Publicidade
25/02/2018
Login
Entrar

Economia

07/12/2017

PBH terá empréstimo de US$ 82,5 mi

Recursos do Banco de Desenvolvimento da América Latina serão liberados a partir de 2018
Mara Bianchetti
Email
A-   A+
As obras serão executadas em três anos, para melhoria da malha urbana e infraestrutura de saúde/Divulgação
O Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) acaba de aprovar um empréstimo no valor de US$ 82,5 milhões para Belo Horizonte. Os recursos, que serão aplicados em melhorias na infraestrutura urbana e no sistema de saúde, começarão a ser liberados no ano que vem. A meta da Secretaria Municipal de Finanças é realizar as intervenções nos próximos três anos, ainda na gestão do prefeito Alexandre Kalil (PHS).

As informações são do secretário municipal de Finanças, Fuad Noman Filho. Segundo ele, a assinatura do contrato com a CAF deverá ocorrer dentro de um ou dois meses. A partir daí, os trâmites passam a ser os tradicionais em qualquer tomada de financiamento.

“Já no próximo mês negociaremos o ritmo dos desembolsos e logo em seguida definiremos o cronograma de realização das intervenções. Alguns projetos terão suas obras iniciadas imediatamente, e, outros, terão seus projetos elaborados”, explicou.

Os recursos, que ficarão sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, serão destinados a treze projetos que foram priorizados no Plano Diretor de Mobilidade Urbana, no Plano Municipal de Saúde e no Orçamento Participativo da capital mineira.

De maneira geral, conforme Noman Filho, o planejamento da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) englobará obras de mobilidade (recuperação de ruas e avenidas, e melhorias da sinalização, das calçadas e ciclovias em corredores de transporte urbano); reabilitação urbana por meio da regeneração de praças públicas; obras para o setor de saúde por meio de investimentos em unidades de atendimento primário, atendimento especializado e a remodelação e ampliação de hospitais; além da modernização institucional com investimentos em sistemas tecnológicos.

“Dentro das especificações do banco para a liberação dos recursos, nas áreas de mobilidade urbana, recuperação de espaços públicos e melhora do acesso aos serviços públicos de saúde, vamos focar nas demandas prioritárias”, justificou.

Como exemplos em cada área, o secretário citou a requalificação de várias ruas, avenidas e praças da cidade, como a avenida Cristiano Machado e as praças Rio Branco e do Papa. Na área de saúde, estão previstas a ampliação das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Norte e Nordeste, a construção de uma nova ala no Hospital Odilon Behrens e a revitalização e integração dos prédios na área hospitalar da cidade.

A modernização institucional será feita por meio da adoção de sistemas tecnológicos que permitam maior eficiência na gestão dos serviços de saúde e na formulação e acompanhamento de projetos de investimento.

Desenvolvimento - “Uma das promessas de campanha do prefeito foi justamente fazer as coisas funcionarem em Belo Horizonte. Estes investimentos vêm para coroar os movimentos do Executivo neste sentido”, ressaltou Noman Filho.

Ainda segundo ele, “dentro das áreas de atuação do CAF abordaremos e executaremos uma série de obras que impulsionarão a dinâmica da cidade. Alguns projetos vindos de necessidades identificadas no funcionamento da Capital e outros de estudos realizados pela própria prefeitura ou apontados pela população por meio do Orçamento Participativo”, concluiu.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

24/02/2018
IBGE apura aumento de 2,1% no número de pessoas ocupadas em Minas Gerais
Estimativa para o 4º trimestre de 2017 é de 10 milhões de pessoas
24/02/2018
Atividade econômica avança no Sudeste, Nordeste e Sul, e recua no Norte e Centro-Oeste do País
Belém - A atividade econômica da região Sudeste avançou 0,8% no trimestre encerrado em novembro, na comparação com os três meses terminados em...
24/02/2018
Produção recua em Minas, mas setor mantém o otimismo
Janeiro serviu para ajustar os estoques nas empresas
24/02/2018
Aneel confirma bandeira verde em março
Brasília - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou na sexta-feira que as contas de luz terão bandeira verde no mês de março. Com isso, os...
24/02/2018
Jucemg apura aumento no número de empresas abertas
Em janeiro, alta chegou a 16,6%, refletindo retomada econômica e desemprego
› últimas notícias
IBGE apura aumento de 2,1% no número de pessoas ocupadas em Minas Gerais
Atividade econômica avança no Sudeste, Nordeste e Sul, e recua no Norte e Centro-Oeste do País
Produção recua em Minas, mas setor mantém o otimismo
Aneel confirma bandeira verde em março
Jucemg apura aumento no número de empresas abertas
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Magistrados federais anunciam paralisação
Fiemg investe em Centro de Treinamento
Tribunal investigará contas do Estado
Por temor, México recorre a milho do Brasil
Multicoisas vai abrir 35 lojas em 2018
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


23 de fevereiro de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.