Publicidade

Finanças

06/01/2017

Perda líquida chegou a R$ 40,702 bilhões em 2016, segundo pior resultado desde 1995

Email
A-   A+
Brasília - A caderneta de poupança fechou 2016 com perda líquida de R$ 40,702 bilhões, segundo pior resultado da série histórica do Banco Central iniciada em 1995, em meio a mais um ano de forte recessão econômica. Só em dezembro, tradicionalmente positivo por conta do pagamento do 13º salário, a poupança registrou captação líquida de 10,669 bilhões de reais, informou nesta...

Exclusivo para assinantes.


Para ler esta e outras matárias, cadastre-se gratuitamente ou assine.

Ler 5 matérias por mês

     

Receber nossas newsletters



Assinar
Cadastrar

Ou faça login

Leia também

19/02/2017
Banco do Brasil estima queda nominal nos índices de inadimplência neste ano
São Paulo - O Banco do Brasil espera que a inadimplência tenha retração mais rápida em termos nominais em 2017 do que em termos percentuais e que as...
18/02/2017
Tesouro Direto bate recorde em janeiro
Compra de títulos movimentou R$ 2,17 bilhões e o estoque atingiu R$ 41,7 bilhões no período
18/02/2017
Setor externo tem déficit de US$ 5 bilhões
Resultado de janeiro ficou abaixo do previsto pelo Banco Central, de US$ 6 bilhões para o período
18/02/2017
Dólar tem segunda alta consecutiva e fecha em R$ 3,09
São Paulo - O dólar fechou a sexta-feira em alta pelo segundo dia consecutivo, aproximando-se de R$ 3,10 no mercado à vista. A cautela trazida pelo exterior, diante do...
18/02/2017
Santander: 2017 será de inflexão para o País
São Paulo - O presidente do Santander, Sérgio Rial, avalia que 2017 será um ano de inflexão para o Brasil, marcado pela volta ao crescimento e queda da...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.