23/07/2018
Login
Entrar




DC Turismo

16/12/2017

MHB anuncia expansão com dois empreendimentos

Mírian Pinheiro
Email
A-   A+
Sem revelar com quem e nem como se dará a conversão, mas que já tem data marcada, dia 24 de dezembro, o diretor administrativo da rede Minas Hospitality Business (MHB), Pablo Ramos, anuncia, para os próximos meses, dois empreendimentos que devem se juntar ao grupo. São hotéis de médio e grande portes, cuja operação se dará na forma de conversão de bandeira e arrendamento, sendo essa última prevista para março de 2018. A expansão, ele diz, recebe investimentos robustos da MHB, mas por questões estratégicas, o montante não pode ser revelado.

“Na modalidade de arrendamento, trata-se de um hotel de médio porte localizado no centro de BH”, comenta, sem dar maiores detalhes, apenas que o empreendimento usará a bandeira Stop Inn.

Quanto ao crescimento exponencial da Rede MHB, apurado em 1.000% em número de unidades administradas em cinco anos, o diretor diz que é resultado da transparência na gestão junto aos investidores, aliado ao melhor custo-benefício para os clientes. “Nos hotéis que assumimos de outras redes conseguimos aumentar em até 35% a ocupação referente ao que era praticado. Já nos hotéis que tiveram a nossa consultoria desde o início da operação todos estão com ocupação acima de 65%”, afirma o diretor.

Segundo ele, são dez hotéis ou 1.078 apartamentos hoje sob a gestão da MHB em Belo Horizonte e região metropolitana : Ímpar Suítes Cidade Nova, Ímpar Suítes Cidade Expominas e Ímpar Suítes Cidade Barão de Cocais. Com a bandeira supereconômica Stop Inn Cristiano Machado, Stop Inn Expominas, Stop Inn Antônio Carlos e Stop Inn Betim. Já o Condo Hotel e Eventos Ville Celestine e o Flat Califórnia têm perfil de Flat mas também atende hóspedes com venda de diárias e o Hotel Beagá Convention. A rede também possui três franquias fora de BH. “A franquia da marca possibilita ao pequeno hoteleiro operar de forma independente e ao mesmo tempo ter os benefícios de pertencer a uma rede”, comenta Ramos.

Leia também:
Rebranding ocorre com frequência no País


Plano de expansão - O foco da MHB, no segundo semestre de 2018, está na ampliação da atuação fora de Minas Gerais. A rede hoteleira quer ganhar mercado nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. O diretor administrativo esclarece que a intenção é dar prosseguimento ao planejamento de expansão em busca de novos resultados positivos. “Será também um ano difícil e de muito trabalho, a economia dá sinais de recuperação, mas o impacto causado tanto pela crise econômica quanto pela superofertas de hotéis na Capital, demorará alguns anos para entrar em equilíbrio”, avalia.

Ele diz que o posicionamento da rede é de continuar crescendo com responsabilidade, sem perder a qualidade e paralelamente continuar estruturando a empresa para absorver novas demandas, “mantendo sempre o bom relacionamento com os grupos de investidores que nos acompanham”. No ano que vem, a MHB estima que o número de colaboradores chegue a 350, entre diretos e indiretos.

Fora da curva - Pablo Ramos conta que, até 2014, o único hotel gerenciado totalmente pela rede era o Ímpar Cidade Nova. Com a expansão hoteleira de Belo Horizonte na Copa do Mundo, a MHB expandiu seu player de gestão oferecendo diferentes opções para o mercado com bandeiras de custo mais baixo. “O custo operacional e administrativo são infinitamente menores em relação ao que é praticado pelas grandes redes, mantendo o mesmo padrão de qualidade para os hóspedes e clientes e buscando sempre transformar o produto rentável para os investidores”, explica Ramos.

A principal estratégia adotada para atrair clientes, ele diz, leva em conta três fatores: preço, qualidade de serviços e conforto com o melhor custo-benefício. “Mantemos agressividade na política comercial. Podemos fazer isso em função do baixo custo na gestão dos empreendimentos”, completa o diretor administrativo. Os hotéis da rede operam com tarifas especiais e cada unidade tem sua política própria de preço. Em média custam de R$ 119 a R$ 189.

Na visão dele, 2017 tem sido o melhor de todos os últimos cinco anos da bandeira. “Crescemos na contramão da crise. Foi um ano de muito trabalho e superação da equipe. Do ponto de vista estratégico, ganhamos capilaridade e musculatura, sendo assim, temos força para negociar melhor com nossos fornecedores e intermediários, ganhamos vitrine na captação de novos talentos, e claro, visibilidade nesse mercado tão competitivo”, comemora.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/07/2018
Cervejarias viram atração turística
Fabricantes abrem as portas para visitantes interessados na produção da bebida artesanal
18/07/2018
Hotelaria deve voltar a investir em 2018, aponta levantamento
Boa parte dos empreendimentos hoteleiros de todas as regiões deverá receber investimentos ainda neste ano. Essa disposição foi manifestada pelos empresários...
30/06/2018
Destinos históricos se preparam para os turistas
Cidades fora do Sul de Minas contam com programação especial no período para atrair visitantes
30/06/2018
Praça da Liberdade passa por reforma
Obras devem receber investimentos R$ 5,2 milhões e serão finalizadas em novembro
30/06/2018
Serro promove eventos nas férias de julho
O Serro, famoso nacionalmente pelo queijo que leva o nome da cidade, deve receber, só nos quatro dias da Festa de Nossa Senhora do Rosário, entre os dias 29 de junho e 2 de julho, 10...
› últimas notícias
Exportações de soja devem ser recorde no próximo ano
Renovação da concessão da EFVM pode ser resolvida na Justiça
Pessimismo aumenta na indústria mineira
Minas mantém sequência de superávit
Brasil fecha 661 vagas com carteira assinada
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


21 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.