16/08/2018
Login
Entrar

Internacional

07/08/2018

Norma da UE blindará negócios de empresas

AE
Email
A-   A+
São Paulo/Washington - A União Europeia (UE) anunciou ontem o seu Estatuto de Bloqueio, uma norma que entra em vigor hoje e é voltada a “mitigar o impacto sobre os interesses de companhias da UE que fazem negócios legítimos com o Irã”. A declaração foi feita no mesmo dia em que voltam a entrar em vigor as sanções americanas contra o Irã por seu programa nuclear.

A UE afirma que continua a apoiar integralmente a implementação do acordo nuclear internacional com o Irã, que prevê a retirada de sanções contra Teerã em troca de maior controle sobre o programa nuclear do país. O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, porém, abandonou o acordo, argumentando que ele era insuficiente para evitar o risco de que o regime iraniano possua armas nucleares.

Já a UE argumenta que as relações com o Irã foram normalizadas com o pacto. Com o Estatuto de Bloqueio em vigor, empresas europeias podem contornar as sanções dos EUA, que não terão nenhum valor legal em tribunais do bloco. Além disso, a UE “proíbe” que pessoas do bloco cumpram as sanções americanas, a menos que sejam excepcionalmente autorizadas a agir assim pela Comissão Europeia.

A UE diz que está totalmente comprometida com a implementação total e efetiva do acordo, enquanto o Irã também respeitar seus compromissos. Ao mesmo tempo, sustenta que segue comprometida a manter a cooperação com os EUA, “que permanece como um aliado e parceiro chave”.

O bloco europeu ainda informa que trabalha em medidas concretas para garantir a sustentabilidade da cooperação com o Irã em setores econômicos importantes, “particularmente bancário e financeiro, comércio e investimentos, petróleo e transportes”.

Estados Unidos – Do outro lado, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que as novas sanções dos EUA contra o Irã, que começaram ontem, serão rigorosamente aplicadas e permanecerão até que o governo iraniano mude radicalmente de curso.

Falando a repórteres a bordo de seu avião a caminho de Washington, após três dias de viagem ao Sudeste Asiático, Pompeo afirmou que a reimposição de sanções é um pilar importante na política dos EUA contra o Irã. Ele disse que a administração Trump está aberta a olhar para além das sanções, mas que isso “exigiria enormes mudanças” de Teerã.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

15/08/2018
EUA ameaça com novas sanções e Turquia promete retaliar
Pressão americana é para que turcos libertem pastor
15/08/2018
Militares são presos suspeitos de ataque
Caracas - O procurador-geral da Venezuela, Tarek Saab, revelou, na terça-feira (14), que dois militares de alta patente foram presos por suposto envolvimento em explosões de drones...
14/08/2018
Argentina eleva taxa de juros para 45% para conter o dólar
Decisão ocorre após a crise na Turquia movimentar os mercados globais
14/08/2018
Erdogan culpa "terroristas econômicos" por crise
Ancara - O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, acusou, ontem, “terroristas econômicos” de conspirar para prejudicar o país, ao divulgar informações...
11/08/2018
Rússia ameaça retaliar os EUA caso haja restrições a bancos
Russos temem efeitos de novas sanções sobre economia
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


15 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.