Publicidade
12/12/2017
Login
Entrar

Economia

17/11/2017

Planta da ACG em Pouso Alegre deve ser inaugurada em abril de 2018

Aportes no complexo serão de R$ 350 milhões
Ana Amélia Hamdan
Email
A-   A+
Executivos da companhia indiana se reuniram com o prefeito do município do Sul de Minas Gerais em outubro/Divulgação
Com investimento aproximado de R$ 350 milhões, a planta da indústria farmacêutica indiana ACG Worldwide, em Pouso Alegre, Sul de Minas, está prevista para ser inaugurada em abril de 2018, segundo informou ontem o diretor de operações da empresa, Fernando Teixeira. A fábrica produzirá cápsulas para medicamentos e suplementos alimentares e tem capacidade para atender a toda a demanda da América Latina. A previsão é de geração de 500 empregos, sendo 300 num primeiro momento.

Segundo Teixeira, as instalações ficarão prontas no próximo mês, mas a fábrica estará apta para funcionar em abril de 2018, quando ocorrerá a inauguração. A partir daí, a empresa parte para o processo de aprovação junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A produção deve começar efetivamente até julho no ano que vem. As obras tiveram início em 2013.

A ACG Worldwide é uma multinacional indiana que atua no segmento farmacêutico e alimentício, fabricando equipamentos, filmes plásticos para embalagens e cápsulas vazias para medicamentos.

Atualmente, a ACG mantém em Pouso Alegre um centro de distribuição de cápsulas importadas da Índia. Ainda no Brasil, a empresa atua produzindo blister – cartelas para remédios – em Cotia (SP). As cápsulas de gelatina duras vazias – que serão produzidas em Pouso Alegre – podem ser usadas pela indústria farmacêutica e também para suplementos alimentares.

Segundo Teixeira, a cidade de Pouso Alegre foi escolhida para sediar a fábrica por já possuir indústria farmacêutica desenvolvida e por oferecer condição logística atrativa. A planta ocupa área de 15 mil metros quadrados no bairro Limeira, em zona de empreendimentos de grande porte em faixa paralela à BR-381 (Fernão Dias).

Polo - Secretário de Desenvolvimento Econômico de Pouso Alegre, Dino Francescato reforçou ontem que a cidade tem interesse em ser polo da indústria farmacêutica e vem trabalhando para tal.

Segundo o secretário, uma das vantagens desse segmento é que ele não enfrenta crises, já que oferece produto de primeira necessidade com demanda garantida. Além disso, é um setor que investe muito em pesquisa e contrata mão de obra qualificada. Essas características, de acordo com ele, atraem investimentos para o município e movimentam a economia local.

Como atrativos da cidade para a indústria ele cita a posição geográfica estratégica, já que o município, no Sul de Minas, fica próximo dos principais centros consumidores do País: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e suas respectivas regiões metropolitanas, além do interior paulista. Além disso, ele cita a recente inauguração na cidade do porto seco Centro Logístico Industrial e Aduaneiro (Clia – Sul Minas). Outras vantagens são abundante oferta de água e energia e infraestrutura de serviços, com universidades e centros médicos.

No mês passado, o empresário indiano Ajit Singh, presidente mundial da ACG Worldwide, se reuniu em Pouso Alegre com o prefeito da cidade, Rafael Simões (PSDB). De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, na ocasião foi anunciado o investimento de R$ 350 milhões na planta. A visita teve objetivo de “estreitar relacionamento e instituir uma agenda positiva em conjunto”.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

12/12/2017
Samarco dá passo para retomar operações
Pedidos de licença prévia e de licença de instalação para uso da cava Alegria do Sul são aprovados
12/12/2017
Lojistas dos shoppings de BH apostam em bons resultados
Otimista, setor adota estratégias para atender incremento da demanda
12/12/2017
Quantidade de devedores se mantém estável no País
O número de devedores no Brasil ficou estável em novembro em relação a outubro, com uma variação de 0,15%. Em comparação com o mesmo...
12/12/2017
Entidades vão à Justiça contra grandes voos no Aeroporto da Pampulha
Associações de moradores da região e a AV Norte contestam portaria do Ministério dos Transportes
12/12/2017
Audiência pública aborda abertura de capital da Codemig nesta terça-feira
Deputados querem entender a meta real da proposta
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.