Publicidade
27/07/2017
Login
Entrar

Negócios

20/04/2017

Reoneração deve gerar demissões no setor de TI

Da Redação
Email
A-   A+
O governo federal anunciou, recentemente, que vai buscar maior arrecadação sobre a folha de pagamento de praticamente todos os setores da economia, inclusive do setor de tecnologia da informação (TI). A notícia pegou os empresários de surpresa, já que terão a despesa elevada, uma vez que a decisão promove a substituição da alíquota de 4,5% incidente sobre a receita bruta por uma tributação de 20% sobre a folha de pagamentos.

“Essa decisão representa um aumento importante nos custos das empresas que dificilmente será absorvido pelo mercado. Dessa forma, o País compromete o seu futuro com base na inovação e tecnologia de informação e comunicação”, avalia o presidente da i9 Uberlândia - centro de desenvolvimento de tecnologia e inovação do Triângulo Mineiro, Benedito Silva Filho.

De acordo com o diretor jurídico da i9, o advogado Gustavo Vitorino, a decisão do governo entrará em vigor em julho de 2017 e parece ter relação com a mudança na legislação trabalhista que, aprovada dias atrás, generaliza a possibilidade de as empresas terceirizarem seus serviços, já que a terceirização sabidamente é mais barata do que a contratação de empregados sob regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Na visão do presidente do Sindicato das Empresas de Tecnologia e Informação de Uberlândia (Sindeti), Robson Xavier, a reoneração da folha de pagamento é um retrocesso para o setor. “Em todo o mundo vemos iniciativas voltadas para o incentivo ao segmento de tecnologia e inovação que hoje permeia todos os segmentos de mercado. Quando o governo altera as regras tributárias e fiscais, ainda mais no meio do ano, todo um planejamento fica comprometido. Precisamos de políticas claras, perenes e que entendam as mudanças que este mercado tem passado”, avalia Xavier.

De acordo com dados informados pela i9, sustentados nas estatísticas das entidades representativas do setor de TI no País, como: Abes, Assespro, Brasscom e Fenainfo, a desoneração da folha teve efeitos positivos, no período de vigência da medida, entre os anos de 2010 e 2014. Nesse intervalo, o setor contratou 76 mil profissionais altamente especializados, formalizando vínculos e atingindo um total de 874 mil trabalhadores. A remuneração cresceu à taxa superior à própria receita. A partir de 2015, até o final de 2016, o setor devolveu ao mercado 49 mil trabalhadores, 64% do que construíra em quatro anos.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

27/07/2017
Executivos C-Level: quando o empreendedor precisa de alguém ao lado para pensar a estratégia
Chega um momento do negócio que o empreendedor sozinho não consegue cuidar da operação e olhar para a estratégia ao mesmo tempo. Nessa hora, ele precisa de executivos C-Level ao seu lado.
27/07/2017
Férias de julho decepcionam trade em BH
Reduzido a 15 dias, intervalo, que também sofreu reflexos da crise, acabou adiado pelo consumidor
27/07/2017
CDL-BH lança segunda edição do Varejo Inteligente
Ideia é ampliar o apoio a soluções inovadoras
27/07/2017
Varejo Inteligente: Em 2016, 14 concluíram o projeto
Na edição de 2016, o Varejo Inteligente contou com 91 startups inscritas em seis áreas de atuação diferentes, sendo que 40 foram selecionadas. Das startups em...
27/07/2017
Empresa inicia atividades da universidade corporativa
Interessada em fortalecer a qualificação de todo o seu time, a Via Varejo, controladora das marcas Casas Bahia e Ponto Frio, deu início às atividades da Universidade...
› últimas notícias
Taxa de juros de pagamento mínimo do cartão cai para 230,4% em junho
Caixa Econômica começa a pagar hoje abono do PIS/Pasep
Ex-presidente do BB e da Petrobras pediu R$ 20 milhões em propina, diz Lava Jato
Produção da indústria mineira tem queda
Faturamento da indústria em 2017 deve recuar 10%
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:

Cadastrar
› Mais Lidas
Mineração: Setor ganha hoje novo marco regulatório
MRV planeja atingir marca de 500 mil unidades em 10 anos
Precon recebe certificação inédita no País
Caixa Econômica começa a pagar hoje abono do PIS/Pasep
Drogarias e cosméticos têm expansão em BH
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› DC Auto
VW amplia a linha Pepper para 2018
Marcopolo apresenta o novo Torino S
BMW convoca proprietários das R 1200 GS e R 1200 GS Adventure
Cinto de segurança deve ser usado pelos passageiros do banco traseiro
Kicks passa a ser produzido no Brasil
Leia todas as notícias ›
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


28 de July de 2017
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.