Publicidade
19/01/2018
Login
Entrar

Negócios

14/09/2017

Nova sede da Localiza custou R$ 400 milhões

Empreendimento tem 8 mil metros quadrados de área verde
Thaíne Belissa
Email
A-   A+
O prédio tem 26 andares e área de 30 mil metros quadrados/Charles Silva Duarte/Arquivo DC
Quem passa pela avenida Bernardo Vasconcelos, no bairro Cachoeirinha, próximo à trincheira Celso Mello de Azevedo, na região Noroeste da Capital, enxerga de longe a nova sede da Localiza, inaugurada em junho deste ano. Com 26 andares e uma bonita fachada de vidro, o prédio chama a atenção por fora, mas por dentro a estrutura também é de impressionar. Com a proposta de valorizar os funcionários, a sede tem 18 mil metros quadrados de área verde, espaço de convivência, esmalteria, academia e restaurante. A Localiza investiu cerca de R$ 400 milhões na sede.

O prédio abriga toda a área administrativa da Localiza, que até então era descentralizada em três prédios diferentes. Ao todo, 1.800 funcionários trabalham no local. De acordo com o CEO da Localiza, Eugênio Mattar, a centralização foi uma decisão estratégica da empresa para aumentar a eficiência dos processos internos e a integração entre os funcionários.

“Quando a administração era dividida a comunicação era mais difícil. Nesse novo formato a integração é facilitada e os colaboradores têm espírito de corpo: eles convivem mais e passam a ter mais noção em relação ao valor e ao tamanho da empresa”, diz.

A qualidade de vida dos colaboradores é outro ganho estratégico da mudança de sede. Mattar explica que a centralização permitiu a construção de um projeto único do zero, que foi pensado em detalhes para trazer benefícios aos funcionários. Ao todo, o prédio tem 26 andares e uma área de 30 mil metros quadrados. Essa área inclui uma praça de convivência de quase 4 mil metros quadrados com lanchonete, bancos, cadeiras acolchoadas e ampla área verde com árvores frutíferas como jabuticaba, amora e pitanga. O prédio também inclui salas de descompressão, para que os funcionários “desliguem” da rotina; varandas; área verde de 18,6 mil metros quadrados; além de restaurante, esmalteria, academia e banco.

Além dos espaços de descanso e serviços, o prédio foi projetado para trazer mais conforto aos funcionários no momento em que estão trabalhando. A acústica foi uma das preocupações da Morence Arquitetura e Design, escritório responsável pelo projeto de interiores da obra. De acordo com o arquiteto João Carlos Moreira Filho, no andar em que funciona o call center, com 220 colaboradores falando ao telefone simultaneamente, o ruído das vozes não é desconfortável, nem afeta a produtividade. “Existem elementos que reduzem a reverberação do som, como forro, carpete, painéis e gaveteiros com pequenos orifícios que permitem a absorção do som”, explica.

Outro exemplo são as persianas inteligentes, que descem automaticamente na medida em que o sol chega às janelas das salas. A iluminação, o ar-condicionado e os elevadores também são automatizados, o que traz otimização para o uso da energia elétrica. A sede da Localiza ainda inclui dois auditórios para 150 pessoas, dois andares exclusivos para salas de reunião, edifício-garagem com cinco pavimentos e 750 vagas e estacionamento de visitantes com 40 vagas. “O ambiente de trabalho nessa nova sede melhorou muito e trouxe mais qualidade de vida aos nossos colaboradores. Acreditamos que isso será revertido para o sucesso da companhia, pois é esse time que vai atender melhor aos nossos clientes”, destaca Mattar.

O CEO afirma que a escolha do bairro Cachoeirinha para abrigar a nova sede se deu pela extensão do terreno e da ampla área verde, mas também por sua localização estratégica. “O acesso logístico ao prédio é privilegiado com múltiplas opções para chegada e saída. Os funcionários e parceiros que forem à sede poderão utilizar diversos corredores, como o Anel Rodoviário, a Cristiano Machado, a Antônio Carlos e a Carlos Luz”, afirma.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

19/01/2018
Trevo conclui joint venture com Ehrmann
Associação entre as duas companhias resultará em um investimento de R$ 200 milhões em 5 anos
19/01/2018
MedLogic apresenta software voltado para o atendimento de idosos
A startup mineira MedLogic está entre as idealizadoras de um projeto inovador que pretende trazer mais qualidade para a saúde dos idosos no Brasil. Junto com empresas britânicas...
19/01/2018
Estudantes desenvolvem bengala para cegos que detecta obstáculos
Um grupo de cinco alunos do 3º ano do curso técnico em informática do Cotemig unidade Barroca, região Oeste de Belo Horizonte, que desenvolveu uma bengala que vibra diante...
18/01/2018
Pharma Nectar abre unidade no exterior
Nova operação vai refletir na fábrica em Minas Gerais, que deve crescer seis vezes em produção
18/01/2018
Governo vai investir R$ 1,8 milhão no artesanato
O edital de fomento ao artesanato, lançado pelo governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), em dezembro, irá...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.