16/08/2018
Login
Entrar

Economia

19/07/2018

PBH cumpre 1ª etapa de auditoria

Relatório reúne 5 mil documentos de 40 empresas, referentes ao período de 2013 a 2016
Ana Carolina Dias
Email
A-   A+
Objetivo é apurar as contas e padronizar registros, para subsidiar decisões de reajustes/CHARLES SILVA DUARTE
A primeira etapa da auditoria na Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), que contemplou a preparação, planejamento e mobilização do processo, está concluída. O relatório, com dados referentes ao período entre 2013 e 2016, foi entregue na última terça-feira pela Maciel Consultores, empresa escolhida por meio de licitação para realizar a auditoria, e será avaliado pela equipe técnica da BHTrans nos próximos dias.

A fase inicial, que começou há três meses, coletou cerca de 5 mil documentos de 40 empresas organizadas em quatro consórcios, para verificação de receitas, despesas e investimentos feitos por todas as concessionárias de transporte coletivo. Com expectativa de conclusão da auditoria para o final de outubro, mais etapas serão cumpridas nos próximos meses.

No fim de agosto, será realizada uma demonstração de resultado econômico com avaliação dos quatro anos dos consórcios e projeção de fluxo de caixa. A etapa seguinte prevê avaliação de conteúdos internos e a sugestão de um modelo de plano de contas a ser usado por todo o sistema, além dos resultados previstos para todo o período de concessão, que vai até 2028.

Na fase final, haverá avaliação de todos os instrumentos de controle tanto da BHTrans quanto das concessionárias, além da compilação e apresentação de um relatório final com recomendações. O contrato prevê ainda seis reuniões periódicas de prestação de contas por parte da auditoria e duas audiências públicas para divulgação de resultados.

O presidente da BHTrans, Célio Bouzada, ressaltou a importância da primeira fase da auditoria e afirmou que o processo mostra a intenção e a firmeza da atual administração da Capital para que as contas das empresas sejam abertas e tratadas com transparência.
“Além de verificar, estamos avançando para verificar se os procedimentos da BHTrans na gestão do contrato estão corretos, o que vai auxiliar a administração a controlar melhor o serviço que as empresas prestam e com isso melhorar a qualidade desse serviço para a população”, destacou.

Padronização - A previsão de um plano de contas padrão, que vai uniformizar os registros contábeis das 40 empresas, é um dos pontos, na avaliação de Bouzada, que enfatiza o objetivo da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) de aprofundar na gestão dos contratos e que, segundo ele, vai facilitar futuras auditorias e controles por meio da padronização.

“Diferente de outros períodos de verificação independente, estamos aprofundando nesse contrato. A inovação de buscar informação na fonte, direto na contabilidade das empresas, aliada à experiência da empresa de auditoria, faz com que nossa expectativa seja de ter um bom produto para apresentar”, disse Bouzada.

Para o secretário de Obras e Infraestrutura, Josué Valadão, a conclusão da primeira etapa é emblemática e a coleta de dados junto às empresas vai ajudar a checar se as informações estão corretas e se existem divergências. Ele destacou ainda que o trabalho não consiste somente na demonstração de números, mas também em saber como esses dados foram obtidos e como estão estruturados.

“É uma busca pela clareza da estruturação de informações. Estamos dando andamento à determinação do prefeito Alexandre Kalil no sentido de identificar todas as contas relacionadas com as empresas concessionárias de transporte coletivo e de todos os controles internos da BHTrans”, afirmou Valadão.

Resultados - Além da coleta de dados, Célio Bouzada esclareceu que existe uma comissão na PBH que é constituída pela Controladoria do Município, por representantes da Secretaria de Obras e Infraestrutura, da Secretaria da Fazenda e da BHTrans, que acompanha e valida todos os passos da auditoria, com acesso direto às empresas e à documentação necessária.

A partir dos resultados compilados em outubro, caso as contas estejam corretas ou após os ajustes, o presidente da BHTrans afirmou que serão definidas ações necessárias, como possíveis reajustes nos preços das passagens. “O resultado final vai gerar um trabalho de discussão com a sociedade e será feita uma análise, com avaliação do cenário econômico do País para definir possíveis reajustes”, avaliou Bouzada.

O secretário de Obras e Infraestrutura também ressaltou a importância dos dados para a atuação da PBH nas tarifas. “Após a verificação dos números, o relatório final vai ser instrumento para tomada de decisões, sejam elas quais forem”, afirmou Valadão.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

15/08/2018
BH Airport amplia espaço para cargas
De janeiro a julho, o volume para embarques e importações aumentou 32%
15/08/2018
Brasil tem recursos para financiamento, diz Oliveira
São Paulo - O Brasil não tem restrições para financiar infraestrutura do ponto de vista de fontes de recursos, informou na terça-feira (14) para uma plateia de...
15/08/2018
Lucro líquido da Locamerica avança 196%
Valor salta de R$ 25,1 milhões, no 1º semestre de 2016, para R$ 74,3 milhões, no mesmo período deste ano
15/08/2018
Atividade do setor de serviços em Minas sinaliza retomada, com alta de 9,8%
Segmento recuperou perdas ante maio
15/08/2018
1ª parcela do 13º será paga em agosto e setembro
Brasília - Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começam a receber, ainda neste mês, a antecipação da primeira parcela do...
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


15 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.