Publicidade
18/02/2018
Login
Entrar

DC Franquia

19/01/2018

Mineira Chiquinho Sorvetes inicia operações nos EUA

Empresa abriu três lojas, em Tampa, Miami e Sarasota
Daniela Maciel
Email
A-   A+
De acordo Oliveira, apenas em 2017 foram abertas 73 unidades da Chiquinho Sorvetes/Divulgação
O cardápio com mais de 100 opções de produtos, que vão da casquinha tradicional até o exclusivo Shake Mix, passando por sundaes, cascão, tortilhas, novo mix, mix fruit e açaí, faz a delícia dos consumidores da Chiquinho Sorvetes. A empresa que surgiu em Frutal, no Triângulo, em 1980, e aderiu ao franchising em 2010, fechou 2017 com mais de 400 unidades espalhadas pelo País. A projeção para 2018 é a abertura de mais 100 unidades entre lojas de rua, shopping e quiosques.

De acordo com o presidente da Chiquinho Sorvetes, Isaias Bernardes de Oliveira, apenas em 2017 foram 73 unidades abertas. Os principais focos foram o Rio Grande do Sul e as capitais paulista e mineira. Em Minas Gerais, são 54 unidades atualmente e o ano deve fechar com 60 operações em funcionamento.

“Nos primeiros anos expandimos pelas cidades do interior, especialmente no estado de São Paulo, e agora estamos nos voltando com mais empenho para as capitais. Também desenvolvemos um modelo mais enxuto para as cidades com até 50 mil habitantes”, explica Oliveira.

Leia também:
OakBerry vai abrir mais duas lojas em Miami


Um dos trunfos da empresa, segundo o executivo, é a distribuição própria. Da fábrica homologada em Goiás saem os produtos que são distribuídos para todo o Brasil. A garantia de qualidade é a arma para a conquista de um público que ainda considera o sorvete apenas como guloseima ou sobremesa, ao contrário de outros povos, que o tratam como alimento. Mesmo sendo um país de clima quente o ano quase todo, o Brasil tem baixos índices de consumo per capto.

Segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes (Abis), foram consumidos mais de 1 bilhão de litros de sorvetes e o consumo per capita foi de 4,86 litros/ano em 2016, com faturamento do setor acima de R$ 12 bilhões. A Nova Zelândia é o maior consumidor mundial do produto, com 28,3 litros/habitante/ano, seguida pelos EUA (20,8), Austrália (18,1), Finlândia (14,3) e Suécia (14,3).

No Brasil, em 2016 produção do sorvete de massa atingiu a marca de 675 milhões de litros, 195 mi/l de picolés e 133 mi/l de soft. Este segmento conta com 8 mil empresas, sendo que 92% se enquadram entre micro e pequenas, gerando 75 mil empregos diretos e 200 mil indiretos.

“Existe, ainda, um grande mercado a ser conquistado. Trabalhamos para quebrar essas barreiras culturais. Mesmo com o surgimento de produtos para nichos como as paletas e os gelatos, há espaço para todos no Brasil. O que devemos fazer é trabalhar produtos de boa qualidade para derrubar paradigmas como que sorvete é só sobremesa ou para ocasiões especiais”, destaca o presidente da Chiquinho Sorvetes.

Em dezembro de 2017, a empresa deu início à internacionalização dos negócios com três lojas próprias nos Estados Unidos, em Tampa, Miami e Sarasota. O objetivo não é ficar restrito às colônias brasileira e latina no território norte-americano. Foram investidos US$ 1 milhão para o desenvolvimento dessa etapa do projeto, os quiosques americanos são similares aos utilizados no Brasil.

“Optamos pelas operações próprias para sentirmos o mercado, mas o plano é franqueá-las no futuro. Todo desenho do negócio é voltado para atender o mercado local, o morador da cidade. Conquistando esse público damos sustentabilidade ao negócio”, pontua o empreendedor.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

07/02/2018
Meta da Buddys é chegar a 50 escolas
30 delas devem ser inauguradas ainda no primeiro semestre, as demais até dezembro
07/02/2018
Cheirin Bão vai valorizar pequenos produtores
Cafés tão distintos e de edição limitada que valem a pena esperar por eles e conhecer a sua história são a nova aposta de franquia de café especial...
07/02/2018
I Wanna Sleep dobrou de tamanho após virar franquia
Pioneira em um novo nicho de mercado baseado no conceito de sono e relaxamento, a I Wanna Sleep oferece produtos e consultorias com o objetivo de ajudar os clientes a dormirem melhor por meio de...
07/02/2018
Nhô Sorvetes planeja mais 15 lojas para MG
Um país em que é verão praticamente o ano inteiro, as sorveterias se esmeram em oferecer novidades para consumidores cada vez mais exigentes. Em busca de uma receita ideal, a...
19/01/2018
Gestão do fundo de propaganda de redes de franquia
A maioria das redes de franquia opera com o chamado fundo de propaganda ou de publicidade, que tem como objetivo captar e gerir recursos visando divulgar a marca, bem como alavancar as vendas dos...
› últimas notícias
Sondagem revela retomada do otimismo
Valor liberado para médios e grandes produtores na safra 2017/18 é de R$ 85 bilhões
Justiça decide que elétricas não poderão ter cobrança retroativa de débitos de R$ 6 bilhões
Sebrae pretende atender 69,6 mil MPEs
Nível de atividade do varejo no Brasil aumenta 1,3% em janeiro, aponta a Cielo
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Começam as obras do Aeródromo Inhotim
Folia supera expectativas em Belo Horizonte
Mobiliata une empreendedorismo e impacto social
Carnaval aqueceu setor de brindes na Capital
Fiat Argo Drive tem bom desempenho
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


17 de fevereiro de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.