22/07/2018
Login
Entrar




Negócios

12/07/2018

Pesquisa aponta as principais barreiras no País

Redação
Email
A-   A+
Levantamento foi realizado pela BCG em parceria com a Google/PIXABAY/DIVULGAÇÃO
Alguns temas destacaram-se como barreiras e desafios comuns no Brasil. O estabelecimento de uma visão única do cliente é apontado como um deles, uma vez que apenas 23% das empresas apresentam integração de dados on-line e off-line e 59% não têm sequer interligação dos dados on-line. A segunda principal barreira identificada pelo estudo diz respeito à habilidade de personalização e automação na entrega de mensagens. 94% das empresas têm dificuldade de automatizar a entrega de mensagens; 91% não têm personalizações avançadas em seus sites; e 44% não têm nenhuma personalização em seu principal canal on-line. “Esses dados reforçam a necessidade de as empresas brasileiras perseguirem o próximo nível de maturidade para atingir as expectativas do novo consumidor brasileiro, que busca, cada vez mais, interações personalizadas na hora da compra de um produto ou serviço no ambiente on-line”, afirma Dan Reicher, Diretor do BCG e um dos autores do estudo.

A terceira principal dificuldade identificada é a ausência de métodos de mensuração de resultados efetivos implementados. 52% dos participantes afirmam utilizar modelos de atribuição, mas apenas 20% têm modelos sofisticados que permitem tomada de decisão baseada em dados confiáveis. Outro desafio relevante apontado foi a definição do mix ideal de alocação dos esforços de marketing (on-line e off-line).

Os desafios vão muito além de tecnologia, e barreiras organizacionais e de mudança no modelo de operar impostos pela evolução digital mostram-se igualmente relevantes. 73% das empresas sofrem com coordenação inadequada de equipes multifuncionais; 70% dos participantes não têm objetivos alinhados entre todos os canais; e quase metade das empresas tem a maior parte de suas atividades de marketing executadas por agências terceiras.

O caminho pode não ser simples, mas é repleto de oportunidades de evolução para as empresas brasileiras. “Essa trajetória requer que elas consigam conectar dados on-line e off-line, automatizar a entrega de mensagens por cliente de maneira individualizada, sofisticar modelos de atribuição, conectar os objetivos dos canais, construir novas competências, internalizar atividades core de marketing e adotar novas formas ágeis de trabalho. O melhor caminho para iniciar a implementação, no entanto, é realizar pilotos de casos de uso selecionados, com as tecnologias disponíveis, adotando um novo modo de operar e evidenciando os benefícios desse novo modelo”, conclui Dan Reicher.

A Diretora de Produtos e Inovação do Google Brasil, Flávia Verginelli, complementa: “O nível de exigência dos consumidores de hoje não permite mais que entreguemos as mesmas experiências do passado. A boa notícia é que podemos aprender com os dados, mas isso requer uma transformação. Este estudo traça um caminho claro para chegar ao estágio de maturidade digital que transforma dados em resultados”.

A metodologia deste relatório seguiu a mesma utilizada no estudo desenvolvido em conjunto pelo BCG e Google na Europa em 2017, intitulado “Mastering Digital Marketing”.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/07/2018
CasaCor Minas começa em agosto
Edição deve atrair cerca de 50 mil pessoas até setembro e gerar 550 novos negócios
21/07/2018
Empresas usam redes como ferramenta de gestão
Nos últimos três anos, os pequenos negócios no Brasil apostaram na informatização e na utilização de novas ferramentas digitais, em especial nas...
21/07/2018
Profissionais precisam reagir com ânimo à crise
O cenário político e econômico atual faz com que instabilidade tome conta nas empresas. O resultado disso são as várias demissões que ocorrem, deixando um...
21/07/2018
IDEIAS | A melhor forma para se tornar uma empresa inovadora
O mundo está cada vez mais dinâmico e os consumidores mais empoderados. Por isso, inovar é o caminho natural das empresas, que precisam estar em constante...
21/07/2018
Funcionários não conseguem se desligar do trabalho durante as férias
Manter completa distância do trabalho durante o período de férias talvez seja coisa do passado. De acordo com uma pesquisa da Robert Half realizada em maio de 2018, com base...
› últimas notícias
Exportações de soja devem ser recorde no próximo ano
Renovação da concessão da EFVM pode ser resolvida na Justiça
Pessimismo aumenta na indústria mineira
Minas mantém sequência de superávit
Brasil fecha 661 vagas com carteira assinada
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


21 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.