Publicidade
20/11/2017
Login
Entrar

Finanças

14/11/2017

Mercado financeiro projeta IPCA de 3,09% e PIB de 0,73% neste ano

AE
Email
A-   A+
Brasília - Já após o anúncio da inflação registrada em outubro, os economistas do mercado financeiro elevaram levemente suas projeções para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para este e o próximo ano. O Relatório de Mercado Focus divulgado ontem pelo Banco Central (BC), mostra que a mediana para o IPCA em 2017 foi de 3,08% para 3,09%. Há um mês, estava em 3,00%. Já a projeção para o índice de 2018 foi de 4,02% para 4,04%, ante 4,02% de quatro semanas atrás.

O Focus indicou elevação na projeção para os preços administrados neste ano. A mediana das previsões do mercado financeiro para o indicador em 2017 foi de alta de 7,00% para avanço de 7,50%. Para 2018, a mediana passou de 4,88% para 4,80%.
O Relatório Focus também mostrou que a mediana das projeções do Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) de 2017 passou de -0,97% para -1,20% da última semana para esta.

Calculados pela Fundação Getulio Vargas (FGV), os Índices Gerais de Preços (IGPs) são bastante afetados pelo desempenho do dólar e pelos produtos de atacado, em especial os agrícolas.

Outro índice, o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), que é referência para o reajuste dos contratos de aluguel, foi de -1,13% para -1,12% nas projeções dos analistas para 2017.

Já a mediana das previsões para o Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe) de 2017 foi de 2,29% para 2,25% no Focus.

PIB - O mercado financeiro manteve sua projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2017. A expectativa de alta para o PIB deste ano seguiu em 0,73% no Relatório de Mercado Focus. Há um mês, a perspectiva estava em 0,72%. Para 2018, o mercado manteve a previsão de alta do PIB, de 2,50%. Quatro semanas atrás, a expectativa era a mesma.

A projeção para a produção industrial deste ano passou de avanço de 2,00% para alta de 1,96%. Há um mês, estava em 1,18%. No caso de 2018, a estimativa de crescimento da produção industrial passou de 3,00% para 2,73%, ante 2,50% de quatro semanas antes.
Já a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2017 foi de 52,25% para 52,30%. Há um mês, estava em 52,25%. Para 2018, a expectativa no boletim Focus foi de 55,90% para 55,81%, ante 55,72% de um mês atrás.

Dólar - O Relatório de Mercado Focus mostrou que a projeção para a cotação da moeda americana no fim de 2017 seguiu em R$ 3,20. Há um mês, estava em R$ 3,15. O câmbio médio de 2017 permaneceu em R$ 3,19 ante R$ 3,17 registrado um mês antes. No caso de 2018, a projeção para o câmbio no fim do ano permaneceu em R$ 3,30. Quatro semanas antes, ela estava no mesmo patamar.

Selic - Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic (a taxa básica de juros) para o fim de 2017 e 2018. O Relatório de Mercado Focus trouxe que a mediana das previsões para a Selic este ano permaneceu em 7,00% ao ano. Há um mês, estava no mesmo patamar. O levantamento indicou ainda que a mediana das projeções dos economistas para a Selic no fim de 2018 seguiu em 7,00% ao ano, igual a um mês atrás. Os economistas do Focus projetam um retorno da Selic para o patamar de 8,00% ao ano em abril de 2019. O percentual consta da abertura dos dados do relatório.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

18/11/2017
Índice Bovespa volta a subir e fecha a semana em alta
Bolsa paulista valorizou 1,28% na sexta-feira
18/11/2017
Grupo vai discutir crédito para o varejo
São Paulo - O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, se comprometeu a montar um grupo de trabalho com o objetivo de buscar soluções ao alto custo de crédito...
18/11/2017
IPC-S de Belo Horizonte tem variação positiva de 0,24%, aponta a FGV
O Índice de Preços ao Consumidor Semanal da cidade de Belo Horizonte (IPC-S/Belo Horizonte) registrou variação de 0,24%, na apuração realizada na segunda...
18/11/2017
Dólar registra queda de 0,47% aos R$ 3,263
São Paulo - Após passar a manhã volátil, o dólar se firmou no campo negativo e renovou as cotações mínimas ante o real na tarde de...
17/11/2017
Controladora da Centauro pede aval para IPO
São Paulo - O Grupo SBF , da rede varejista de artigos de esporte Centauro, pediu registro de companhia aberta e de oferta de ações à Comissão de Valores...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.