Publicidade
29 de April de 2017
Login
Entrar

DC Turismo

14/04/2017

Monte Verde apresenta "Sabores da Montanha"

Daniela Maciel
Email
A-   A+
Monte Verde, distrito de Camanducaia, no Sul de Minas, é um dos destinos turísticos mais procurados em Minas Gerais. O pequeno e charmoso povoado exibe uma natureza exuberante e uma arquitetura valorizada pelas temperaturas amenas das montanhas. E como no Estado a gastronomia é o carro-chefe, a culinária não poderia ficar de fora da lista de atrativos.

Dentro desse espírito é que surge o projeto Sabores da Montanha, com a proposta de divulgação dos melhores e mais conceituados restaurantes, cafés, chocolaterias e cervejarias artesanais da região. Entre as ações do projeto está a criação de um site com a relação dos associados, fotos, perfis dos chefs de cozinhas e informações úteis, como cardápios, horários de funcionamento e promoções. A ferramenta estará disponível a partir de maio.

Outra ação será a publicação de um guia anual com a relação de todos os associados, com fotos dos pratos mais solicitados, ficha técnica, receitas e perfil do chef, além da criação de um aplicativo no qual os clientes poderão escolher o estabelecimento de sua preferência, acessar o menu, fazer reservas e acessar fotos dos pratos, chocolates, cafés e cervejas, entre outras propostas de divulgação.

De acordo com o publicitário e idealizador do Sabores da Montanha, Reginaldo Pupu, a ideia inicial contemplava apenas restaurantes, mas a diversidade da gastronomia do distrito fez com que o rol de locais fosse ampliado. “O objetivo é fomentar o turismo na região especialmente na baixa temporada. Em Monte Verde podemos desfrutar tanto da gastronomia regional como da internacional em alto nível. Porém, visitando alguns lugares, notamos que a divulgação deixa a desejar. Como uma agência de comunicação, temos experiência em outros projetos do mesmo tipo, como o Cozinha da Praia, desenvolvido no litoral paulista. Percebemos, então, que em Monte Verde havia essa oportunidade de negócio”, explica Pupu.

Cerca de 10 restaurantes integram o projeto inicial. O grupo funciona como uma associação, em que cada um paga uma taxa mensal. No curto prazo o projeto propõe, ainda, outras atividades como a promoção de “press foods”, ação por meio da qual jornalistas especializados em Gastronomia, Culinária e Turismo serão convidados a conhecer os restaurantes associados e degustarão pratos sugeridos pelos chefs; e a criação de um selo de qualidade.

“Os restaurantes selecionados são os que consideramos que tem bom atendimento, cozinha impecável. Queremos que o cliente tenha um indicativo de qualidade e que o estabelecimento tenha um critério para seguir. Teremos um chef, um somellier e jornalistas especializados que vão avaliar todos os itens. Não será um selo comprado”, pontua o idealizador do projeto que poderá ser estendido para outras cidades do Circuito Turístico Serras Verdes do Sul de Minas no futuro.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

29/04/2017
Turismo terapêutico cresce no Estado
Custo médio, por pessoa, para uma viagem mais básica, gira em torno de R$ 3 mil - parte terrestre
29/04/2017
Conceição do Mato Dentro volta a investir no setor
“Aos pés da Serra do Cipó”, em Conceição do Mato Dentro, na região Central, é um projeto para tornar o local um destino de férias para...
29/04/2017
Portobello tem porte de resort de praia com clima de safári
Complexo fica em Mangaratiba, no Rio
29/04/2017
Empreendimento conta com aeródromo
A pista de pouso e decolagem do Portobello Resort & Safári integra o projeto Fly Inn e acaba de ser lançado por Carlos Jardim Borges. Conceito importado dos Estados Unidos e...
14/04/2017
Capitólio tem boas opções de atividades ao ar livre
Grande atração é o Lago de Furnas
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.