18/06/2018
Login
Entrar




Legislação

24/05/2018

Presidente do Senado defende taxação de aplicativos de celular

AE
Email
A-   A+
São Paulo - O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), defendeu ontem, diante de uma plateia de prefeitos, que aplicativos de celular devem pagar impostos no município onde os serviços são utilizados e não onde empresa prestadora fica sediada - em alguns casos, fora do País. Ele disse que a discussão sobre o tema está pronta no Congresso Nacional.

“Sou defensor da tecnologia, mas não posso aceitar que os aplicativos não façam pagamento dos seus impostos como pagam os outros fixos em cada município brasileiro onde o serviço for utilizado”, disse Eunício. “No Congresso Nacional, está pronta a questão que queremos discutir. Precisamos também legalizar, regulamentar essa questão dos aplicativos para que o município possa receber essa contribuição do ISS (Imposto sobre Serviços)”, ressaltou.

Eunício disse que é um compromisso a votação em plenário do projeto que muda as regras de tributação sobre aplicativos de transporte de passageiros, de hotéis e outros. “Esse projeto possibilitará o recolhimento pelo município do embarque do passageiro e não onde está sediada a empresa de tecnologia, como ocorre atualmente”, explicou.

No ano passado, o Congresso aprovou mudança semelhante nas regras de cobrança de cartões de crédito, derrubando um veto presidencial. Ele afirmou que tem feio “um bate-bola” nos interesses da população brasileira com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Nesta semana, eles reagiram à alta de preços dos combustíveis, em conjunto.

O presidente do Senado também afirmou que defende a pauta municipalista e que é preciso “avançar na chamada descentralização” e “aumentar a capacidade de investimento dos municípios”. Ele pediu que os prefeitos colaborem na busca de propostas republicanas nas eleições e fiquem atentos na campanha deste ano.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

16/06/2018
Refis alivia 93,5 mil MEIs e MPEs em MG
Microempreendedores individuais e micro e pequenas empresas do Estado devem mais de R$ 5,7 bi
16/06/2018
Pedidos de recuperação judicial sobem 22%
O número de pedidos de recuperação judicial de empresas no Brasil voltou a crescer nos últimos três meses, depois da redução observada em...
16/06/2018
Varejo teme a extinção do trabalho intermitente
São Paulo - Representantes de grandes grupos varejistas reunidos pelo Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV) esperam passar as próximas semanas pelos corredores do Supremo...
16/06/2018
Receita libera R$ 4,728 bi em restituições
Brasília - Contribuintes com prioridade receberiam na sexta-feira (15) o crédito em conta da restituição do Imposto de Renda 2018, no total de R$ 4,728 bilhões....
15/06/2018
Implantação do eSocial será obrigatória a partir de julho
Cumprimento de prazos do processo será dividido em cinco etapas
› últimas notícias
Economistas veem dólar acima de R$3,50 este ano e Selic a 6,5% esta semana, mostra Focus
BDMG reduz juros para MPEs
Valor de dívidas de estados e municípios foi de R$ 594,1 mi
Fazenda critica MP do frete ao STF
Liberação de saque do PIS/PASEP deve injetar R$ 39,3 bi no mercado
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de junho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.