25/06/2018
Login
Entrar

Minas 2032

20/11/2014

Objetivo do centro de inovação do Senai é aumentar a competitividade da indústria mineira

Com o trabalho desenvolvido, daqui a 20 anos teremos uma realidade bem diferente em Minas
Luciane Lisboa
Email
A-   A+
O Centro de Inovação e Teconologia Senai-Fiemg é dividido em oito institutos/João Bosco Vilaça / BHDivulgação
O diretor-executivo do Centro de Inovação e Tecnologia Senai/Fiemg (CITSF), professor José Policarpo Gonçalves de Abreu, explica que o principal foco do trabalho realizado no CITSF é aumentar a competitividade da indústria mineira, uma vez que o Estado sofre hoje com a concorrência externa e também interna, devido à guerra fiscal.

Para ele, só vamos conseguir nos tornar um país desenvolvido se forem superados alguns desafios, com uma compreensão maior do empreendedorismo, com entendimento amplo de inovação e, principalmente, contando com mão de obra qualificada. "Mas, para isso, precisamos de investimentos, em especial em infraestrutura. Isso é primordial", destaca.

Ainda entre os graves problemas enfrentados no país e em Minas, ele ressalta a alta carga tributária e também a falta de apoio ao pequeno e médio empresário para investir em inovação.
"Não conhecemos nenhum país realmente desenvolvido cujo tripé não seja ciência, tecnologia e inovação. Isso é a base do desenvolvimento sustentável. O problema é que o Brasil vive uma grande dicotomia: está razoavelmente bem em produção científica, mas, em compensação, em inovação estamos muito atrás", ressalta. O Brasil é o 15º colocado no mundo em produção científica e o 64º em inovação, segundo ranking The Global Inovation Index 2013.

Por isso, a ideia é trazer mais indústrias para o CITSF, criando centros de pesquisas dessas empresas no local, com grandes cientistas atuando dentro do campus.

"O problema é que hoje a indústria brasileira não tem o produto final.  isso que queremos mudar, para poder ter, no futuro, produtos realmente inovadores, que possam competir com o melhor que é produzido em outros países", destaca. Entre as empresas que já atuam junto ao CITSF estão a Vale, a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) e a Votorantim Metais.

Leia também

MRV reduz emissão de gases do efeito estufa
Mineiros consideram a reciclagem importante
Ambev mantém iniciativas para mudar este cenário
RH tem papel primordial na difusão dos ODS
Evento discutiu a diversidade na Capital

Futuro - O professor Policarpo acredita que, com o trabalho desenvolvido no CITSF, daqui a 20 anos teremos uma realidade bem diferente em Minas. "O peso do que será desenvolvido aqui na diversificação da pauta mineira é muito grande", diz. A lógica é fácil, explica: "Para diversificar, a indústria precisa ser competitiva. E, para isso, tem que aplicar profundamente em inovação. Não basta fazer mais do mesmo, tem que inovar, ou não vai sobreviver".

Se tudo correr como o esperado, o Estado tem um futuro brilhante à frente. "A base educacional nós temos. Agora temos que parar de exportar cérebros. Minas tem um potencial extraordinário, só tem que manter o foco aqui. Se isso acontecer, seremos a segunda economia do país em 20 anos. E só depende dos mineiros", completa.


Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

13/06/2018
MRV reduz emissão de gases do efeito estufa
Empresa mantém programa em seus escritórios, lojas e obras para diminuir o impacto ambiental da atividade
13/06/2018
Mineiros consideram a reciclagem importante
De acordo com pesquisa feita pelo Ibope Inteligência, a pedido da Cervejaria Ambev, o mineiro sabe da importância da reciclagem para o meio ambiente e acredita que seja uma...
13/06/2018
Ambev mantém iniciativas para mudar este cenário
A Cervejaria Ambev desenvolve uma série de iniciativas para contribuir com a mudança desse cenário, pois a sustentabilidade socioambiental é um pilar central de seu...
05/06/2018
RH tem papel primordial na difusão dos ODS
Cabe ao departamento difundir políticas de responsabilidade e afirmativas de acordo com a cultura empresarial
05/06/2018
Evento discutiu a diversidade na Capital
A edição 2018 do Fórum ABRH-MG, promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos – Minas Gerais (ABRH-MG), aconteceu ontem, no Ouro Minas Palace...
› últimas notícias
Torcida não aquece as vendas no hipercentro
Prestadoras de serviços terrestres cogitam dispensa de pessoal com reoneração
Liminar contrária não abala Mendes Júnior
Primeiro leilão da Aneel prevê R$ 6 bi
BR Distribuidora aguarda decisão do TRT para mensurar os impactos
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


23 de junho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.