Publicidade
21/11/2017
Login
Entrar

DC Lab

16/05/2017

NextAgro prevê negociar 10 contratos ainda esta semana

Ana Carolina Dias
Email
A-   A+
Automatizar, modernizar e simplificar um processo essencialmente manual no agronegócio brasileiro é a proposta da NextAgro (http://nextagro.com.br), startup que apresenta soluções para controle e monitoramento remoto de pivôs centrais de irrigação. O sistema desenvolvido pela empresa é acoplado no painel de controle do pivô que, na maioria das vezes, é operado manualmente, e o usuário consegue então verificar o equipamento via SMS.

Em um País com aproximadamente 20 mil pivôs centrais, uma taxa de crescimento de instalação do equipamento de 7,5% ao ano e um dos maiores potenciais de irrigação do mundo, a inovação se mostrou necessária para o engenheiro da computação e filho de fazendeiro, Artur Gontijo, e o engenheiro de produção e publicitário, Lucas Santiago, que explica a escolha específica do equipamento.

“Como o pivô central é mecanizado ele se torna uma das formas de irrigação existentes com a maior possibilidade de aumento da eficiência. Por ser uma forma de irrigação por aspersão, a viabilidade se torna ainda maior nos casos da agricultura de precisão e irrigação de precisão”, afirma Santiago.

Além de agendamento de horários para ativar e desativar os equipamentos e alertas de mau funcionamento ou falhas enviados para os produtores, o sistema gera ainda relatórios de variáveis como nível de chuva, por meio de pluviômetro, sensor de temperatura e umidade do ar e sensor de umidade do solo. Esses dados auxiliam no processo de tomada de decisão do produtor e foram usados para ampliar o leque de produtos da startup, com a criação de uma estação meteorológica que pode ser usadas por produtores que não possuem pivô central, mas querem previsão de tempo local.

Com investimentos do Banco BMG e da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundepar) que começaram a ser injetados em janeiro de 2017, a startup está na fase de comercialização, com quatro controladores testes instalados, e a meta de 10 instalações esta semana (15 a 19 de maio). Além disso, está em desenvolvimento uma plataforma web com as mesmas funcionalidades, que vai permitir gerenciamento de vários equipamentos em um único acesso.

A otimização do processo e a economia gerada são os pontos principais para Santiago, COO da NextAgro. “Sabemos que um pivô bem gerenciado, comparado a um mal gerenciado, chega a ter uma produtividade 33% maior e entendemos que nosso produto pode propiciar esse aumento. Alguns estudos mostram que a média de desperdício na irrigação com pivô é de 20% e a ideia também é propiciar a redução deste índice”, destaca.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

12/07/2017
Diário do Comércio adere à trilha da inovação
Projeto do jornal acompanha o dia a dia das startups aceleradas no Fiemg Lab
11/07/2017
Psicologia Viva inicia processo de internacionalização
Plataforma inicia este mês operação no Chile, com apoio do governo
11/07/2017
Processos seletivos ganham aliado
A procura pelo candidato ideal para uma vaga de emprego pode significar uma caixa de entrada cheia de e-mails e diversos currículos a serem analisados para a triagem dos profissionais...
06/07/2017
Finep Startup investe R$ 1 milhão por empresa
Iniciativa, que contou com o apoio da Fiemg Lab e P7 Criativo, pretende reduzir gap de financiamento existente
05/07/2017
Startups abrem oportunidades de emprego
O crescimento do número de startups em Minas Gerais e no Brasil pode representar uma opção para quem procura por oportunidades de emprego diante do contexto de crise...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.