Publicidade
18/02/2018
Login
Entrar

DC Mais

03/02/2018

Orla da Lagoa da Pampulha terá saudação à rainha Iemanjá

Da Redação
Email
A-   A+
A Mãe dos Peixes e Rainha do Mar, Iemanjá, será saudada por movimentos da cultura negra de Belo Horizonte no domingo (4). A manifestação reverencia a pluralidade cultural, a festividade dos rituais de candomblé e de umbanda e o resgate das raízes dos terreiros. Além da tradicional celebração dos sacerdotes e do cortejo do Afoxé Bandarerê, haverá apresentações dos blocos Angola Janga e Alô Abacaxi. Tudo isso em frente ao Portal de Iemanjá, na Orla da Lagoa da Pampulha. A realização é da Associação Cultural Afoxé Bandarerê, que conta com apoio da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio da Belotur.

O ritual litúrgico começa às 14h, com a concentração. Ás 15h30, os atabaques esquentam com o Bandarerê. Por volta das 16h30, as oferendas ao orixá feminino serão colocadas nas águas da Lagoa Pampulha, por meio de um balaio produzido ecologicamente para preservar o meio ambiente e o patrimônio. Após esse ritual começa a festa carnavalesca com os tamboris do Alô Abacaxi e Angola Janga, que acontece até as 19h.

Para o fundador do Afoxé Bandarerê, Márcio Eustáquio, mais conhecido como Tata Kamus’ende, o presente de Iemanjá é um ato de resistência da cultura negra e religiosa de Belo Horizonte. “Valorizando a força ancestral e resistindo com uma cultura que contempla 53% da população da cidade, ocuparemos a Pampulha, patrimônio da humanidade, com a força das águas. Com chuva ou sem chuva estaremos lá, resilientes”, enfatiza Tata Kamus’ende.

Tradição - Representada sob a forma de uma sereia, Iemanjá, conhecida também como Dona Janaína e unificada com a Iara, a sereia do Amazonas, tem sincretismo religioso com as santas católicas Nossa senhora dos Navegantes, Nossa Senhora da Glória e Nossa Senhora da Conceição. Ela é a mais celebrada dos orixás e também a santa mais popular do Brasil. A Mãe dos Peixes é reverenciada também pelas artes, se popularizou por meio de canções de Clara Nunes, Caetano Veloso, Rita Ribeiro, Gerônimo, Marisa Monte, entre outros, além de ser tema em várias escolas de samba.

A festa é comemorada por todo País, no dia 2 de fevereiro de cada ano, quando é comemorado o Dia de Iemanjá. Em Belo Horizonte, desde 2014, com o apoio da Coordenadoria de Promoção da Igualdade Racial (CPir), a manifestação começou a ser realizada na Lagoa da Pampulha, sempre no domingo mais próximo ao dia 2 de fevereiro.

Carnaval de BH - Nos últimos anos, o Carnaval de Belo Horizonte se consolidou como um dos maiores do Brasil. De acordo com as estimativas divulgadas pelo Ministério do Turismo, a cidade é um dos destinos mais procurados, ao lado de Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Recife e Olinda. Juntas, elas devem ser responsáveis por 65% de toda a movimentação financeira no País durante o período de folia.

O Carnaval de Belo Horizonte, que acontece oficialmente do dia 27 de janeiro a 18 de fevereiro, tornou-se um dos mais surpreendentes do Brasil. Para este ano, a expectativa é de 3,6 milhões de foliões, 20% a mais que em 2017. Serão cerca de 480 blocos de rua, com 550 desfiles.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

17/02/2018
Atriz Priscila Fantin revela como venceu a depressão
São Paulo - Na vida dos atores e celebridades nem tudo é glamour e festa. Pelo contrário. Não faltam exemplos de famosos que já enfrentaram a depressão:...
17/02/2018
Curtas DC Mais 17/02
ACMinas Viva O plano de desenvolvimento da entidade, ACMinas Viva, será apresentado durante a reunião plenária semanal de diretores, sócios e convidados da...
17/02/2018
Agenda Cultural 17/02
Escola Livre de Palhaços Betim - O Instituto Cultural Escola Livre de Palhaços (Eslipa) desenvolverá até o fim do ano o projeto “De Olho no Duto”,...
16/02/2018
Obra de Elizabeth Rennó reúne prefácios de dezenas de livros
“Arquivos literários” é a mais recente obra de Elizabeth Rennó, da Academia Mineira de Letras. O volume reúne os textos com os quais a ocupante da cadeira...
16/02/2018
Curtas DC Mais 16/02
Carnaval no Distrital Encerrando a programação carnavalesca, o bloco Me Beija Que Eu Sou Pagodeiro e a cantora Aline Calixto reeditam a parceria musical de sucesso na terceira...
› últimas notícias
Sondagem revela retomada do otimismo
Valor liberado para médios e grandes produtores na safra 2017/18 é de R$ 85 bilhões
Justiça decide que elétricas não poderão ter cobrança retroativa de débitos de R$ 6 bilhões
Sebrae pretende atender 69,6 mil MPEs
Nível de atividade do varejo no Brasil aumenta 1,3% em janeiro, aponta a Cielo
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Começam as obras do Aeródromo Inhotim
Folia supera expectativas em Belo Horizonte
Mobiliata une empreendedorismo e impacto social
Carnaval aqueceu setor de brindes na Capital
Fiat Argo Drive tem bom desempenho
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


17 de fevereiro de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.