Publicidade
13/12/2017
Login
Entrar

Negócios

06/12/2017

Oca do Milho, original de Caetanópolis, abre primeira unidade em Belo Horizonte

Daniela Maciel
Email
A-   A+
Com um mix de mais de 50 itens, a grande estrela é a pamonha/Divulgação
Um dos cereais mais consumidos no mundo, o milho ajudou a formar uma família de empreendedores mineiros. Certos de que o produto seria um sucesso, a dificuldade no início era achar um ponto. Depois de alguns desacertos, a oportunidade viria à beira da rodovia BR-040, na altura do município de Caetanópolis, na região Central. Desde 1998, a pamonharia Oca do Milho oferece as mais variadas delícias que vêm dos grãos dourados do milho, sejam elas doces ou salgadas. No mix de mais de 50 itens - poucos sem milho na receita -, todos de fabricação própria, a grande estrela é a pamonha.

O momento agora é de mais um salto na história dos empreendedores, com a abertura da primeira unidade em Belo Horizonte, na região da Savassi, prevista para este mês. O investimento de R$ 400 mil abriga não só as obras necessárias para deixar o espaço confortável para os consumidores e a compra de equipamentos, como também para o tratamento da marca que passa desde consultoria e estudo de geomarketing até o desenvolvimento de novas embalagens.

De acordo com a engenheira de produção e sócia da Oca do Milho, Luana Magalhães, o sonho dos pais ganha agora um novo capítulo com a abertura de uma unidade em uma das regiões mais tradicionais da Capital. A escolha do ponto levou em consideração que a Savassi, com intenso comércio e sede de muitas empresas, recebe moradores de todas as outras regiões da cidade.

“Temos duas Ocas do Milho na BR-040, bem próximas. Quando meu pai começou a construir a primeira, muita gente disse que daria errado, mas ele apostava no sabor dos nossos produtos. Depois de tanto tempo, nos estruturamos para vir para Belo Horizonte. Grande parte do nosso público é da Capital e ouvíamos sempre pedidos para ter uma loja aqui. É, para nós, uma experiência totalmente diferente. Estamos focados nessa inauguração e na consolidação dessa nova unidade”, explica Luana Magalhães.

A nova loja vai gerar oito empregos diretos, sendo que quatro vagas serão ocupadas por pessoas que já trabalham nas unidades de Caetanópolis. A produção continuará concentrada na matriz, onde o espaço já foi dimensionado para suportar o crescimento da empresa em até mais duas unidades. Ao todo, a Oca do Milho abriga cerca de 70 colaboradores.

O objetivo é utilizar a nova loja como um piloto no processo de franqueamento da marca Oca do Milho. “Prezamos pela segurança do nosso negócio. Queremos estudar, testar tudo antes de oferecer o nosso nome para outras pessoas. Mesmo por isso todo o investimento realizado em Belo Horizonte é com recursos próprios. Muitas pessoas já nos falaram em franquia, mas esse tem que ser um processo seguro para todos. Aqui vamos testar produtos, atendimento e estratégias. Uma das novidades é o delivery. Esse é um recurso importante para atender o púbico de Belo Horizonte e das grandes cidades, por exemplo”, destaca a empreendedora.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

13/12/2017
Planejamento para atrair investimentos inovadores
Aportes podem gerar empregos de qualidade na capital mineira
13/12/2017
Três atitudes que afetam a reputação da sua empresa (e como evitá-las)
Em um mundo conectado, ter uma boa imagem é fundamental. As empresas não podem permitir prejudicar a sua imagem por causa de uma fraca interação com seus stakeholders
13/12/2017
Prodemge anuncia criação da Sala de Inovação na Cidade Administrativa
A Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais (Prodemge), vinculada ao governo estadual, lança a primeira Sala de Inovação, localizada na...
13/12/2017
Indústria 4.0 deve avançar na próxima década
Percentual de empresas que digitalizaram o processo produtivo deve passar de 1,6% para 21,8%
13/12/2017
Santa Maria de Itabira vai adotar a Lei da Educação Empreendedora em 2018
A Câmara Municipal de Santa Maria de Itabira aprovou a Lei Municipal nº 1572/2017, ou Lei da Educação Empreendedora, norma que insere o empreendedorismo nas...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.