Publicidade
26 de May de 2017
Login
Entrar

DC Auto

12/05/2017

Onix é reprovado em teste de colisão

Da Redação
Email
A-   A+
O Programa de Avaliação de Carros novos para América Latina e o Caribe, Latin NCAP publicou, ontem, o resultado do Chevrolet Onix conforme novo protocolo de avaliação de 2016. O Onix, carro de maior venda no Brasil, conseguiu um resultado decepcionante de zero estrela em relação à proteção do passageiro adulto e três estrelas quanto à proteção do passageiro criança.

O Latin NCAP incluiu, desde 2016, um teste de impacto lateral como parte de seus protocolos, começando a testar alguns dos modelos mais vendidos que, desde 2014, já eram avaliados no impacto frontal.

Por enquanto, o Latin NCAP vem realizando o teste de impacto lateral no Fiat Palio, no Peugeot 208e, agora, no Chevrolet Onix. No teste, o Latin NCAP analisou os dados dos dummies (bonecos de teste) para os três modelos. O Onix foi o único que registrou valores que ultrapassam os limites biomecânicos permitidos para o peito no teste de colisão.

A respeito da segurança estrutural dos três modelos, o Fiat Palio tem o melhor desempenho estrutural em colisão lateral, seguido do Peugeot 208, que não conta com barras laterais nas portas.. Ambos tinham mostrado um melhor desempenho com airbags laterais.
Contudo, no caso do Onix, o desempenho estrutural no impacto lateral mostrou um grande deslocamento (penetração) do pilar B, dentro do compartimento do passageiro, significativamente maior que nos outros dois veículos.

Provavelmente, devido a seu pobre desempenho estrutural, a situação não mudaria nem mesmo incluindo airbags laterais. Ainda mais, a porta traseira do Onix se abriu no teste. A abertura da porta significa um alto risco para crianças, bem como o fato de o modelo não ter cumprido com a regulação de proteção contra impacto lateral básica das Nações Unidas (UN95).

O secretário-geral do Latin NCAP, Alejandro Furas, comentou: “O Latin NCAP está muito decepcionado com o resultado do Onix. A General Motors estabelece que o Onix é baseado numa plataforma global. No entanto, a versão avaliada pelo Latin NCAP não seria aprovada pela regulação da ONU (UN95), nem pela Norma Federal de Segurança Veicular dos EE.UU. (FMVSS214) aplicadas na Europa e nos Estados Unidos respectivamente. Por que deveria se permitir à GM oferecer na América Latina esse carro com padrões inferiores aos exigidos? Isso mostra claramente o motivo pelo qual é solicitado, de forma urgente, parar com este inaceitável duplo padrão”.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

26/05/2017
Fiat lança a linha 2018 da picape Toro
Versão Freedom 4x4, com motor 2.0 turbodiesel, passa a contar com a opção pelo câmbio automático
26/05/2017
Fiat convoca proprietários por falha com o alternador
A FCA (Fiat Chrysler Automóveis) está convocando os proprietários dos veículos Fiat Bravo, Doblò, Doblò Furgão, Fiorino, Grand Siena, Idea, Linea,...
19/05/2017
Renault Sandero R.S ganha série limitada
Racing Spirit terá 1.500 unidades, produzidas no Paraná, e terá primeira exibição em Buenos Aires
19/05/2017
Kawasaki lança a nova Z650 ABS no Brasil
A Kawasaki do Brasil acaba de apresentar ao mercado nacional seu mais novo modelo de média cilindrada, lançamento que dá seguimento às políticas de...
19/05/2017
MAN usa impressora 3D para peças
A MAN Latin America vem crescendo de forma exponencial a utilização de sua impressora 3D. Hoje a máquina trabalha praticamente de forma ininterrupta para a...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.