Publicidade
20/01/2018
Login
Entrar

FEDERAMINAS - Negócios em Foco

28/10/2017

Projeto Pró-Município define prioridades para Belo Oriente

Email
A-   A+
Educação profissionalizante, competitividade empresarial, segurança pública e cidadania – desenvolvimento social são as áreas prioritárias definidas pelo Movimento Pró-Município, objetivando alavancar o desenvolvimento de Belo Oriente. O diagnóstico do projeto, que é realizado pela Federaminas, em parceria com a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), foi divulgado durante evento que reuniu, em 23 de outubro, mais de 100 representantes dos diversos segmentos da comunidade.

Conforme o coordenador do projeto, Nilson Borges, o diagnóstico identificou o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) local, com base no levantamento de dados referentes à população atual e estimada; quantidade de empresas, trabalho e renda; principais setores e atividades econômicas; situação política atual; uso do poder de compra da prefeitura; análise de pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças do município. O trabalho foi realizado por meio de entrevista aos líderes e formadores de opinião da cidade e de aplicação de formulário eletrônico.

O Pró-Município tem a finalidade de promover o desenvolvimento local, a partir da conjugação de esforços de entidades privadas, poder público e comunidade. Em Belo Oriente, o passo inicial do projeto foi a criação pelo Legislativo municipal, em 22 de setembro, da Lei nº 1.319, instituindo o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Sustentável de Belo Oriente (Condes). Em seguida, aconteceram o diagnóstico e a posse dos membros do conselho, por meio da Portaria nº 348, de 23 de outubro, e a assinatura de decreto municipal com o regimento interno do órgão.

De acordo com Borges, a mais rápida implantação do Pró-Município está condicionada à mobilização, integração e vontade da comunidade em promover a transformação econômica e social da sua cidade, o que aconteceu em Belo Oriente. Cumpridas aquelas etapas, ele adianta que as próximas ações de curto prazo preveem formação de câmaras setoriais, treinamento de conselheiros e coordenadores desses órgãos e definição da agenda de reuniões dos conselhos e câmaras.

No evento de apresentação do diagnóstico, estiveram presentes autoridades como o prefeito Hamilton Rômulo; a presidente da Câmara Municipal, Nacife Menezes; o presidente da Associação Comercial, Edison da Conceição; secretários de governo, vereadores, representantes da deputada Rosângela Reis, dos sindicatos rural e patronal, de entidades de classe, instituições financeiras e população. O movimento também conta com o apoio da Cenibra, a principal empresa privada local.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

23/12/2017
Associa-Minas capacita milhares de empresários
Mais de 4,5 mil empresários, empreendedores e comerciários de municípios localizados em todas as regiões do Estado receberam neste ano capacitação em...
23/12/2017
Continua repercutindo o XX Congresso das ACEs
O sucesso alcançado pelo XX Congresso das Associações Comerciais e Empresariais de Minas Gerais continua repercutindo entre as entidades integrantes do Sistema Federaminas. O...
23/12/2017
Empresas de Paracatu são homenageadas em evento
Cerca de 170 empresas e profissionais que vêm se destacando em suas atividades no município ao longo dos três últimos anos foram homenageadas pela Associação...
23/12/2017
Comércio de Ipatinga aprova resultados de uso do rotativo
O sistema de estacionamento rotativo implantado há pouco no centro de Ipatinga, atendendo a pleito da associação comercial do município (Aciapi), tem gerado resultados...
25/11/2017
Federaminas distingue mais de 80 empresários do ano
Evento em Araxá movimenta os mundos político e empresarial
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.