Publicidade

DC Franquia

24/01/2017

Master House busca franqueado para administrar franquias em Belo Horizonte

Daniela Maciel
Email
A-   A+
A paulista Master House Manutenções e Reformas faturou R$ 15 milhões em 2016/Divulgação
Determinada a bater a marca de 100 unidades em 2017, a Master House Manutenções e Reformas, sediada em São Paulo, vê Minas Gerais, especialmente Belo Horizonte, como um território estratégico. O objetivo é conquistar um máster franqueado para administrar, no mínimo, quatro unidades na Capital.

De acordo com o diretor-fundador da Master House Manutenções e Reformas, Allan Comploier, para assumir a atividade o candidato deve ter conhecimento técnico no setor e perfil comercial apurado. O investimento estimado é de R$ 160 mil. “Essas quatro unidades estão previstas para o município de Belo Horizonte. Claro que a região metropolitana também nos interessa, inclusive temos negociações abertas em Contagem, mas o foco é a Capital. Um máster otimiza os prazos e custos com treinamento e, consequentemente, a implantação das unidades”, explica Comploier.

A empresa, que atua em três diferentes segmentos: pequenos reparos - os chamados “marido de aluguel” -, reformas (solução completa, da alvenaria estrutural ao acabamento) e manutenção predial, que engloba serviços preventivos e corretivos, tem, atualmente, 60 unidades espalhadas pelo Brasil: duas delas em Minas Gerais: uma em Conselheiro Lafaiete, na região Central, e outra em Uberlândia, no Triângulo.

Além da qualidade dos serviços oferecidos e dos produtos utilizados, o gestor aponta como característica fundamental da marca a segurança. Todos os profissionais enviados para a casa dos clientes são treinados e têm relação empregatícia com a Master House.

“Os nossos profissionais entram na casa das pessoas, passam horas lá dentro, somos responsáveis sobre isso. Não somos uma simples agenciadora de serviços. O nosso treinamento não é somente sobre as técnicas, mas também sobre comportamento e segurança. Cerca de 70% dos nossos clientes pessoa física são mulheres e elas merecem se sentir seguras”, afirma o diretor-fundador da Master House.

A marca surgiu em 2012, já com o propósito de ser uma franqueadora. Depois de dois anos de testes com unidades próprias o plano de expansão por meio de franquias foi lançado. O rápido desenvolvimento, mesmo no cenário de crise que se instalou no País a partir do segundo semestre de 2014, é bastante comemorado. Desde o período em que passou a franquear, a empresa teve um crescimento de aproximadamente 370% em faturamento, encerrando 2016 com R$ 15 milhões apurados.

“Tivemos um crescimento muito acentuado em 2016, fruto de um investimento pesado em estrutura. Em 2017 manteremos o ritmo ainda concentrados nas regiões Sudeste, Sul e Nordeste do País”, completa o executivo.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

09/03/2017
Tutores amplia presença no País com mais sete unidades
Uma delas fica em Vazante, em Minas, e deve faturar R$ 60 mil/ano
09/03/2017
SuperGeeks e Conserta Smart desembarcam em BH
A Associação Brasileira de Franchising (ABF) aponta que, pela primeira vez, em seis anos, caiu em 1,1% o número de redes em operação no País. Hoje,...
21/02/2017
Minas Gerais nos planos de expansão da Loucos por Churros
Rede já tem 25 lojas espalhadas pelo Brasil
21/02/2017
Setor de franquias cresce 8,3% no Brasil em 2016
São Paulo - O setor nacional de franquias aumentou a receita em 8,3% em 2016, em comparação a 2015, totalizando faturamento de R$ 151,24 bilhões. No ano anterior, o...
21/02/2017
Busger estreia como evolução dos food trucks
São Paulo - Revolucionar a gastronomia de rua e ser uma evolução dos food trucks são as propostas do Busger, marca estreante no franchising brasileiro. Para entender...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.