indústria mineira
Minas mantém sequência de superávit
Brasil fecha 661 vagas com carteira assinada
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


21 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.