Publicidade
14/12/2017
Login
Entrar

Finanças

20/05/2017

Política monetária não deve reagir ao câmbio, diz Ilan

Reuters
Email
A-   A+
Brasília - O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, reforçou na sexta-feira a importância de o País continuar no caminho das reformas na economia apesar do cenário de maior incerteza política e que política monetária não deve reagir à volatilidade do mercado de câmbio. “A política econômica doméstica mudou de direção há um ano e as reformas implementadas neste...

Exclusivo para assinantes.


Para ler esta e outras matérias, cadastre-se gratuitamente ou assine.

Ler 5 matérias por mês

     

Receber nossas newsletters



Assinar
Cadastrar

Ou faça login

Leia também

14/12/2017
S&P vê cenário de incerteza no Brasil
Capacidade do governo atual de executar mudanças e eleições preocupam agência
14/12/2017
Fluxo cambial é positivo em US$ 9,82 bi até dia 8
Brasília - O fluxo cambial do ano até o dia 8 de dezembro ficou positivo em US$ 9,822 bilhões, informou ontem o Banco Central. Em igual período do ano passado, o...
14/12/2017
Sem votação de reforma, bolsa cai 1,22%
São Paulo - O mercado acionário brasileiro teve dois momentos ontem, confirmando o cenário de volatilidade dos últimos dias. Pela manhã, o Índice Bovespa...
14/12/2017
Há "colchões" para volatilidade em ano eleitoral
Brasília - A economia brasileira está se recuperando e tem vários colchões disponíveis para atravessar qualquer volatilidade futura por conta das...
13/12/2017
Presidente do Banco Central alerta para risco de bolha em mercado de moedas virtuais
O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn , alertou para o risco de bolha no mercado de moedas virtuais. “Moedas virtuais do jeito que estão hoje com essa subida vertiginosa,...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.