Publicidade
13/12/2017
Login
Entrar

Economia

07/12/2017

PBH terá empréstimo de US$ 82,5 mi

Recursos do Banco de Desenvolvimento da América Latina serão liberados a partir de 2018
Mara Bianchetti
Email
A-   A+
As obras serão executadas em três anos, para melhoria da malha urbana e infraestrutura de saúde/Divulgação
O Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) acaba de aprovar um empréstimo no valor de US$ 82,5 milhões para Belo Horizonte. Os recursos, que serão aplicados em melhorias na infraestrutura urbana e no sistema de saúde, começarão a ser liberados no ano que vem. A meta da Secretaria Municipal de Finanças é realizar as intervenções nos próximos três anos, ainda na gestão do prefeito Alexandre Kalil (PHS).

As informações são do secretário municipal de Finanças, Fuad Noman Filho. Segundo ele, a assinatura do contrato com a CAF deverá ocorrer dentro de um ou dois meses. A partir daí, os trâmites passam a ser os tradicionais em qualquer tomada de financiamento.

“Já no próximo mês negociaremos o ritmo dos desembolsos e logo em seguida definiremos o cronograma de realização das intervenções. Alguns projetos terão suas obras iniciadas imediatamente, e, outros, terão seus projetos elaborados”, explicou.

Os recursos, que ficarão sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, serão destinados a treze projetos que foram priorizados no Plano Diretor de Mobilidade Urbana, no Plano Municipal de Saúde e no Orçamento Participativo da capital mineira.

De maneira geral, conforme Noman Filho, o planejamento da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) englobará obras de mobilidade (recuperação de ruas e avenidas, e melhorias da sinalização, das calçadas e ciclovias em corredores de transporte urbano); reabilitação urbana por meio da regeneração de praças públicas; obras para o setor de saúde por meio de investimentos em unidades de atendimento primário, atendimento especializado e a remodelação e ampliação de hospitais; além da modernização institucional com investimentos em sistemas tecnológicos.

“Dentro das especificações do banco para a liberação dos recursos, nas áreas de mobilidade urbana, recuperação de espaços públicos e melhora do acesso aos serviços públicos de saúde, vamos focar nas demandas prioritárias”, justificou.

Como exemplos em cada área, o secretário citou a requalificação de várias ruas, avenidas e praças da cidade, como a avenida Cristiano Machado e as praças Rio Branco e do Papa. Na área de saúde, estão previstas a ampliação das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Norte e Nordeste, a construção de uma nova ala no Hospital Odilon Behrens e a revitalização e integração dos prédios na área hospitalar da cidade.

A modernização institucional será feita por meio da adoção de sistemas tecnológicos que permitam maior eficiência na gestão dos serviços de saúde e na formulação e acompanhamento de projetos de investimento.

Desenvolvimento - “Uma das promessas de campanha do prefeito foi justamente fazer as coisas funcionarem em Belo Horizonte. Estes investimentos vêm para coroar os movimentos do Executivo neste sentido”, ressaltou Noman Filho.

Ainda segundo ele, “dentro das áreas de atuação do CAF abordaremos e executaremos uma série de obras que impulsionarão a dinâmica da cidade. Alguns projetos vindos de necessidades identificadas no funcionamento da Capital e outros de estudos realizados pela própria prefeitura ou apontados pela população por meio do Orçamento Participativo”, concluiu.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

13/12/2017
Melhora na economia global favoreceu negócios na Bolsa
São Paulo - Além de investidores apontarem sinais de melhora na economia brasileira, com a queda dos juros e da inflação no País, a maior disponibilidade global...
13/12/2017
Conselho da concessionária de Guarulhos aprova aumento de capital de R$ 850 milhões
São Paulo - O conselho fiscal da concessionária do Aeroporto Internacional de Guarulhos aprovou aumento de capital de R$ 850 milhões, mediante a emissão de 1,104...
13/12/2017
Cade libera compra de complexo na Costa do Sauípe pela Termas do Rio Quente
Brasília - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a compra do complexo turístico Costa do Sauípe, na Bahia, para...
13/12/2017
BR Distribuidora deverá ser a maior abertura de capital no Brasil desde o ano de 2013
São Paulo - A abertura de capital da distribuidora de combustíveis BR , da Petrobras, deverá marcar a maior oferta inicial de ações (IPO, na sigla em...
13/12/2017
Senado aprova socorro bilionário à Caixa Federal
Brasília - O socorro bilionário à Caixa Econômica Federal, com dinheiro dos trabalhadores depositados no FGTS, precisará passar novamente pelo crivo da...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.