Publicidade
24 de June de 2017
Login
Entrar

Prêmio José Costa

19/12/2015

Minas terá 1º parque tecnológico de produção audiovisual

Projeto terá investimento de R$ 5,7 milhões
Mara Bianchetti
Email
A-   A+
Piva representou o polo da Zona da Mata na última edição do Prêmio José Costa/Alisson J. Silva
Minas Gerais vai sediar, em breve, o primeiro parque tecnológico de produção audiovisual e multimídia em rede do Brasil: o Midiaparque. Com investimentos de R$ 5,7 milhões, o projeto contará com duas bases: uma no Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BHTec) e outra no Polo Audiovisual da Zona da Mata de Minas Gerais, em Cataguases. A proposta envolve a implantação de centros de produção e pós-produção, conectados em rede, que atendam a todo o Estado.
 
De acordo com o diretor-executivo da Agência do Polo Audiovisual da Zona da Mata, Cesar Piva, o Midiaparque vai criar uma rede de infraestrutura e equipamentos capazes de integrar e potencializar as produtoras e realizadores que participam dos Arranjos Produtivos Locais (APLs) nas áreas de audiovisual, música e tecnologias de Minas Gerais.
 
Para isso, segundo ele, 90% dos recursos a serem investidos no projeto se destinarão à compra de equipamentos de primeira geração para montagem de estúdios, laboratórios e incubadoras. Provenientes do Ministério das Comunicações, os cerca de R$ 4 milhões atenderão, sobretudo, demandas de micros, pequenas e médias empresas do setor audiovisual de Minas Gerais.
 
Já o governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) e Companhia de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais (Codemig), vai aportar a contrapartida financeira de apoio ao funcionamento do projeto nos primeiros dois anos. “A expectativa é de que os espaços sejam inaugurados em meados do ano que vem”, estima.
 
Em Cataguases, a unidade terá vocação maior para a produção, enquanto em Belo Horizonte será mais voltada para o trabalho de pós-produção. As unidades estarão integradas para o uso compartilhado dos equipamentos, especialmente, pelas produtoras mineiras em sinergia com as empresas de tecnologias e centros de pesquisas já residentes no BHTec.
 
“Ao reunir audiovisual e tecnologia, o Midiaparque vai contribuir para que Minas Gerais se posicione, no Brasil e no exterior, como um centro de criação e desenvolvimento de tecnologias audiovisuais, produtor de novos formatos e de conteúdos multimídias, numa perspectiva maior da chamada nova economia”, explica Piva.
 
Leia mais
Criatividade impulsiona negócios

 
Criação - É também dentro dessa ideia que o Polo Audiovisual da Zona da Mata foi criado. Movimento liderado pela sociedade civil em parceria com fundações do terceiro setor, universidades, empresas e governos, voltado para o fomento da economia criativa como novo vetor de desenvolvimento sustentável da região, passou a ter o audiovisual e as tecnologias digitais como segmentos estruturantes.
 
Fundado em 2002, com a inauguração do Centro Cultural Humberto Mauro como marco, o polo mobiliza lideranças da região em torno de um programa de cultura, educação, inovação e desenvolvimento sustentável. A partir de 2007, a força do legado de Humberto Mauro, pioneiro do cinema nacional, e do modernismo nas artes, arquitetura e literatura a região, conduz à escolha do audiovisual como eixo principal das ações. Nos últimos dez anos, sob a liderança da Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho, Instituto Fábrica do Futuro, Energisa e Sebrae, desenvolvem-se projetos, eventos, para consolidação de um polo regional de conexões nacionais, e de cooperação internacional, sobretudo, com países de língua portuguesa.
 
A partir de sua concepção, ações e projetos, o polo foi agraciado na última edição do Prêmio José Costa, na categoria “Economia Criativa”. Uma realização do DIÁRIO DO COMÉRCIO em parceria com a Fundação Dom Cabral (FDC), o prêmio foi realizado em outubro e contou com o patrocínio da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM); com o copatrocínio do Banco Mercantil do Brasil e apoio da Interface Comunicação e Reciclo Comunicação.
 
 

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

19/12/2015
Criatividade impulsiona negócios
Uma das novas categorias da 5ª edição do Prêmio José Costa, “economia criativa” é um termo utilizado para definir todas as atividades que...
10/12/2015
Fiat investe no reaproveitamento de água
Mediante aportes de R$ 4 milhões, montadora inicia a modernização da estação de tratamento
04/12/2015
Faturamento da Pif Paf deve crescer 6%
Empresa investe R$ 54 milhões até 2016, a maior parte destinada ao aumento da capacidade de produção
01/12/2015
Super Nosso aposta na força sênior
Projeto visa incorporar à empresa colaboradores com faixa etária acima de 55 anos
27/11/2015
Aportes da Energisa em Minas Gerais devem somar R$ 57 milhões
Grupo busca a modernização e a ampliação do seu sistema elétrico
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.