16/08/2018
Login
Entrar

Agronegócio

16/05/2018

No País, previsão é de perda de 2,4%

Email
A-   A+
Brasília - Em 2018, o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) do Brasil está estimado em R$ 542 bilhões, resultado 2,4% abaixo de 2017 (R$ 555,4 bilhões). As lavouras contribuem com R$ 366,2 bilhões e a pecuária com R$175,8 bilhões, ambas com faturamento menor neste ano.

Entre os produtos que apresentam melhor desempenho, destaque para algodão (23,7%), amendoim (4%), cacau (22,2%), café (5,6%), mamona (160,6%), soja (7,1%), tomate (26,2%) e trigo (44%).

O VBP da soja está estimado em R$ 129,85 bilhões e o algodão em R$ 27,5 bilhões.
De acordo com José Garcia Gasques, coordenador-geral de Estudos e Análises da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, “são dois produtos com os maiores valores já obtidos na série estudada. O algodão, que vem se destacando pela expansão de área e por preços maiores, neste ano supera o valor da produção do café, que tradicionalmente tem sido maior.”

Os dados mostram que o valor da produção das cinco principais lavouras (soja, cana-de-açúcar, milho, algodão e café) representam 53,9% do valor total de 2018, sendo que 24% referem-se a soja.

Outro grupo de produtos tem apresentado resultado desfavorável: arroz (- 20,4%), banana (-4,6%), cana-de-açúcar (-5,5%), feijão (- 24,9%), laranja (-22,7%), mandioca (6%), milho (-7,8%) e uva (-32,3%).

A combinação de menores preços e quantidades resulta em valores mais baixos. Não é o caso do milho e da cana-de-açúcar, cuja queda de valor ocorre mesmo com produção mais alta neste ano.

A pecuária apresenta uma redução real do VBP de 3,8%. Todos os produtos desse setor estão apresentando desempenho negativo em relação a 2017. À exceção dos ovos, que devido à forte alta de preços, apresentam melhor resultado do que no ano passado.
As quedas mais acentuadas de valor são observadas nos segmentos de carne suína, leite e carne de frango. “No caso das carnes, estas têm sido afetadas também pelos preços internacionais mais baixos”, explica Gasques.

Os resultados regionais mostram os seguintes valores de VBP: Centro-Oeste (R$ 153,3 bilhões), Sul (R$ 136,4 bilhões), Sudeste (R$ 129,9 bilhões), Nordeste (R$ 49,4 bilhões) e Norte (R$ 32,8 bilhões). As regiões Sul e Centro-Oeste participam com 53,5% do valor total do VBP de 2018.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

15/08/2018
Sistema gera negócios e empregos no Estado
Em 2017, número de cooperativas chegou a 198, alta de 12,8%, com 16 mil postos de trabalho, aumento de 4,1%
15/08/2018
Produção deve ser recorde, com 119,6 mi de toneladas
São Paulo - O Brasil deverá semear um recorde de 36,2 milhões de hectares com soja na safra 2018/19, cujo plantio tem início em setembro, com a produção...
15/08/2018
Cultivo do grão ocupa área da cana-de-açúcar
Itaí (SP) - As mudanças dos fluxos comerciais estão redefinindo a paisagem agrícola brasileira, estimulando mais produtores a alinharem as suas lavouras aos apetites...
14/08/2018
Bauminas investe em micronutrientes
Grupo adquire 75% da Pigminas, incluindo três fábricas em Minas Gerais
14/08/2018
Exportações batem recorde entre janeiro e julho
As exportações brasileiras do agronegócio subiram de US$ 56,39 bilhões para US$ 59,2 bilhões entre janeiro e julho deste ano (+5%), valor recorde de toda a...
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


15 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.