Publicidade
21/11/2017
Login
Entrar

DC Auto

20/10/2017

Os dois modelos receberam 5 estrelas nos testes de segurança

Da Redação
Email
A-   A+
Tanto a Hilux como o SW4, em suas linhas 2018, seguem equipados com motores diesel e flex.

O motor 2.8 litros de quatro cilindros em linha com 16 válvulas, DOHC com corrente de distribuição, introduzido nas mais recentes gerações dos dois modelos, tem turbocompressor de geometria variável (TGV), intercooler e sistema de injeção eletrônica direta common rail.

Esta evolução melhorou o nível de consumo de combustível em cerca de 11%, segundo a Toyota, em comparação com a geração anterior como, também, o desempenho, entregando, tanto na Hilux como no SW4, 177 cv de potência a 3.400 rpm, e 45,9 kgfm, entre 1.600 e 2.400 rpm.

A motorização 2.7 16V bicombustível, comum nos modelos Hilux e SW4, foi especialmente projetada para o mercado brasileiro. O grande destaque é a tecnologia de duplo comando de válvulas variável (Dual VVT-i), que atua no gerenciamento dos sistemas de admissão e escape da câmara de combustão, otimizando a queima do combustível de maneira inteligente, além da adição do sistema de partida a frio, eliminando a necessidade do subtanque auxiliar, refletindo em melhor desempenho.

Outro aprimoramento é seu ganho de 7% em eficiência de consumo, de acordo com a montadora. As versões flex da picape média e do SUV apresentam 163 cv de potência a 5.000 rpm, quando abastecidos com etanol, e 159 cv, também a 5.000 giros, com gasolina. O torque máximo é de 25 kgfm (com álcool e gasolina), sempre a 4.000 rpm.

A picape média da Toyota foi aprovada nos testes independentes de segurança do Latin NCAP, tendo atingido a nota máxima (cinco estrelas) para passageiros dos bancos dianteiros e traseiros.

Todas as versões da linha 2018 vêm com freios ABS com distribuição eletrônica (EBD), cintos de segurança dianteiros e traseiros com três pontos, airbags frontais (para motorista e passageiro) e um de joelho, além de imobilizador por código eletrônico na chave.
Todas as versões cabine dupla também contam com sistema para fixação de cadeirinha para crianças no banco traseiro.

Complementam o pacote de segurança das versões flex SRV 4x2 e 4x4 automáticas e as movidas a diesel, SRV e SRX, o Assistente de Reboque (TSC), Assistente de Subida (HAC), Controle Eletrônico de Estabilidade (VSC), Controle Eletrônico de Tração (A-TRC) e Assistente de Frenagens Emergenciais (BAS).

A topo de linha SRX ainda conta com Assistente de Descida (DAC) dois airbags laterais, um para o motorista e outro para o passageiro dianteiro, e dois de cortina.

A nova geração do SUV médio também recebeu nota máxima em segurança nos testes realizados pelo Latin NCAP. O teste avalia a segurança proporcionada aos ocupantes do veículo em uma simulação de colisão.

Fazem parte dos itens de série ligados à segurança da SW4: freios ABS com distribuição eletrônica (EBD), Assistente de Frenagens Emergenciais (BAS), Controle Eletrônico de Tração (A-TRC), Controle Eletrônico de Estabilidade (VSC), sensor de estacionamento traseiro, Assistente de Reboque (TSC) e de Subida (HAC), três airbags, sendo dois frontais (motorista e passageiro) e um para joelho (motorista), sistema para fixação de cadeirinha para crianças no banco traseiro, apoios de cabeça dianteiro e traseiros com regulagem de altura, entre outros.

Além disso, a nova versão SRV flex automática e a SRX diesel de cinco e sete assentos ainda contam com dois airbags de cortina e dois laterais para o motorista e o passageiro dianteiro e sistema de alarme perimetral e volumétrico com acionamento à distância.
O Assistente de Descida (DAC) está disponível somente na versão SRX.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

17/11/2017
Chevrolet apresenta a S10 100 Years
Versão limitada a 450 unidades, numeradas, utiliza motor 2.8 Turbo Diesel e câmbio de 6 marchas
17/11/2017
Jaguar XE 2018 chega ao mercado nacional com novas opções de motores e duas versões
O Jaguar XE chega ao modelo 2018 com a nova linha de motores Ingenium, totalmente desenvolvida pela Jaguar Land Rover. Os novos propulsores Ingenium são bastante leves e compactos,...
10/11/2017
Subaru Forester ganha nova versão de entrada
Linha do utilitário passa a contar com 3 opções
10/11/2017
Continental investe em segurança digital automotiva
A conectividade dos veículos já é uma realidade e novos sistemas estão sendo desenvolvidos para tornar os carros cada vez mais eficientes, autônomos e seguros....
10/11/2017
Motor Boxer 2.0, aspirado, rende 150 cv
O Forester L está equipado com o mesmo conjunto mecânico da versão intermediária da gama (Sport): motor Boxer 2.0 litros aspirado, com 150 cv de potência e torque...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.