Publicidade
26/04/2018
Login
Entrar

Negócios

14/04/2018

Presidente do Banco Central aponta que segmento não sofrerá regulação em demasia

ABr
Email
A-   A+
Ilan Goldfajn destaca que inovação permite maior competição no sistema/Tânia Rego/Abr
Brasília - O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, disse na sexta-feira (13) que as fintechs (startups de tecnologia que atuam no setor financeiro) não sofrerão grande regulação da autoridade bancária. Ele informou que o assunto será debatido em audiência pública neste mês.

“Não pretendemos regular em demasia, apenas regular no momento em que o sistema nos pede para fazer isso”, disse Goldfajn, que participou, em São Paulo, da conferência Risco Moral x Risco Sistêmico: O Desafio da Garantia de Depósitos, promovida pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC). Segundo Goldfajn, um grande número de fintechs está entrando no sistema. “É um mercado extremamente vivo”, destacou.

O presidente do Banco Central destacou que as inovações permitem maior competição no sistema, além do surgimento de soluções adequadas às demandas atuais dos clientes e de novos modelos de negócio, com redução de custos. “Temos adotado uma postura de deixar entrar, deixar competir e regular apenas quando necessário”, acrescentou.

Ao falar sobre o tema da conferência, o Fundo Garantidor de Créditos, Goldfajn disse que a entidade contribui para o aumento da competitividade no sistema bancário. “Além da função principal de contribuir para a estabilidade do sistema financeiro nacional, devemos considerar também que o FGC contribui para o aumento da competitividade, ao oferecer tratamento isonômico para os depósitos segurados pela entidade.”

Segundo o Banco Central, o FGC é uma entidade privada, sem fins lucrativos, que administra um mecanismo de proteção aos correntistas, poupadores e investidores, que permite recuperar os depósitos ou créditos mantidos em instituição financeira, até determinado valor, em caso de intervenção, de liquidação ou de falência.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

26/04/2018
Festivais impulsionam os bares em BH
Estabelecimentos da Capital registram aumento na demanda e investem em melhorias
26/04/2018
Amazon tenta avanço no Brasil
Ação da companhia se dá em meio aos resultados positivos de concorrentes no País
26/04/2018
Que nível de confiança você tem em sua equipe?
A interessante pergunta é reflexiva e reveladora. Podemos usar as máximas populares da gestão onde “a equipe é reflexo do seu líder” e também...
26/04/2018
Trem Bier começa hoje em Tiradentes
Festival de cervejas artesanais na cidade histórica deverá reunir cerca de 30 mil participantes
26/04/2018
Facebook apura lucro líquido de US$ 4,98 bilhões
São Paulo - O Facebook apresentou lucro líquido de US$ 4,988 bilhões no primeiro trimestre deste ano, o equivalente a US$ 1,69 por ação, representando um...
› últimas notícias
Taxa de juros do cheque especial sobe para 324,7% ao ano
Incertezas do Brasil e juros dos EUA levam o dólar a subir
Porto de Santos atinge nível recorde no movimento de cargas em março
Confiança do consumidor sobe só 0,3%
Caixa retoma 1.089 imóveis em Minas
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


27 de abril de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.