24/06/2018
Login
Entrar

Negócios

19/05/2017

Nova diretoria assume Sociedade Mineira de Engenheiros hoje

Daniela Maciel
Email
A-   A+
Ronaldo Gusmão: volta do protagonismo dos engenheiros/Divulgação
Acontece hoje, ao longo do dia, a eleição para presidente da Sociedade Mineira de Engenheiros (SME) em Belo Horizonte. A entidade, criada em 1931, é sem fins lucrativos e congrega engenheiros, arquitetos e agrônomos. Atualmente, conta com mais de 25 mil associados.

A chapa única, batizada “Inova SME”, encabeçada pelo atual presidente do Instituto de Educação Tecnológica (Ietec), Ronaldo Gusmão, propõe a volta do protagonismo dos engenheiros mineiros. O objetivo é que a categoria tenha força política para atuar junto à sociedade civil, oferecendo seus conhecimentos técnicos sempre a favor do bem comum.

“Não existe país forte sem uma engenharia forte. Os engenheiros mineiros não podem mais ficar calados. Algumas das maiores empresas de engenharia são sediadas aqui e não podemos ficar a reboque do noticiário. Nós temos que gerar notícias. A engenharia está pagando um preço alto pelo seu envolvimento com questões imorais. Não devemos deixar que seja usada dessa maneira”, avalia Gusmão.

Para garantir a execução desse planejamento o novo presidente se cercou de uma equipe com perfis variados, mesclando jovens e experientes, homens e mulheres. São 36 diretores. Entre as propostas estão a criação da “sala dos engenheiros desempregados” e a incubadora de empresas.

“Criamos um ambiente em que todos participam e são iguais. Queremos trazer esperança para os engenheiros, não podemos ser omissos. Quando falamos de engenharia, falamos de qualidade de vida das pessoas e isso exige responsabilidade”, aponta o novo presidente da SME.

Depois de três anos, Augusto Celso Franco Drummond deixa a presidência da SME com a certeza de ter preparado a Sociedade mais preparada para atender às demandas da engenharia contemporânea e valorizar a própria história com a recuperação da antiga sede na rua Timbiras.

No balanço do, a partir de agora, ex-presidente, três comissões aparecem em destaque: a de Transportes, que contribuiu com sugestões sobre mobilidade e a malha ferroviária mineira. O Comitê de Sustentabilidade: que se esmerou na preparação de documentos no tocante à agilidade nos processos de liberação ambiental e começa a ter uma atuação mais marcante no Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam). E, por fim, a chamada “Agenda 2030”, que desenvolveu propostas para as prefeituras de Pouso Alegre e Santa Rita do Sapucaí (Sul de Minas). O objetivo é que a experiência se repita com outras prefeituras, ajudando a estruturar o desenvolvimento regional com articulações que independam das instâncias governamentais.

“O nosso maior mérito é a nossa ‘volta pra casa’, para a sede na rua Timbiras. Este é um prédio que tem uma história, como a tribuna livre dos engenheiros. É muito significativa essa retomada da nossa identidade. Fizemos um reforma parcial no prédio e ele ficou preparado para receber novas intervenções e para uma perspectiva de futuro muito mais positiva”, afirma Drummond.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

23/06/2018
Franchising também é lugar de inovação
Padronização das operações pode servir para replicar as mudanças de forma mais ágil nas empersas
23/06/2018
Grandes redes são confundidas com franquias
Empresas se expandem com operações padronizadas e capilaridade semelhante ao do setor
23/06/2018
Clinicerta inaugura a sua primeira unidade em BH
Investimento totalizou R$ 1,2 mi
23/06/2018
Franqueado é parte essencial no processo de inovar
Na busca pela inovação no franchising, o franqueado aparece como um dos principais atores. O presidente da ABF, Altino Cristofoletti Junior, lembra que é o franqueado que...
23/06/2018
Outback privilegia seus funcionários
Com 92 restaurantes espalhados em 38 cidades e 15 estados do Brasil, a rede de restaurantes Outback Steakhouse também se destaca por sua padronização em atendimento,...
› últimas notícias
Torcida não aquece as vendas no hipercentro
Prestadoras de serviços terrestres cogitam dispensa de pessoal com reoneração
Liminar contrária não abala Mendes Júnior
Primeiro leilão da Aneel prevê R$ 6 bi
BR Distribuidora aguarda decisão do TRT para mensurar os impactos
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


23 de junho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.