21/07/2018
Login
Entrar




Negócios

11/11/2017

PUC Minas e FCA inauguram centro de simulação inédito na AL

SIMCenter recebeu aporte de R$ 18 mi
Thaíne Belissa
Email
A-   A+
O ganho do simulador para a Fiat é a assertividade no desenvolvimento de um novo veículo/Leo Lara
Uma parceria sob a lógica da tríplice hélice (governo, empresa e universidade) trouxe para Belo Horizonte tecnologia de ponta no setor automotivo e pioneira em todo o hemisfério sul. Instalado no Campus Coração Eucarístico, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), o SIMCenter é um centro de simulação de dinâmica veicular desenvolvido pela Fiat Chrysler Automobiles (FCA). O projeto recebeu investimento superior a R$ 18 milhões, financiados pelo programa do governo federal Inovar-Auto e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O supervisor de Análise Virtual de Engenharia Chassis da FCA, Gustavo Costa, destaca que o projeto aumenta o know-how da engenharia no Brasil e traz o País para o “primeiro mundo em nível de tecnologia”. Ele afirma que os ganhos trazidos pela nova tecnologia são tão grandes que é impossível falar em retorno do investimento. “O SIMCenter vai proporcionar coisas novas, que às vezes nem existem e, por isso, nem têm um valor ainda. O valor agregado que esse simulador trará para a Fiat é imensurável”, comemora.

Inaugurado no último mês, o SIMCenter é formado por uma plataforma que realiza todos os movimentos de um veículo real por meio de nove atuadores; um cockpit equipado com sistema de áudio que reproduz os sons do motor e as reações dos pneus com o piso e tela curva com ângulo de visão de 230 graus. Os movimentos do cockpit são integrados às imagens da tela e alinhados com os comandos realizados pelo motorista, guiados em tempo real pelos instrumentos da sala de controle.

De acordo com Costa, o simulador permite a análise do comportamento do veículo (freio, direção e suspensão) em situações como manobras, curvas ou emergência. Ele explica que, até então, essa análise só podia ser feita em “ambiente off-line”, ou seja, por meio de um computador e sem a presença do piloto. O grande diferencial do novo simulador é que ele permite a inserção de um ser humano na simulação. “Antes enxergávamos o comportamento do carro por meio de números e gráficos produzidos pelo computador. Com o SIMCenter um piloto real poderá experimentar o carro antes mesmo desse veículo existir”, frisa.

O supervisor explica que o ganho automático do simulador para a Fiat é a assertividade no desenvolvimento de um novo veículo. Por meio da nova tecnologia será possível testar inúmeras possibilidades antes de construir o protótipo, economizando tempo e gastos com peças. Mas ele destaca que os benefícios da nova tecnologia vão muito além disso. A partir dela será possível desenvolver outras funcionalidades que tocam a relação motorista-ambiente, além de pesquisas como o comportamento do motorista sob efeito de álcool ou drogas.

A expectativa é de que o SIMCenter seja utilizado por alunos de diferentes cursos da PUC, como engenharia, arquitetura, medicina, psicologia e jogos digitais. Costa também salienta a importância desse projeto ser desenvolvido em parceria com uma universidade, que tem um ambiente multidisciplinar e, por isso, pode aproveitar do simulador para a produção de diferentes pesquisas.

Para o professor da PUC Minas Janes Landre, um dos coordenadores da iniciativa, o novo centro, ao unir a expertise das duas instituições na área automotiva, projeta a universidade internacionalmente. “Por ser o primeiro centro de excelência neste âmbito em todo o hemisfério sul e por existirem apenas outros oito laboratórios de ponta como esse em todo o mundo, isso torna a PUC Minas referência em dinâmica veicular. Já recebemos uma série de contatos de instituições de ensino de países como Inglaterra, Itália e Estados Unidos, interessados em executar projetos de pesquisa em cooperação conosco”, pontua.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/07/2018
CasaCor Minas começa em agosto
Edição deve atrair cerca de 50 mil pessoas até setembro e gerar 550 novos negócios
21/07/2018
Empresas usam redes como ferramenta de gestão
Nos últimos três anos, os pequenos negócios no Brasil apostaram na informatização e na utilização de novas ferramentas digitais, em especial nas...
21/07/2018
Profissionais precisam reagir com ânimo à crise
O cenário político e econômico atual faz com que instabilidade tome conta nas empresas. O resultado disso são as várias demissões que ocorrem, deixando um...
21/07/2018
IDEIAS | A melhor forma para se tornar uma empresa inovadora
O mundo está cada vez mais dinâmico e os consumidores mais empoderados. Por isso, inovar é o caminho natural das empresas, que precisam estar em constante...
21/07/2018
Funcionários não conseguem se desligar do trabalho durante as férias
Manter completa distância do trabalho durante o período de férias talvez seja coisa do passado. De acordo com uma pesquisa da Robert Half realizada em maio de 2018, com base...
› últimas notícias
Renovação da concessão da EFVM pode ser resolvida na Justiça
Pessimismo aumenta na indústria mineira
Minas mantém sequência de superávit
Brasil fecha 661 vagas com carteira assinada
Governo quer leilão da Eletrobras até agosto
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


21 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.