22/07/2018
Login
Entrar




Agronegócio

07/07/2018

Pequenos produtores têm acesso a material genético

Agência Minas
Email
A-   A+
Com o apoio da Emater, a expectativa é de que neste ano 12 mil vacas sejam inseminadas/
Até pouco tempo, a inseminação artificial não era prática comum às propriedades da agricultura família, diante dos custos para aquisição e realização dos procedimentos. Mas para garantir o acesso à tecnologia, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), desenvolve os Programas Estaduais de Inseminação Artificial. O objetivo é viabilizar o aumento da produtividade em propriedades da agricultura familiar. Ao todo, mais de 2 mil famílias já foram atendidas.

Com recursos de uma emenda parlamentar, a Emater-MG comprou, em 2017, por meio de licitação pública, 50 botijões criogênicos e doses de sêmen de animais de alto rendimento para a produção de leite. O material foi distribuído em 40 municípios dos Territórios de Desenvolvimento Sul e Sudoeste.

Além disso, o governo adquiriu e distribuiu 45 motos, usadas para o deslocamento dos inseminadores, e kits de inseminação (luvas, pipetas de inseminação). Tudo isso contribuiu para que tivessem sido realizadas, somente no ano passado, mais de 8 mil inseminações.
Reconhecida como importante ferramenta de valorização e promoção do agricultor familiar, a iniciativa vem sendo implementada em outras regiões do Estado, com distribuição, em 2018, de mais 101 botijões, cada um com 100 doses de sêmen bovino de alta qualidade, além do kit de inseminação. O investimento é de R$ 505 mil, provenientes do Programa Estadual Minas Sem Fome.

Como participar - Para que seja pleiteada a participação nos Programas Estaduais de Inseminação Artificial, o município deve comprovar tradição na pecuária leiteira, contar com agricultores familiares interessados e disponibilizar um profissional de apoio ao produtor nas ações de inseminação. Assim, estará apto e receberá da Emater-MG todo suporte para a gestão local do programa.

Este ano, a previsão é de que 12 mil vacas sejam inseminadas e que daqui a alguns anos as bezerras com este ganho genético serão o grande diferencial para a produção de leite da agricultura familiar.

O material genético disponibilizado aos agricultores familiares é procedente de animais testados e aprovados em grandes centrais de inseminação e proveniente das três principais raças de bovinos produtores de leite: Holandesa, Girolando e Gir Leiteiro.
A entrega é feita às prefeituras que aderiram aos programas por meio de um Termo de Cessão. Com isso, um técnico regional da Emater-MG acompanha o desenvolvimento do programa enquanto o agente contratado pelo município (ou associação) é o responsável pela inseminação das vacas nas propriedades rurais.

Esse material é entregue em botijões criogênicos, que armazena, por tempo indeterminado, desde que não falte nitrogênio, o sêmen do gado com indicação para a produção de leite. Em cada um desses recipientes estão armazenadas entre 100 e 150 doses de sêmen bovino.

Apenas no ano passado mais de 4 mil animais foram inseminados, sendo que cada propriedade recebe as doses de sêmen conforme a sua necessidade. Até o dia 7 de julho, a Emater-MG espera entregar entre 30 e 40 botijões para municípios que estão na fase final da elaboração do Termo de Cessão.

Capacitação - Em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Administração Regional de Minas Gerais (Senar Minas) e o Instituto de Educação Federal do Sul de Minas, a Emater-MG também garante que produtores sejam treinados para que eles próprios sejam os responsáveis pela inseminação artificial em suas propriedades.

Apenas em 2017, 56 pessoas foram capacitadas para o trabalho de inseminação. Este ano, conforme os botijões de sêmen estão sendo entregues, os municípios já programam a oferta do curso de capacitação. A previsão é de que 90 pessoas sejam formadas para atuar nos municípios e nas regiões onde vivem.

Normalmente, os alunos dos cursos de qualificação são os filhos dos produtores rurais, que se envolvem para fazer com que a tecnologia seja a grande aliada da produção rural. São treinados para fazer o trabalho nas suas propriedades e nas dos vizinhos. (Com informações da Agência Minas)

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/07/2018
Exportações de soja devem ser recorde no próximo ano
São Paulo - As exportações brasileiras de soja devem crescer no próximo ano para um novo recorde, de 75 milhões de toneladas, projetou na sexta-feira (20) a...
21/07/2018
Com demanda em alta, produção de etanol cresce 74% em Minas Gerais
Fabricação de açúcar tem queda de 17%
21/07/2018
AGROTÓXICOS | Pesquisa aponta riscos para a população que vive perto de áreas pulverizadas
São Paulo - Moradores de comunidades rurais, indígenas e quilombolas são vítimas de intoxicação por agrotóxicos, aponta relatório da...
20/07/2018
Minas Gerais debate flexibilização na lei de agrotóxicos
Para a Faemg, mudanças não diminuirão controle; para deputado Doutor Jean Freire, população será afetada
20/07/2018
Subsídios da Índia e Paquistão afetam mercado de açúcar
A Global Sugar Alliance (GSA), associação que congrega entidades de países produtores de açúcar, entre eles os responsáveis por mais de 80% das...
› últimas notícias
Exportações de soja devem ser recorde no próximo ano
Renovação da concessão da EFVM pode ser resolvida na Justiça
Pessimismo aumenta na indústria mineira
Minas mantém sequência de superávit
Brasil fecha 661 vagas com carteira assinada
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


21 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.